Questões de Concursos - Enfermeiro para o PSF - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - Enfermeiro para o PSF - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


Acerca do gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS), julgue os itens a seguir.

Os RSS classificados como do grupo A são aqueles produzidos em áreas administrativas que não apresentam risco biológico, químico ou radiológico à saúde ou ao meio ambiente, podendo ser equiparados aos resíduos domiciliares.

Um homem de 34 anos de idade, internado em uma enfermaria clínica por infarto agudo do miocárdio (IAM), queixou-se de dor intensa precordial e, em seguida, perdeu a consciência. Após avaliação da equipe que o atendia, foi detectada parada cardiorrespiratória (PCR) e iniciadas as manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP).

Acerca dessa situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

A primeira manobra de RCP da equipe que assiste o paciente deverá ser de iniciar a massagem cardíaca externa, por se tratar de um paciente com IAM.

Acerca do gerenciamento dos resíduos de serviços de saúde (RSS), julgue os itens a seguir.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), juntamente com o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA), têm buscado orientar, definir regras e regular a conduta dos diferentes agentes, no que se refere à geração e ao manejo dos RSS.

Ao adotar práticas de assepsia, os profissionais de saúde podem deter a disseminação de microrganismo e minimizar as ameaças de infecção. Com referência a esse assunto, julgue os próximos itens.

A higiene das mãos é a maneira mais eficaz de atuar na prevenção da disseminação de microrganismo.

Uma mulher de 58 anos de idade, após queda da própria altura, teve o membro inferior esquerdo imobilizado por 8 dias. Ela é fumante desde os 18 anos de idade, tem vida sedentária, obesidade, e, no décimo dia após o acidente, deu entrada no pronto socorro com dor na panturrilha direita, edema depressível intenso e sinal de Homans positivo. Outros sintomas gerais envolviam mal-estar, febre e taquicardia. Após avaliação médica e realização de exames, a mulher foi hospitalizada para tratamento de trombose venosa profunda (TVP).

Considerando a situação hipotética apresentada, julgue os próximos itens.

A paciente em questão deve ser orientada a realizar repouso no leito com elevação do membro inferior a fim de melhorar o edema, manter os trombos aderidos à parede venosa e evitar a embolia pulmonar.

A respeito da assistência de enfermagem ao paciente com prótese, julgue os próximos itens.

Dor aguda, encurtamento da perna, incapacidade de mover a perna, sensação de estalido no quadril e rotação anormal são sinais e sintomas que identificam a luxação da prótese de quadril.

Uma mulher de 58 anos de idade, após queda da própria altura, teve o membro inferior esquerdo imobilizado por 8 dias. Ela é fumante desde os 18 anos de idade, tem vida sedentária, obesidade, e, no décimo dia após o acidente, deu entrada no pronto socorro com dor na panturrilha direita, edema depressível intenso e sinal de Homans positivo. Outros sintomas gerais envolviam mal-estar, febre e taquicardia. Após avaliação médica e realização de exames, a mulher foi hospitalizada para tratamento de trombose venosa profunda (TVP).

Considerando a situação hipotética apresentada, julgue os próximos itens.

O sinal de Homans positivo, forte indicador de TVP, é constatado colocando-se o paciente com a perna estendida sobre uma superfície e solicitando que ele eleve o membro. Na situação hipotética apresentada, a paciente relata dor na panturrilha e não consegue manter a elevação do membro afetado, o que confirma o sinal de Homans positivo.

As infecções hospitalares representam um sério problema de saúde pública. O conhecimento acerca dos riscos de transmissão de infecções e das formas corretas a serem empregadas no processamento de cada artigo utilizado é imprescindível. Com relação às infecções hospitalares, julgue os itens seguintes.

Os indicadores biológicos podem ser utilizados, a exemplo do teste de Bowie-Dick, para autoclaves.

Um homem de 34 anos de idade, internado em uma enfermaria clínica por infarto agudo do miocárdio (IAM), queixou-se de dor intensa precordial e, em seguida, perdeu a consciência. Após avaliação da equipe que o atendia, foi detectada parada cardiorrespiratória (PCR) e iniciadas as manobras de ressuscitação cardiopulmonar (RCP).

Acerca dessa situação hipotética, julgue os itens que se seguem.

O paciente deve ser colocado em decúbito dorsal em uma superfície rígida com as vias aéreas permeáveis. Deve-se promover a dorsoflexão da cabeça com progressão anterior da mandíbula e aspirar secreções, caso estejam presentes na orofaringe.

Uma mulher de 22 anos de idade deu entrada no hospital com quadro de nefrolitíase associado à hidronefrose e pielonefrite. Ela tem, há 4 anos, quadro de dor lombar à esquerda, com cólica episódica, de grande intensidade, associada a náuseas, vômitos e perda de peso. Há seis meses, foi realizado ultrassom de rins e vias urinárias que apontou litíase, hidronefrose no rim esquerdo e nefropatia parenquimatosa no rim direito. O quadro evoluiu com piora da função renal, alterações na urinálise de 24 horas para o clearance de creatinina, e uremia. Refere último episódio de cólica nefrética há 15 dias. Nessa admissão, ela nega náuseas, vômitos, dores ou febre, e encontra-se em regular estado geral, hipocorada, hidratada, acianótica, lúcida, orientada, sem anormalidades na ausculta cardíaca e pulmonar. A frequência cardíaca avaliada foi de 80 batimentos por minuto, a frequência respiratória de 16 movimentos por minuto e a pressão arterial de 130 mmHg x 80 mmHg. Peso corporal de 50,5kg e altura de 1,56 metros. O abdome mostra-se plano, indolor à palpação, normotenso, sem sinais de peritonite ou visceromegalias. Não há queixas gastrointestinais. Os exames laboratoriais indicaram taxas elevadas de uréia e creatinina, leucocitose e anemia. Iniciado antibioticoterapia – ceftriaxona. Com o agravamento da condição, a paciente foi submetida à hemodiálise. Instalado um cateter de duplo lúmen em veia subclávia direita. Programada realização de fístula arteriovenosa. Queixa-se de fadiga, falta de ar, dificuldades para dormir e refere estar preocupada com sua situação e a perspectiva de vir a se submeter à procedimento cirúrgico.

Acerca dessa situação hipotética, julgue os itens a seguir.

A fístula programada da paciente caracteriza-se por ser um acesso mais permanente e representa a introdução, por via subcutânea, de um material de enxerto biológico ou sintético que permite a anastomose da artéria e da veia, a fim de tornar viável a instalação de agulhas para a realização da hemodiálise.