Questões de Concursos Médico Veterinário

Resolva Questões de Concursos Médico Veterinário Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 46048.   Veterinária - Bovinocultura - Nível Superior - Médico Veterinário - Banco da Amazônia - CESPE - 2010
  • No que concerne às características técnicas de um projeto de construção e instalação de um abatedouro frigorífico de bovinos, julgue os itens de 71 a 80.

    Dentro da sala de abate, a iluminação pode ser natural ou artificial, desde que a iluminação artificial seja de coloração azul (da área de insensibilização até o início dos procedimentos de esfola), com o objetivo de minimizar a condição de estresse pré-abate que são submetidos os animais nesses pontos.
  • 2 - Questão 46195.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - MAPA - ESAF - 2017
  • Assinale a opção que relaciona corretamente uma doença de notificação obrigatória com a espécie animal alvo, segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
  • 3 - Questão 35326.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - IFRJ - BIO-RIO - 2015
  • Observe as afirmativas a seguir, sobre a contenção de aves:

    I. Segurar o corpo da ave, impedindo o movimento do esterno, vai bloquear o movimento da musculatura de voo, sendo assim a forma ideal e mais segura para a contenção física de aves.
    II. O isoflurano é o agente mais seguro e eficaz para imobilizar pássaros pequenos e médios para a realização de procedimentos diagnósticos e terapêuticos.
    III. Caso agentes inalatórios não estejam disponíveis, a quetamina é o agente injetável padrão para a imobilização e anestesia de pássaros. O propofol também pode ser empregado, tendo elevada qualidade anestésica.

    Assinale a alternativa correta:
  • 4 - Questão 46014.   Informática - Nível Superior - Médico veterinário - Banco da Amazônia - CESPE - 2010
  • A respeito da utilização de aplicativos dos ambientes Microsoft Office e BROffice, julgue os itens de 39 a 43.

    No Excel, a alça de preenchimento é utilizada para a duplicação de um dado inserido em uma célula para as demais células na direção em que o usuário arrastar o mouse, seja de cima para baixo, da direita para a esquerda ou na diagonal.
  • 5 - Questão 46092.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - UEM - UEM - 2017
  • Você atendeu um cão de 3 anos de idade, SRD, apresentando vários episódios de vômito nas últimas 48 horas, abdômen levemente dolorido na região epigástrica, temperatura 38°C e desidratação de 5%. Qual sua principal suspeita?
  • 6 - Questão 46430.   Enfermagem - Nível Superior - Médico Veterinário - SES MG - FUNCAB - 2015
  • A vigilância de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) exige estratégias específicas, integradas e complementares entre si. Em geral, no campo das DCNT"s, a morbidade e a mortalidade refletem risco acumulado durante toda a vida e tendem a mudar lentamente, a partir de intervenções específicas, pois os eventos abordados são doenças que apresentam longos períodos de indução e latência. As DCNT"s apresentam fatores de riscos, conforme apresentado na coluna I. Estabeleça a correta correspondência com os determinantes da coluna II.

    Coluna I
    1. Fatores de risco não modificáveis
    2. Fatores de risco comportamentais
    3. Fatores de risco intermediários

    Coluna II
    ( ) tabagismo
    ( ) idade
    ( ) alimentação
    ( ) diabetes
    ( ) inatividade física

    A sequência correta é:
  • 7 - Questão 46331.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - Prefeitura de Piraquara PR - CEC - 2014
  • No controle das doenças dos animais, a taxa de letalidade:
  • 8 - Questão 35337.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - IFRJ - BIO-RIO - 2015
  • São indicações para a cirurgia de ruminotomia, EXCETO:
  • 9 - Questão 46403.   Português - Nível Superior - Médico Veterinário - SES MG - FUNCAB - 2015
  •                                            Uma velhinha 

         Quem me dera um pouco de poesia, esta manhã, de simplicidade, ao menos para descrever a velhinha do Westfália! É uma velhinha dos seus setenta anos, que chega todos os dias ao Westfália (dez e meia, onze horas), e tudo daquele momento em diante começa a girar em torno dela. Tudo é para ela. Quem nunca antes a viu, chama o garçom e pergunta quem ela é. Saberá, então, que se trata de uma velhinha “de muito valor", professora de inglês, francês e alemão, mas “uma grande criadora de casos". 

          Não é preciso perguntar de que espécie de casos, porque, um minuto depois, já a velhinha abre sua mala de James Bond, de onde retira, para começar, um copo de prata, em seguida, um guardanapo, com o qual começa a limpar o copo de prata, meticulosamente, por dentro e por fora. Volta à mala e sai lá de dentro com uma faca, um garfo e uma colher, também de prata. Por último o prato, a única peça que não é de prata. Enquanto asseia as “armas" com que vai comer, chama o garçom e manda que leve os talheres e a louça da casa. Um gesto soberbo de repulsa. 

          O garçom (brasileiro) tenta dizer alguma coisa amável, mas ela repele, por considerar (tinha razão) a pronúncia defeituosa. E diz, em francês, que é uma pena aquele homem tentar dizer todo dia a mesma coisa e nunca acertar. Olha-nos e sorri, absolutamente certa de que seu espetáculo está agradando. Pede um filet e recomenda que seja mais bem do que malpassado. Recomenda pressa, enquanto bebe dois copos de água mineral. Vem o filet e ela, num resmungo, manda voltar, porque está cru. Vai o filet, volta o filet e ela o devolve mais uma vez alegando que está assado demais. Vem um novo filet e ela resolve aceitar, mas, antes, faz com os ombros um protesto de resignação. 

          Pela descrição, vocês irão supor que essa velhinha é insuportável. Uma chata. Mas não. É um encanto. Podia ser avó da Grace Kelly. Uma mulher que luta o tempo inteiro pelos seus gostos. Não negocia sua comodidade, seu conforto. Não confia nas louças e nos talheres daquele restaurante de aparência limpíssima. Paciência, traz de sua casa, lavados por ela, a louça, os talheres e o copo de prata. Um dia o garçom lhe dirá um palavrão? Não acredito. A velhinha tão bela e frágil por fora, magrinha como ela é, se a gente abrir, vai ver tem um homem dentro. Um homem solitário, que sabe o que quer e não cede “isso" de sua magnífica solidão. 

    (MARIA, Antônio. “Com Vocês, Antônio Maria". Rio de Janeiro: Editora Paz e Terra, 1964, p. 262.) 
  • “Enquanto asseia as ‘armas" com que vai comer, chama o garçom e manda que leve os talheres e a louça da casa.” (§2)
    Em relação à estrutura do período composto acima, são feitas as seguintes afirmativas:

    I. Trata-se de período composto por coordenação e subordinação, constituído de cinco orações.
    II. A 1ª oração “Enquanto asseia as ‘armas’ ” classifica-se como subordinada adverbial temporal.
    III. A 2ª oração “com que vai comer” classifica-se como subordinada substantiva objetiva indireta.
    IV. A 3ª oração “chama o garçom” classifica-se como principal à 1ª oração e coordenada à 4ª oração.
    V. A 4ª oração “e manda” classifica-se como principal à 5ª oração e coordenada à 3ª oração.
    VI. A 5ª oração “que leve os talheres e a louça da casa ” classifica-s e como subordinada substantiva objetiva direta.

    Das afirmativas acima, estão corretas:
  • 10 - Questão 46118.   Veterinária - Nível Superior - Médico Veterinário - UEM - UEM - 2017
  • Assinale a alternativa incorreta quanto ao Megaesôfago em cães.