Questões de Concursos Investigador Policial

Resolva Questões de Concursos Investigador Policial Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 2 - Questão 4744.   Português - Nível Superior - Investigador Policial - Polícia Civil SP - 2009
  • As questões de números 1, 2, 3, 4 e 5 referem-se ao texto abaixo.

    “Intensas erupções solares e tempestades
    geomagnéticas ejetam grandes quantidades de íons –
    partículas eletricamente carregadas – ao espaço.
    Quando essas partículas atingem o campo magnético
    da Terra, causam o belo espetáculo atmosférico das
    auroras polares, mas derrubam a comunicação com
    os satélites”.
  • As palavras “magnético”, “carregadas”, “tempestades” e “auroras” apresentam, respectivamente,
  • 3 - Questão 1335.   Informática - Nível Médio - Investigador Policial - Polícia Civil RJ - NCE
  • A respeito da arquitetura dos microcomputadores padrão PC, são feitas as afirmativas abaixo.

    I – O barramento local liga o processador à memória RAM, enquanto que os barramentos de I/O, como o ISA, permitem a ligação de dispositivos periféricos ao microcomputador.
    II – A memória cache de um processador permite que ele simule a memória RAM em um arquivo do disco rígido.
    III – O canal IDE permite que dispositivos acessem diretamente a memória RAM e a memória ROM do microcomputador, sem a necessidade de usar o processador para esta tarefa.

    Está(ão) correta(s) a(s) afirmativa(s):
  • 4 - Questão 1375.   Português - Nível Médio - Investigador Policial - Polícia Civil RJ - CESGRANRIO
  • Texto III

    Ainda é cedo amor
    Mal começaste a conhecer a vida
    Já anuncias a hora da partida
    Sem saber mesmo o rumo que irás tomar

    Preste atenção querida
    Embora eu saiba que estás resolvida
    Em cada esquina cai um pouco a sua vida
    Em pouco tempo não serás mais o que és

    Ouça-me bem, amor
    Preste atenção o mundo é um moinho
    Vai triturar teus sonhos tão mesquinhos
    Vai reduzir as ilusões a pó

    Preste atenção querida
    De cada amor tu herdarás só o cinismo
    Quando notares estás à beira do abismo
    Abismo que cavaste com teus pés

    Cartola
  • Sobre a linguagem utilizada pelo autor do Texto III, podem ser citadas algumas características:

    I – linguagem figurada;
    II – imagens realistas;
    III – tom descritivo.

    É(São) correta(s) apenas a(s) característica(s):
  • 5 - Questão 4747.   Português - Nível Superior - Investigador Policial - Polícia Civil SP - 2009
  • As questões de números 1, 2, 3, 4 e 5 referem-se ao texto abaixo.

    “Intensas erupções solares e tempestades
    geomagnéticas ejetam grandes quantidades de íons –
    partículas eletricamente carregadas – ao espaço.
    Quando essas partículas atingem o campo magnético
    da Terra, causam o belo espetáculo atmosférico das
    auroras polares, mas derrubam a comunicação com
    os satélites”.
  • Assinale a alternativa que preenche, correta e respectivamente, as lacunas das frases.

    _____________ a testemunha não compareceu ao distrito policial?
    - Não sei o ______, talvez seja ___________ esteja sendo ameaçada.
  • 6 - Questão 4699.   Direito Penal - Noções de Criminologia - Nível Superior - Investigador Policial - Polícia Civil SP - 2009
  • O indivíduo abúlico é aquele cuja personalidade psicopática se caracteriza
  • 7 - Questão 1324.   Direito Constitucional - Nível Médio - Investigador Policial - Polícia Civil RJ - CESGRANRIO
  • Entre os direitos e deveres individuais e coletivos previstos na Constituição Federal, inclui-se a plena liberdade de associação para fins lícitos, vedada a de caráter paramilitar. Nesse contexto, a criação de associações independe de autorização, sendo vedada a interferência estatal em seu funcionamento, ressalvada a possibilidade de serem compulsoriamente dissolvidas por:
  • 8 - Questão 1350.   Português - Nível Médio - Investigador Policial - Polícia Civil RJ - CESGRANRIO
  • Texto I
         Quanto mais nos vemos no espelho, mais dificuldade
    temos, como brasileiros, de achar um foco para
    nossa imagem. Pelo menos, nossa imagem como povo.
    (...)
         Nossa identidade é assunto polêmico desde tempos
    remotos. Quando o escritor Mário de Andrade deu
    vida ao espevitado e contraditório personagem
    Macunaíma, em 1928, nosso herói sem nenhum caráter
    já andava desesperadamente à procura dela. Ele sabia
    que havia algo de brasileiro no ar e foi buscar indícios
    desses traços na riqueza da cultura popular. (...) No final
    dos anos 80, o antropólogo Darcy Ribeiro continuava indagando:
    “E não seria esta alegria – além da mestiçagem
    alvoroçada, da espantosa uniformidade cultural e do brutal
    desgarramento classista – uma das características
    distintivas dos brasileiros? Seria a compensação dialética
    à que o povo se dá da vida azarosa, famélica e triste que
    lhe impõem?”
         Ninguém ainda respondeu a contento à questão.
    O historiador Sérgio Buarque de Holanda, em Raízes do
    Brasil (1936), foi buscar na origem portuguesa os traços
    que fazem do brasileiro um brasileiro: o estilo cordial,
    hospitaleiro, pacato e resignado, em um povo que herdou
    a bagunça lusa. Mas será que todo brasileiro vê essa
    imagem no espelho? Ser apenas o povo do futebol, do
    samba e das mais belas mulheres do mundo basta?
    Aliás, será que somos isso mesmo? (...)

    SCAVONE, Míriam. In: Porto Seguro Brasil. Conteúdo fornecido e produzido pela Editora Abril S.A. (SP).
  • No Texto I, o trecho atribuído a Darcy Ribeiro (l. 11-18) se caracteriza por:
  • 9 - Questão 1357.   Direito Penal - Nível Médio - Investigador Policial - Polícia Civil RJ - CESGRANRIO
  • À luz da Lei no 8.072/90, NÃO constitui crime hediondo:
  • 10 - Questão 4737.   Português - Nível Superior - Investigador Policial - Polícia Civil SP - 2009
  • De acordo com língua culta escrita, assinale a
  • Os juízes da infância e da juventude, em colaboração com os conselhos tutelares, fixaram, para a circulação noturna de crianças e adolescentes, condições. O significado da frase acima está corretamente expresso em: