Questões de Concursos Bombeiro Militar

Resolva Questões de Concursos Bombeiro Militar Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q36597.   Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar PE - IPAD - 2006
  • TEXTO 1 -  QUESTÕES 1, 2 e 3

    Três idades

    A primeira vez que te vi,
    Eu era menino e tu menina.
    Sorrias tanto... Havia em ti
    Graça de instinto, airosa e fina.
    Eras pequena, eras franzina...
    (...)
    Quando te vi segunda vez,
    Já eras moça, e com que encanto
    A adolescência em ti se fez!
    Flor e botão... Sorrias tanto...
    E o teu sorriso foi meu pranto...
    (...)
    Vejo-te agora. Oito anos faz,
    Oito anos faz que não te via...
    Quanta mudança o tempo traz
    Em sua atroz monotonia!
    Que é do teu riso de alegria?

    Foi bem cruel o teu desgosto.
    Essa tristeza é que mo diz...
    Ele marcou sobre o teu rosto
    A imperecível cicatriz:
    És triste até quando sorris...

    BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. 20ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. pp. 62-63.


    TEXTO 2 - QUESTÕES 4, 5, 6 e 7

    Um jogo de palavras

        Nunca a língua portuguesa esteve tão representada numa Copa do Mundo quanto nesta 18ª edição, na Alemanha. As presenças de Brasil, Angola e Portugal mobilizaram boa parte dos 205 milhões de falantes desses países.
        No Brasil, a influência do futebol é sentida na linguagem. Não só porque nosso vocabulário ficou elástico com as expressões do esporte que incorporamos no dia-a-dia. Nem pela movimentação inversa, com termos que tomam outro significado devido ao uso boleiro. O futebol está no léxico, mas também em nossa retórica, no espírito que sustenta a cultura, na música, na literatura, no cinema, enfim, na abordagem que fazemos do mundo.
        A relação criativa com as palavras é um dos diferenciais do nosso futebol. A começar pela idéia de que, quando o assunto é de fato importante para o brasileiro, como é a bola, nenhum estrangeirismo nos domina ̛ nós o dominamos. (...) Parte do inventário sociológico e cultural do país, o futebol imprime várias marcas na vida brasileira. A da linguagem não é menos notável.

    Revista Língua Portuguesa Especial, Carta ao Leitor, abril 2006.
  • Identifique o item que focaliza o núcleo temático do Texto 2.
  • 2 - Q36599.   Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar PE - IPAD - 2006
  • TEXTO 1 -  QUESTÕES 1, 2 e 3

    Três idades

    A primeira vez que te vi,
    Eu era menino e tu menina.
    Sorrias tanto... Havia em ti
    Graça de instinto, airosa e fina.
    Eras pequena, eras franzina...
    (...)
    Quando te vi segunda vez,
    Já eras moça, e com que encanto
    A adolescência em ti se fez!
    Flor e botão... Sorrias tanto...
    E o teu sorriso foi meu pranto...
    (...)
    Vejo-te agora. Oito anos faz,
    Oito anos faz que não te via...
    Quanta mudança o tempo traz
    Em sua atroz monotonia!
    Que é do teu riso de alegria?

    Foi bem cruel o teu desgosto.
    Essa tristeza é que mo diz...
    Ele marcou sobre o teu rosto
    A imperecível cicatriz:
    És triste até quando sorris...

    BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. 20ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. pp. 62-63.


    TEXTO 2 - QUESTÕES 4, 5, 6 e 7

    Um jogo de palavras

        Nunca a língua portuguesa esteve tão representada numa Copa do Mundo quanto nesta 18ª edição, na Alemanha. As presenças de Brasil, Angola e Portugal mobilizaram boa parte dos 205 milhões de falantes desses países.
        No Brasil, a influência do futebol é sentida na linguagem. Não só porque nosso vocabulário ficou elástico com as expressões do esporte que incorporamos no dia-a-dia. Nem pela movimentação inversa, com termos que tomam outro significado devido ao uso boleiro. O futebol está no léxico, mas também em nossa retórica, no espírito que sustenta a cultura, na música, na literatura, no cinema, enfim, na abordagem que fazemos do mundo.
        A relação criativa com as palavras é um dos diferenciais do nosso futebol. A começar pela idéia de que, quando o assunto é de fato importante para o brasileiro, como é a bola, nenhum estrangeirismo nos domina ̛ nós o dominamos. (...) Parte do inventário sociológico e cultural do país, o futebol imprime várias marcas na vida brasileira. A da linguagem não é menos notável.

