Questões de Concursos FAB

Resolva Questões de Concursos FAB Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 18549.   Direito Constitucional - Nível Superior - Oficial de Apoio - CIAAR - FAB - 2014
  • “A doutrina explica que o intérprete da Constituição não pode chegar a um resultado que subverta ou perturbe o esquema organizatório-funcional constitucionalmente estabelecido.” Trata-se de consequência do princípio do(a)
  • 2 - Questão 18475.   Física - Nível Superior - Sargento da Aeronáutica - EEAR - FAB - 2014
  • Duas cargas elétricas puntiformes de mesmo valor e de sinais contrários são colocadas a uma distância fixa. No ponto médio entre elas, mede-se a intensidade do vetor campo elétrico e o potencial elétrico. Assinale a alternativa que contém os resultados corretos para essas medidas
  • 3 - Questão 18623.   Informática - Banco de Dados - Nível Superior - Oficial Temporário - CIAAR - FAB - 2009
  • Em relação às técnicas de controle de concorrência em sistemas de banco de dados, analise as assertivas e assinale a alternativa que aponta as corretas.

    I. A granularidade é um indicador único criado pelo sistema de gerenciamento de banco de dados para cada transação.

    II. Um bloqueio binário pode ter dois estados: bloqueios e desbloqueios. Quando um item está bloqueado (lock), um item não poderá ser acessado por uma operação que o solicite.

    III. O deadlock ocorre quando cada transação em um conjunto de duas ou mais transações esperam por algum item bloqueado por alguma outra transação no mesmo conjunto.

    IV. Um bloqueio compartilhado (ou de leitura) permite que outras transações leiam um item, enquanto que um bloqueio exclusivo (ou de escrita) limita o acesso ao item apenas a uma transação.
  • 4 - Questão 18536.   Conhecimentos Específicos - Interpretação de Textos - Nível Superior - Oficial de Apoio - CIAAR - FAB - 2014
  • No aeroporto

       Viajou meu amigo Pedro. Fui levá-lo ao Galeão, onde esperamos três horas o seu quadrimotor. Durante esse tempo, não faltou assunto para nos entretermos, embora não falássemos da vã e numerosa matéria atual. Sempre tivemos muito assunto, e não deixamos de explorá-lo a fundo. Embora Pedro seja extremamente parco de palavras, e, a bem dizer, não se digne de pronunciar nenhuma. Quando muito, emite sílabas; o mais é conversa de gestos e expressões, pelos quais se faz entender admiravelmente. É o seu sistema.
         Passou dois meses e meio em nossa casa, e foi hóspede ameno. Sorria para os moradores, com ou sem motivo plausível. Era a sua arma, não direi secreta, porque ostensiva. A vista da pessoa humana lhe dá prazer. Seu sorriso foi logo considerado sorriso especial, revelador de suas boas intenções para com o mundo ocidental e oriental, e em particular o nosso trecho de rua. [...]
         Devo dizer que Pedro, como visitante, nos deu trabalho; tinha horários especiais, comidas especiais, roupas especiais, sabonetes especiais, criados especiais. Mas sua simples presença e seu sorriso compensariam providências e privilégios maiores. [...]
         Viajou meu amigo Pedro. Fico refletindo na falta que faz um amigo de um ano de idade a seu companheiro já vivido e puído. De repente o aeroporto ficou vazio.

    (ANDRADE, Carlos Drummond de. Cadeira de balanço. Reprod. em: Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1973, p. 1107-1108.)
  • Considerando que o texto relata fatos vividos pelo narrador, torna-se frequente o uso do tempo verbal pretérito. Contudo, no trecho “A vista da pessoa humana lhe dá prazer.” (2°§), verifica-se o uso do tempo presente com o propósito de
  • 5 - Questão 18576.   Conhecimentos Específicos - História Econômica e Economia Contemporânea - Nível Superior - Oficial Temporário - CIAAR - FAB - 2012
  • O mercantilismo é uma das teorias do comércio internacional. Em relação a essa teoria, assinale a alternativa correta.
  • 6 - Questão 18507.   Português - Interpretação de Textos - Nível Superior - Farmacêutico - CIAAR - FAB - 2015
  • Democracia e autoritarismo

          O fato de que as pessoas que vivem em um regime democrático não saibam o que é democracia é uma questão por si só muito grave. O saber sobre o que seja qualquer coisa – e neste, caso, sobre o que seja a democracia – se dá em diversos níveis e interfere em nossas ações. Agimos em nome do que pensamos. Mas muitas vezes não entendemos muito bem nossos próprios pensamentos, pois somos vítimas de pensamentos prontos.
          Creio que, neste momento brasileiro, poucas pessoas que agem em nome da democracia estejam se questionando sobre o que ela realmente seja. É provável que poucos pratiquem o ato de humildade do conhecimento que é o questionamento honesto. O questionamento é uma prática, mas é também qualidade do conhecimento. É a virtude do conhecimento. É essa virtude que nos faz perguntar sobre o que pensamos e assim nos permite sair de um nível dogmático para um nível reflexivo de pensamento. Essa passagem da ideia pronta que recebemos da religião, do senso comum, dos meios de comunicação para o questionamento é o segredo da inteligência humana seja ela cognitiva, moral ou política.
          [...] a democracia flerta facilmente com o autoritarismo quando não se pensa no que ela é e se age por impulso ou por leviandade. Eu não sou uma pessoa democrática quando vou à rua protestar em nome dos meus fins privados, dos meus interesses pessoais, quando protesto em nome de interesses que em nada contribuem para a construção da esfera pública. Eu sou autoritária quando, sem pensar, imponho violentamente os meus desejos e pensamentos sem me preocupar com o que os outros estão vivendo e pensando, quando penso que meu modo de ver o mundo está pronto e acabado, quando esqueço que a vida social é a vida da convivência e da proteção aos direitos de todos os que vivem no mesmo mundo que eu. Não sou democrática quando minhas ações não contribuem para a manutenção da democracia como forma de governo do povo para o povo, quando esqueço que o povo precisa ser capaz de respeitar as regras do próprio jogo ao qual ele aderiu e que é o único capaz de garantir seus direitos fundamentais: o jogo da democracia.

    (Marcia Tiburi. Disponível em: http://revistacult.uol.com.br/home/2015/03/democracia-e-autoritarismo/. 18/03/2015. Adaptado.) 
  • O título do texto é composto de elementos que
  • 8 - Questão 18438.   Matemática - Nível Superior - Cadete da Aeronáutica - EPCAR - FAB - 2013
  • Um ônibus percorre, na estrada, 9 km com 1 litro de combustível. O motorista desse ônibus realizou uma viagem de 551 km. Ao sair do local de origem da viagem, o ponteiro marcador de combustível do ônibus indicava 6/8 o tanque. Após o motorista percorrer 225 km, o ponteiro marcador de 1 combustível do ônibus indicou 1/2 tanque. Com base nessa situação, é correto afirmar que, ao chegar no destino proposto, a quantidade de combustível restante no tanque do ônibus estava entre:
  • 10 - Questão 52693.   Português - Nível Médio - Sargento da Aeronáutica - EEAR - FAB - 2018
  • O lema da tropa

    O destemido tenente, no seu primeiro dia como comandante de uma fração de tropa, vendo que alguns de seus combatentes apresentavam medo e angústia diante da barbárie da guerra, gritou, com firmeza, para inspirar seus homens a enfrentarem o grupamento inimigo que se aproximava:
    — Ou mato ou morro!
    Ditas essas palavras, metade de seus homens fugiu para o mato e outra metade fugiu para o morro. 


    No texto acima, considerando os aspectos morfológicos da Língua Portuguesa, a construção do humor se efetua, principalmente, pela