Questões de Concursos FGV com Gabarito

Resolva Questões de Concurso Público Grátis FGV com Gabarito. Teste seus conhecimentos com perguntas e respostas em exercícios online.

Entre as novas tecnologias gerenciais e organizacionais aplicadas ao setor público, aquela que redesenha os processos, propondo uma mudança radical, objetivando a redução de custos, tempo de execução e a melhoria na qualidade de serviços é denominada
Considere as seguintes escolhas que Maria fez para sua senha pessoal:

          + + TeleFoNe + +
          10121978
          Segredo # $ & %
          Telefone = Mudo
          = SeGREdo !

Dessas senhas, a mais fraca é a:
Sobre os princípios constitucionais referentes ao ensino, analise as afirmativas a seguir. 

I. Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola. 

II. Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar o pensamento, a arte e o saber. 

III. Valorização dos profissionais da educação escolar, garantindo, na forma da lei, plano de carreira aos da rede pública e ingresso independente de concurso público. 

Assinale:
“Quanto mais a pena for rápida e próxima do delito, tanto mais justa e útil ela será” (C. Beccaria).

Essas palavras apontam para uma crítica muito comum entre os brasileiros, que diz respeito à:
Daqui a 15 dias, Márcia fará aniversário. Paula fez aniversário há 8 dias. Júlia fará aniversário 6 dias antes de Márcia.
Se Paula faz aniversário no dia 25 de abril, é correto concluir que:
Em decorrência dos estudos, da aplicação e do desenvolvimento da teoria das relações humanas, constatou-se a existência de certas características referentes ao ser humano e suas necessidades fundamentais.

A esse respeito analise as afirmativas a seguir.

I. A teoria das relações humanas originou a concepção de homem social em contraposição ao conceito de homo economicus.
II. O homem social é o que se utiliza da força do grupo para definir a sua capacidade de produção e a remuneração desejada.
III. Foram identificados 3 níveis de necessidades para a motivação humana; as fisiológicas, as psicológicas e as de remuneração.

Assinale:
Segundo sua natureza, os documentos são classificados como:
Assinale a alternativa que apresente local que não é considerado como extensão do território nacional para os efeitos penais.
No contexto do LibreOffice Writer 4.2, analise o texto a seguir com um trecho selecionado.

O número total da população do planeta atingiu 7 bilhões ( português brasileiro ) ou 7 mil milhões (português europeu ) de pessoas em 31 de outubro de 2011. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem precedentes antes do século XX.

Analise o mesmo texto depois da aplicação de uma certa operação de edição.

O número total da população do planeta atingiu 7 bilhões ( português brasileiro ) de pessoas em 31 de outubro de 2011. De acordo com projeções populacionais, este valor continua a crescer a um ritmo sem precedentes antes do século XX.

A operação de edição foi provocada pela digitação de:
Texto associado.

Utopias e distopias

       Todas as utopias imaginadas até hoje acabaram em distopias, ou tinham na sua origem um defeito que as condenava. A primeira, que deu nome às várias fantasias de um mundo perfeito que viriam depois, foi inventada por sir Thomas Morus em 1516. Dizem que ele se inspirou nas descobertas recentes do Novo Mundo, e mais especificamente do Brasil, para descrever sua sociedade ideal, que significaria um renascimento para a humanidade, livre dos vícios do mundo antigo. Na Utopia de Morus o direito à educação e à saúde seria universal, a diversidade religiosa seria tolerada e a propriedade privada, proibida. O governo seria exercido por um príncipe eleito, que poderia ser substituído se mostrasse alguma tendência para a tirania, e as leis seriam tão simples que dispensariam a existência de advogados. Mas para que tudo isso funcionasse Morus prescrevia dois escravos para cada família, recrutados entre criminosos e prisioneiros de guerra. Além disso, o príncipe deveria ser sempre homem e as mulheres tinham menos direitos que os homens. Morus tirou o nome da sua sociedade perfeita da palavra grega para “lugar nenhum”, o que de saída já significava que ela só poderia existir mesmo na sua imaginação. 
   Platão imaginou uma república idílica em que os governantes seriam filósofos, ou os filósofos governantes. Nem ele nem os outros filósofos gregos da sua época se importavam muito com o fato de viverem numa sociedade escravocrata. Em “Candide”, Voltaire colocou sua sociedade ideal, onde havia muitas escolas mas nenhuma prisão, em El Dorado, mas “Candide” é menos uma visão de um mundo perfeito do que uma sátira da ingenuidade humana. Marx e Engels e outros pensadores previram um futuro redentor em que a emancipação da classe trabalhadora traria igualdade e justiça para todos. O sonho acabou no totalitarismo soviético e na sua demolição. Até John Lennon, na canção “Imagine”, propôs sua utopia, na qual não haveria, entre outros atrasos, violência e religião. Ele mesmo foi vítima da violência, enquanto no mundo todo e cada vez mais as pessoas se entregam a religiões e se matam por elas. 
    Quando surgiu e se popularizou o automóvel anunciou-se uma utopia possível. No futuro previsto os carros ofereceriam transporte rápido e lazer inédito em estradas magnetizadas para guiá-los mesmo sem motorista. Isso se os carros não voassem, ou se não houvesse um helicóptero em cada garagem. Nada disso aconteceu. Foi outra utopia que pifou. Hoje vivemos em meio à sua negação, em engarrafamentos intermináveis, em chacinas nas estradas e num caos que só aumenta, sem solução à vista. Mais uma vez, deu distopia.  

(Veríssimo, Luiz Fernando. O Globo, 22/12/2013)

“Todas as utopias imaginadas até hoje acabaram em distopias, ou tinham na sua origem um defeito que as condenava”.

Sobre os componentes dessa primeira frase do texto, assinale a afirmativa correta.