    Revista Língua Portuguesa Especial, Carta ao Leitor, abril 2006.
  • Identifique o comentário correto quanto ao emprego dos sinais de pontuação, no segundo parágrafo do texto.
  • 3 - Q7348.   Direitos Humanos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar RO - FUNCAB - 2009
  • O direito à vida, previsto no caput do artigo 5º da Constituição Federal, é o mais fundamental de todos os direitos, já que se constitui em pré-requisito à existência e exercício de todos os demais direitos, como o direito à liberdade e à igualdade entre outros. A Constituição Federal proclama, portanto, o direito à vida cabendo ao Estado assegurá-lo sob seus dois aspectos:
  • 4 - Q7350.   Direitos Humanos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar RO - FUNCAB - 2009
  • A Emenda Constitucional nº 45/2004 trouxe uma importante inovação no campo dos direitos humanos, a qual vem contribuindo para uma maior efetivação de direitos humanos, consistente na atribuição de de norma constitucional:
  • 5 - Q7365.   Informática - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar RO - FUNCAB - 2009
  • No Windows XP, a alternativa que contém opções possíveis de apresentação do modo de exibição do Painel de Controle é:
  • 6 - Q7345.   Direitos Humanos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar RO - FUNCAB - 2009
  • Com relação ao histórico de formação dos Direitos Humanos no contexto global, é possível afirmar que tais atos ganharam grande relevância a partir de 1945, após a 2ª Guerra Mundial, uma vez que:
  • 7 - Q36595.   Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar PE - IPAD - 2006
  • TEXTO 1 -  QUESTÕES 1, 2 e 3

    Três idades

    A primeira vez que te vi,
    Eu era menino e tu menina.
    Sorrias tanto... Havia em ti
    Graça de instinto, airosa e fina.
    Eras pequena, eras franzina...
    (...)
    Quando te vi segunda vez,
    Já eras moça, e com que encanto
    A adolescência em ti se fez!
    Flor e botão... Sorrias tanto...
    E o teu sorriso foi meu pranto...
    (...)
    Vejo-te agora. Oito anos faz,
    Oito anos faz que não te via...
    Quanta mudança o tempo traz
    Em sua atroz monotonia!
    Que é do teu riso de alegria?

    Foi bem cruel o teu desgosto.
    Essa tristeza é que mo diz...
    Ele marcou sobre o teu rosto
    A imperecível cicatriz:
    És triste até quando sorris...

    BANDEIRA, Manuel. Estrela da vida inteira. 20ª ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1993. pp. 62-63.


    TEXTO 2 - QUESTÕES 4, 5, 6 e 7

    Um jogo de palavras

        Nunca a língua portuguesa esteve tão representada numa Copa do Mundo quanto nesta 18ª edição, na Alemanha. As presenças de Brasil, Angola e Portugal mobilizaram boa parte dos 205 milhões de falantes desses países.
        No Brasil, a influência do futebol é sentida na linguagem. Não só porque nosso vocabulário ficou elástico com as expressões do esporte que incorporamos no dia-a-dia. Nem pela movimentação inversa, com termos que tomam outro significado devido ao uso boleiro. O futebol está no léxico, mas também em nossa retórica, no espírito que sustenta a cultura, na música, na literatura, no cinema, enfim, na abordagem que fazemos do mundo.
        A relação criativa com as palavras é um dos diferenciais do nosso futebol. A começar pela idéia de que, quando o assunto é de fato importante para o brasileiro, como é a bola, nenhum estrangeirismo nos domina ̛ nós o dominamos. (...) Parte do inventário sociológico e cultural do país, o futebol imprime várias marcas na vida brasileira. A da linguagem não é menos notável.

    Revista Língua Portuguesa Especial, Carta ao Leitor, abril 2006.
  • Assinale os tópicos utilizados pelo poeta para desenvolver o tema.

    1. Marcação da passagem do tempo
    2. Ponderação sobre as amarguras da velhice
    3. Reminiscências da infância e adolescência
    4. Reflexão sobre o tempo perdido
    5. Elemento de ligação das partes do texto: sorriso

    Os tópicos assinalados são os de número:
  • 8 - Q7362.   Conhecimentos Gerais - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Bombeiro Militar - Bombeiro Militar RO - FUNCAB - 2009
  • A retomada da demanda da extração do látex na região do vale Madeira-Guaporé ocorreu em decorrência da 2ª Guerra Mundial pois: