Questões de Concursos Administrador

Resolva Questões de Concursos Administrador Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q13242.   Português - Nível Superior - Administrador - SUSAM - FGV - 2014
  • Acredite, progredimos sim

    Faz hoje exatos 50 anos do chamado Comício da Central do Brasil, que funcionou como acelerador para a conspiração já em andamento que acabaria por depor o presidente constitucional João Belchior Marques Goulart, apenas 18 dias depois.

    É bom olhar para trás para verificar que, pelo menos no terreno institucional, o país progrediu bastante desde que chegou ao fim o ciclo militar, há 29 anos. É um dado positivo em uma nação com tão formidável coleção de problemas e atraso em tantas áreas como o Brasil.

    Ajuda-memória: o comício foi organizado pelo governo Goulart. Havia uma profusão de bandeiras vermelhas pedindo a legalização do ainda banido Partido Comunista Brasileiro, o que era o mesmo que acenar para o conservadorismo civil e militar com o pano vermelho com que se atiça o touro na arena.

    Se fosse pouco, havia também faixas cobrando a reforma agrária, anátema para os poderosos latifundiários e seus representantes no mundo político.

    Para completar, Jango aproveitou o comício para assinar dois decretos, ambos tomados como “comunizantes" pelos seus adversários: o que desapropriava refinarias que ainda não eram da Petrobrás e o que declarava de utilidade pública para fins de desapropriação terras rurais subutilizadas.

    Na visão dos conspiradores, eram dois claros atentados à propriedade privada e, como tais, provas adicionais de que o governo preparava a comunização do país.

    Cinquenta anos depois, é um tremendo progresso, do qual talvez nem nos damos conta, o fato de que bandeiras vermelhas - ou azuis ou amarelas ou verdes ou brancas ou pretas - podem ser tranquilamente exibidas em atos públicos sem que se considere estar ameaçada a ordem estabelecida.

    Reforma agrária deixou de ser um anátema, e a desapropriação de terras ociosas é comum mesmo em governos que a esquerda considera de direita ou conservadores.

    Continua, é verdade, a batalha ideológica entre ruralistas e o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, mas ela se dá no campo das ideias, sem que se chame a tropa para resolvê-la. Pena que ainda continuemos primitivos o suficiente para que haja mortes no campo (além de trabalho escravo), mas, de todo modo, ninguém pensa em chamar o Exército por causa dessa carência.

    Nos quase 30 anos transcorridos desde o fim do ciclo militar, foi possível, dentro da mais absoluta ordem e legalidade, promover o impeachment de um presidente, ao contrário do ocorrido em 1964, ano em que Jango foi impedido à força de exercer o poder.

    Votei pela primeira vez para presidente em 1989, quando já tinha 46 anos. Meus filhos também votaram pela primeira vez naquela ocasião, o que significa que uma geração inteira teve capada parte essencial de sua cidadania durante tempo demais.

    Hoje, votar para residente é tão rotineiro que ficou até meio monótono. Democracia é assim mesmo.

    Pena que esse avanço institucional inegável não tenha sido acompanhado por qualidade das instituições. Espero que esse novo passo não leve 50 anos.

    (Clovis Rossi, Folha de São Paulo, 13/03/2014)
  • “Faz hoje exatos 50 anos do chamado Comício da Central do Brasil, que funcionou como acelerador para a conspiração já em andamento que acabaria por depor o presidente constitucional João Belchior Marques Goulart, apenas 18 dias depois”.

    Pelas  informações  contidas  nesse  parágrafo  do  texto,  podemos  inferir que
  • 2 - Q12910.   Legislação Estadual - Legislação Estadual de Santa Catarina - Nível Superior - Administrador - MPE SC - FEPESE - 2014
  • A Lei Estadual nº 6.745/1985 estabelece que:

    ......................................consiste na situação funcional transitória criada por ato administrativo e cometida a funcionário público estadual, mediante livre escolha, para desempenho de atribuições regimentais. 

    Assinale a alternativa que completa corretamente a lacuna do texto.
  • 3 - Q53462.   Administração - Nível Superior - Administrador - Prefeitura de Montes Claros MG - 2010
  • Os estudos da Administração Científica são vistos como uma tentativa de aplicação dos métodos da ciência aos problemas da Administração, a fim de aumentar a eficiência industrial. Considerando os estudos da Administração Científica, analise as afirmativas a seguir.

