Questões de Concursos Assistente Técnico de Gestão em Saúde

Resolva Questões de Concursos Assistente Técnico de Gestão em Saúde Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 30953 - Direito Constitucional - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • A Câmara dos Deputados compõe-se de representantes do povo, eleitos, pelo sistema proporcional, em cada Estado, em cada Território e no Distrito Federal. O número total de Deputados, bem como a representação por Estado e pelo Distrito Federal, será estabelecido por lei complementar, proporcionalmente à população, procedendo-se aos ajustes necessários, no ano anterior às eleições, de tal forma que as unidades da Federação tenham um número mínimo ou um número máximo de Deputados.

    Os números mínimo e máximo que as unidades da Federação podem ter são:
  • 2 - Questão 30993 - Direito Administrativo - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • Quando a Administração Pública, ao atuar no exercício de sua discrição, deve obedecer a critérios aceitáveis do ponto de vista racional, em sintonia com o senso normal de pessoas equilibradas e respeitando as finalidades que presidiram a outorga da competência exercida, ela está se submetendo a um princípio que limita os seus poderes. Trata-se do princípio do(a):
  • 3 - Questão 30969 - Matemática - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • Francisca comprou 3m de pano para calça e 8m de pano de forro, tendo gasto 60 reais. Denotando por x o preço do metro de pano para calça e por y o preço do metro de pano de forro, segue-se que 3x + 8y = 60. Para calcular o preço de cada pano, precisa-se usar uma segunda informação. Essa informação abaixo é:
  • 4 - Questão 30954 - Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • O FUTURO NO PASSADO

    1   Poucas previsões para o futuro feitas no passado se realizaram. O mundo se mudava do campo para as cidades, e era natural que o futuro idealizado então fosse o da cidade perfeita. Mas o helicóptero não substituiu o automóvel particular e só recentemente começou-se a experimentar carros que andam sobre faixas magnéticas nas ruas, liberando seus ocupantes para a leitura, o sono ou o amor no banco de trás. As cidades não se transformaram em laboratórios de convívio civilizado, como previam, e sim na maior prova da impossibilidade da coexistência de desiguais.
    2  A ciência trouxe avanços espetaculares nas lides de guerra, como os bombardeios com precisão cirúrgica que não poupam civis, mas não trouxe a democratização da prosperidade antevista. Mágicas novas como o cinema prometiam ultrapassar os limites da imaginação. Ultrapassaram, mas para o território da banalidade espetaculosa. A TV foi prevista, e a energia nuclear intuída, mas a revolução da informática não foi nem sonhada. As revoluções na medicina foram notáveis, certo, mas a prevenção do câncer ainda não foi descoberta. Pensando bem, nem a do resfriado. A comida em pílulas não veio - se bem que a nouvelle cuisine chegou perto. Até a colonização do espaço, como previam os roteiristas do “Flash Gordon”, está atrasada. Mal chegamos a Marte, só para descobrir que é um imenso terreno baldio. E os profetas da felicidade universal não contavam com uma coisa: o lixo produzido pela sua visão. Nenhuma previsão incluía a poluição e o aquecimento global.
    3  Mas assim como os videntes otimistas falharam, talvez o pessimismo de hoje divirta nossos bisnetos. Eles certamente falarão da Aids, por exemplo, como nós hoje falamos da gripe espanhola. A ciência e a técnica ainda nos surpreenderão. Estamos na pré-história da energia magnética e por fusão nuclear fria.
    4  É verdade que cada salto da ciência corresponderá a um passo atrás, rumo ao irracional. Quanto mais perto a ciência chegar das últimas revelações do Universo, mais as pessoas procurarão respostas no misticismo e refúgio no tribal. E quanto mais a ciência avança por caminhos nunca antes sonhados, mais leigo fica o leigo. A volta ao irracional é a birra do leigo.

    (VERÍSSIMO. L. F. O Globo. 24/07/2016, p. 15.)
  • “A ciência trouxe avanços espetaculares nas lides de guerra, como os bombardeios com precisão cirúrgica que não poupam civis, mas não trouxe a democratização da prosperidade antevista.” (2º §)

    Das opções abaixo, aquela que mantém o mesmo sentido do fragmento do texto transcrito acima é:
  • 5 - Questão 30982 - Direito Administrativo - Licitações e Contratos - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • A Lei 8.666/93 estabeleceu normas gerais sobre licitações e contratos administrativos pertinentes a obras, serviços, inclusive de publicidade, compras, alienações e locações no âmbito dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.

    Com relação às definições conceituais contidas nesta Lei, analise as assertivas abaixo.

    I – Uma compra é toda transferência de domínio de bens a terceiros.
    II – O Seguro-Garantia é o seguro que garante o fiel cumprimento das obrigações assumidas por empresas em licitações e contratos.
    III – Um serviço é toda aquisição remunerada de bens para fornecimento de uma só vez ou parceladamente.

    Das assertivas acima, são verdadeiras:
  • 6 - Questão 30978 - Direito Administrativo - Agentes Públicos e Lei 8112 de 1990 - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • A Lei 8.112/90 instituiu o Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis da União, das autarquias, inclusive as em regime especial, e das fundações públicas federais. De acordo com esta lei, o cargo público é o conjunto de atribuições e responsabilidades previstas na estrutura organizacional que devem ser cometidas a um servidor.

    Com relação aos aspectos de provimento, vacância, remoção, redistribuição e substituição, tudo no âmbito do cargo público, analise as assertivas abaixo.

    I – O provimento dos cargos públicos far-se-á mediante ato da autoridade competente do Poder Executivo.
    II – A investidura em cargo público ocorrerá com a posse.
    III – A nomeação far-se-á em comissão, inclusive na condição de interino, para cargos de confiança vagos.

    Das assertivas acima, são verdadeiras:
  • 7 - Questão 30967 - Matemática - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • A bandeirada de táxi em certa cidade é de R$ 5,00, e o quilômetro é de R$ 2,50. Jorge precisava alugar uma corrida de 14km, mas sabia que os táxis tinham uma determinada variação percentual de carro para carro. Jorge tinha R$ 42,50, fez os cálculos e alugou a corrida porque o dinheiro era suficiente. Sabendo-se que o dinheiro era o mínimo possível entre os percentuais abaixo, o percentual era de:
  • 8 - Questão 30966 - Matemática - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • Maria foi a um shopping e fez duas compras entre as seguintes: sapato por R$ 155.00, blusa por R$ 125,00, perfume por R$ 130,00 e calça por R$ 170,00. Sabendo-se que dispunha de R$ 293,00 e gastou o máximo possível, Maria gastou entre as seguintes duplas de compras:
  • 9 - Questão 30983 - Direito Administrativo - Licitações e Contratos - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • Eventualmente um órgão ou entidade pública contrata com terceiros, no regime de execução indireta. No caso de a contratação se referir a um determinado empreendimento, compreendendo todas as etapas das obras, serviços e instalações necessárias, sob inteira responsabilidade da contratada até a sua entrega ao contratante em condições de entrada em operação, atendidos os requisitos técnicos e legais para sua utilização em condições de segurança estrutural e operacional, está caracterizado o seguinte regime:
  • 10 - Questão 30975 - Administração Pública - Nível Médio - Assistente Técnico de Gestão em Saúde - FIOCRUZ - 2016
  • O Estado realiza a função administrativa por meio de órgãos, agentes e pessoas jurídicas, que compõem a sua estrutura administrativa e se organizam por meio de três maneiras distintas. Quando o Estado executa as suas ações diretamente, por meio de seus próprios órgãos e agentes ocorre o que se denomina: