Questões de Concursos Recepcionista

Resolva Questões de Concursos Recepcionista Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 28968.   Português - Nível Médio - Recepcionista - Prefeitura de Betim MG - 2015
  • Publicidade infantil: entenda quais são os perigos

         Por ser um público extremamente sugestionável, persuadido com facilidade, as crianças são vistas pelas empresas como parte relevante do mercado. Para o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), tendo como base o artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor, a publicidade direcionada ao público infantil é abusiva pois se aproveita da deficiência de julgamento da criança. O Conselho Federal de Psicologia afirma que “além da menor experiência de vida e de menor acúmulo de conhecimentos, a criança ainda não possui a sofisticação intelectual para abstrair as leis (físicas e sociais) que regem esse mundo, para avaliar criticamente os discursos que outros fazem a seu respeito".
         Segundo a advogada do Idec Mariana Ferraz, a criança é muito sensível às práticas de marketing. A problemática fica ainda maior quando a publicidade estimula padrões de consumo alimentares não saudáveis.
         No caso do setor alimentício, muitas empresas lançam mão de práticas desleais, como a associação da alimentação a brinquedos, ou utilização de linguagem lúdica própria ao universo infantil em suas peças publicitárias. “A OMS (Organização Mundial da Saúde) já se pronunciou pela necessidade da regulação da publicidade de alimentos e, em 2012, a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) publicou recomendações http://www.idec.org.br/em-acao/em-foco/idec-cobra-do-governo-regulaco-da-publicidade-infantil para a regulação da publicidade de alimentos não saudáveis direcionada às crianças. Resta que os governos adotem essas recomendações e implementem políticas para regrar a publicidade direcionada às crianças", afirma a advogada.
         Desde 2005, a OMS reconhece a comercialização de alimentos não saudáveis para a população infantil como um fator que contribui para o aumento dos níveis de obesidade e sobrepeso. Embora alguns acordos diretos com empresas do setor alimentício tenham sido fechados, o órgão tem ressaltado que cabe aos governos a responsabilidade de garantir a tomada de medidas efetivas, bem como o monitoramento dos acordos de restrição da publicidade de alimentos não saudáveis voltados às crianças.
         “O Idec entende que toda publicidade que tem o público infantil como interlocutor desrespeita o princípio da identificação, pois a criança não tem condições de analisar criticamente o interesse mercadológico que existe por trás da informação direcionada a ela. Por ser hipervulnerável às práticas de marketing, esse público merece especial proteção", defende Mariana.

    Disponível em http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/publicidade-infantil-entenda-quais-so-os-perigos Acesso em 04 set. 2015.
  • No trecho, retirado do 1º parágrafo do texto, “além da menor experiência de vida e de menor acúmulo de conhecimentos, a criança ainda não possui a sofisticação intelectual para abstrair as leis (físicas e sociais) que regem esse mundo, para avaliar criticamente os discursos que outros fazem a seu respeito", as aspas foram usadas para indicar
  • 2 - Questão 47034.   Secretariado - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • De acordo com as afirmativas abaixo identifique o que é comportamento ÉTICO e NÃO ÉTICO. Considere (1) como ético e (2) como não ético.
     
    1. ÉTICO;
    2. NÃO ÉTICO.
     
    ( ) Educação e respeito entre funcionários;
    ( ) Atitudes que visam criar clima desagradável com os demais funcionários;
    ( ) Difamação dos colegas de trabalhos;
    ( ) Durante o horário de trabalho, evitar conversas de assuntos pessoais.
     