    I - O sistema de pagamento por peças é considerado o primeiro trabalho da Administração Científica, apresentado no ano de 1895 por Frederick Winslow Taylor. 
    II - A Administração Científica parte do todo organizacional e da sua estrutura para garantir eficiência a todas as partes envolvidas no contexto da organização.
    III - Os estudos da Administração Científica definiram e sistematizaram os chamados “Princípios Gerais da Administração". 
    IV - Na segunda fase do movimento da Administração Científica, a ênfase desloca-se da produtividade do trabalhador para o aprimoramento dos métodos de trabalho.
    V - Cooperar com os trabalhadores, de modo a garantir que o trabalho seja feito de acordo com princípios da ciência que foi desenvolvida, apresenta-se como um dos objetivos da Administração Científica.

    São CORRETAS as afirmativas 
  • 6 - Q13342.   Conhecimentos Específicos - Gestão de Pessoas - Nível Superior - Administrador - SUFRAMA - CESPE - 2014
  • Ainda que teoricamente distintas, é estreita a relação, do ponto de vista da aplicação, entre as áreas de comportamento organizacional e de gestão de pessoas. No que diz respeito a esse assunto, julgue os itens a seguir.

    As estratégias para o sucesso de mudanças organizacionais devem incluir a compreensão de uma série de causas relativas aos contextos externo e interno às organizações e às características dos indivíduos e grupos de trabalho.
  • 7 - Q13194.   Português - Nível Superior - Administrador - PRODEST ES - VUNESP - 2014
  •    O bonito, o sublime, o gostoso de Brasil X Espanha foi a angústia. Nós sabemos que o martírio é que dá a um jogo, seja ele um clássico ou uma pelada, um charme desesperador. Ora, a batalha com os espanhóis teve todos os matadouros emocionais. Eis uma partida que pôs em cada coração uma fluorescente coroa de espinhos. Fomos, até o primeiro gol, 75 milhões de cristos.
       Começou a batalha e cada brasileiro estava abraçado, atracado a seu radiozinho de pilha. Entre nós e a peleja erguiam- -se os Andes, hieráticos e tristíssimos. Havia, por aqui, um certo pavor da Espanha - velha pátria, constelada de feridas. O Brasil entrou mal, o Brasil entrou péssimo. Ou por outra: - o Brasil, no primeiro tempo, não era o Brasil, era o anti-Brasil, a negação do Brasil. O sujeito procurava o escrete e não encontrava o escrete.
       A Espanha triturava a seleção de ouro, que não era mais de ouro, era de lata, era de zinco, sei lá. E só um homem, entre os brasileiros, continuava a ser o mesmo, eternamente o mesmo: - Garrincha. Sim, do primeiro ao último minuto, o Mané foi o Mané. Passou como quis pelo Gracía. Caçaram-no a patadas, como uma ratazana. Mas ele ia passando, dir-se-ia um maravilhoso ser incorpóreo, os espanhóis o massacravam e Garrincha sobrevivia ao próprio assassinato.
       Fora Garrincha, ninguém mais. Os negros ornamentais, folclóricos, divinos, deixavam-se bater, miseravelmente. E todos sentimos que a ausência de Pelé estava cravada no coração do Brasil. Faltava Pelé e o escrete murchava como um balão japonês apagado. Amigos, durante os 45 minutos o fracasso do Brasil doeu mais, aqui, do que a humilhação de Canudos. Cada um de nós sentiu-se direta e pessoalmente degradado.

    (Nelson Rodrigues, O “Possesso” é nosso. A pátria em chuteiras: novas crônicas de futebol.)
  • Assinale a alternativa em que os verbos derivados de pôr, empregado na frase – Eis uma partida que pôs em cada coração uma fluorescente coroa de espinhos. –, estão conjugados de acordo com a norma-padrão.
  • 10 - Q13184.   Administração Pública - Nível Superior - Administrador - COPANOR - FUNDEP - 2014
  • A Empresa Asa teve uma de suas contratações de obras e serviços por intermédio de processo de licitação embargado pelo Ministério Público devido a vícios em seu contrato original.

    Assinale a alternativa CORRETA para sustentar o embargo diante da decisão do MPU.