    Assinale a opção correta na ordem de cima para baixo.
  • 3 - Questão 47062.   Raciocínio Lógico - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • A bota é preta, ou o sapato é branco ou o tênis é verde. Se o sapato é branco, então o chinelo é marrom. Se a sapatilha é dourada, então o chinelo não é marrom. Se o tênis é verde, então a sapatilha não é dourada. Ora, a sapatilha é dourada. Então:
  • 4 - Questão 47043.   Secretariado - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • O modo como falar no atendimento, entonação da voz, tem a capacidade de permitir a revelação de sentimentos, assim como o olhar. Independentemente de o atendimento ser realizado pessoalmente ou por telefone é através da voz que será realizado. Falar é uma ação cotidiana e requer cuidados assim como outros aspectos.
    O atendimento deve ser realizado de forma objetiva e com informações claras.
    Tratando-se de atendimento, marque (V) paras as afirmativas verdadeiras e (F) para as afirmativas falsas:
     
    ( ) O atendimento tem o papel de identificar necessidades e solucioná-las. Pode ser considerado como primeiro passo, no atendimento telefônico, evitar que o telefone toque diversas vezes antes da ligação ser atendida;
    ( ) Fluência verbal, linguagem culta e boa dicção são indispensáveis;
    ( ) Diante da necessidade de transferir uma ligação, é correto entrar em contato para adiantar o assunto e em seguida concluir transferência;
    ( ) Interromper o atendimento telefônico quando a outra linha estiver tocando;
    ( ) Sorriso na voz, mas de forma não exagerada;
    ( ) Identificar-se em todas as ligações;
    ( ) Ouvir atentamente a solicitação evitando descontinuidade.

    A sequência correta é:
  • 6 - Questão 26663.   Matemática - Nível Médio - Recepcionista - CODAR - EXATUS PR - 2016
  • Considere os conjuntos reais A = {x; x é número par menor que 20} e B = {x; x possui raiz quadrada menor que 12}, é correto afirmar que:
  • 7 - Questão 28965.   Português - Nível Médio - Recepcionista - Prefeitura de Betim MG - 2015
  • Publicidade infantil: entenda quais são os perigos

         Por ser um público extremamente sugestionável, persuadido com facilidade, as crianças são vistas pelas empresas como parte relevante do mercado. Para o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), tendo como base o artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor, a publicidade direcionada ao público infantil é abusiva pois se aproveita da deficiência de julgamento da criança. O Conselho Federal de Psicologia afirma que “além da menor experiência de vida e de menor acúmulo de conhecimentos, a criança ainda não possui a sofisticação intelectual para abstrair as leis (físicas e sociais) que regem esse mundo, para avaliar criticamente os discursos que outros fazem a seu respeito".
         Segundo a advogada do Idec Mariana Ferraz, a criança é muito sensível às práticas de marketing. A problemática fica ainda maior quando a publicidade estimula padrões de consumo alimentares não saudáveis.
         No caso do setor alimentício, muitas empresas lançam mão de práticas desleais, como a associação da alimentação a brinquedos, ou utilização de linguagem lúdica própria ao universo infantil em suas peças publicitárias. “A OMS (Organização Mundial da Saúde) já se pronunciou pela necessidade da regulação da publicidade de alimentos e, em 2012, a Opas (Organização Pan-Americana da Saúde) publicou recomendações http://www.idec.org.br/em-acao/em-foco/idec-cobra-do-governo-regulaco-da-publicidade-infantil para a regulação da publicidade de alimentos não saudáveis direcionada às crianças. Resta que os governos adotem essas recomendações e implementem políticas para regrar a publicidade direcionada às crianças", afirma a advogada.
         Desde 2005, a OMS reconhece a comercialização de alimentos não saudáveis para a população infantil como um fator que contribui para o aumento dos níveis de obesidade e sobrepeso. Embora alguns acordos diretos com empresas do setor alimentício tenham sido fechados, o órgão tem ressaltado que cabe aos governos a responsabilidade de garantir a tomada de medidas efetivas, bem como o monitoramento dos acordos de restrição da publicidade de alimentos não saudáveis voltados às crianças.
         “O Idec entende que toda publicidade que tem o público infantil como interlocutor desrespeita o princípio da identificação, pois a criança não tem condições de analisar criticamente o interesse mercadológico que existe por trás da informação direcionada a ela. Por ser hipervulnerável às práticas de marketing, esse público merece especial proteção", defende Mariana.

    Disponível em http://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/publicidade-infantil-entenda-quais-so-os-perigos Acesso em 04 set. 2015.
  • Assinale a alternativa em que há relação CORRETA entre o parágrafo e seu objetivo principal.
  • 8 - Questão 47054.   Português - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • Leia o texto a seguir para responder a questão.
     
                                             Texto 2 – O sucesso da mala
     
    Respiro ofegante. Trago nas mãos uma pequena mala e uma agenda tinindo de nova. É meu primeiro dia de aula. Venho substituir uma professora que teve que se ausentar "por motivo de força maior". Entro timidamente na sala dos professores e sou encarada por todos. Uma das colegas, tentando me deixar mais à vontade, pergunta:
    - É você que veio substituir a Edith?
    - Sim - respondo num fio de voz.
    - Fala forte, querida, caso contrário vai ser tragada pelos alunos - e morre de rir.
    - Ela nem imagina o que a espera, não é mesmo? - e a equipe toda se diverte com a minha cara.
    Convidada a me sentar, aceito para não parecer antipática. Eles continuam a conversar como se eu não estivesse ali. Até que, finalmente, toca o sinal. É hora de começar a aula. Pego meu material e percebo que me olham curiosos para saber o que tenho dentro da mala. Antes que me perguntem, acelero o passo e sigo para a sala de aula. Entro e vejo um montão de olhinhos curiosos a me analisar que, em seguida, se voltam para a maleta. Eu a coloco em cima da mesa e a abro sem deixar que vejam o que há lá dentro.
    - O que tem aí, professora?
    - Em breve vocês saberão.
    No fim do dia, fecho a mala, junto minhas coisas e saio. No dia seguinte, me comporto da mesma maneira, e no outro e no noutro... As aulas correm bem e sinto que conquistei a classe, que participa com muito interesse. Os professores já não me encaram. A mala, porém, continua sendo alvo de olhares curiosos.
    Chego à escola no meu último dia de aula. A titular da turma voltará na semana seguinte. Na sala dos professores ouço a pergunta guardada há tantos dias:
    - Afinal, o que você guarda de tão mágico dentro dessa mala que conseguiu modificar a sala em tão pouco tempo?
    - Podem olhar - respondo, abrindo o fecho.
    - Mas não tem nada aí! - comentam.
    - O essencial é invisível aos olhos. Aqui guardo o meu melhor.
    Todos ficam me olhando. Parecem estar pensando no que eu disse. Pego meu material, me despeço e saio.
     
    Cybele Meyer

    São objetivos do texto, exceto:
  • 9 - Questão 47050.   Português - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • Leia o texto a seguir para responder a questão.
                                           
                                                               Texto 1
     
    Gostar de política não é uma opção, mas uma necessidade. Primeiro, porque o cidadão precisa de um conhecimento político para escolher seu candidato. Depois, porque a política está presente na escola, no trabalho, enfim, na vida. Logo, torna-se fundamental o gosto por ela, pois é ela que rege a nossa existência.
     
    Sidomar F. Vieira, Ufam, 2008.

    Observe este trecho:
    “Gostar de política não é uma opção, mas uma necessidade".
    O termo destacado representa uma conjunção:
  • 10 - Questão 47045.   Secretariado - Nível Médio - Recepcionista - ISGH - INSTITUTO PRÓ-MUNICÍPIO - 2015
  • Devido as necessidades da organização ou empresa, o arquivo faz parte da rotina do(a) Recepcionista. Sobre arquivo, analise as afirmativas abaixo e coloque (V) para a as verdadeiras e (F) para as falsas:
     
    ( ) A função básica do arquivo é proporcionar informação precisa e rápida ao usuário; Para isso, a organização e cuidados no armazenamento são medidas indispensáveis;
    ( ) Arquivar é um ato do presente com visão no futuro, pois posteriormente os documentos retidos e armazenados poderão ser necessários para futuras consultas;
    ( ) É um aliado à organização e monitoramento dos documentos de uma empresa, traz como benefícios, por exemplo, a adequada organização física, descarte de documentos não mais necessários e preservação de documentos. Podem ser classificados como corrente, intermediária e permanente;
    ( ) Os tipos de arquivo podem ser classificados em três: 1ª idade , 2ª idade e 3ª idade.

    A sequência correta é: