Questões de Concursos Soldado Bombeiro Militar

Resolva Questões de Concursos Soldado Bombeiro Militar Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q16327.   História - Nível Superior - Soldado Bombeiro Militar - Bombeiro Militar SC - MS CONCURSOS - 2013
  • A Nova Ordem Mundial ou Nova Ordem Geopolítica Mundial significa o plano geopolítico internacional das correlações de poder e força entre as Nações no pós Guerra Fria. A Geopolítica atual é representada, principalmente, pelos seguintes atores:
  • 2 - Q8190.   Direitos Humanos - Noções de Direitos Humanos - Nível Médio - Soldado Bombeiro Militar - Bombeiro Militar PI - UESPI - 2014
  • São “Direitos Sociais” previstos na Constituição Federal de 1988:
  • 3 - Q16289.   Biologia - Nível Médio - Soldado Bombeiro Militar - Bombeiro Militar DF - CESPE - 2011
  • Uma das muitas atribuições do corpo de bombeiros tem sido o combate a incêndios na vegetação nativa. No planalto central brasileiro, em vista do período de seca sazonal, os incêndios são preocupação constante devido ao potencial de resultar em degradação do bioma dessa região. A respeito desse tema e do bioma em questão, julgue os itens de 61 a 68.
  • A passagem do fogo pode favorecer a herbivoria.
  • 8 - Q9237.   Legislação Estadual - Legislação Estadual de Goiás - Nível Superior - Soldado Bombeiro Militar - Bombeiro Militar GO - SOUSÂNDRADE - 2010
  • Nos termos do art. 122 da Constituição do Estado de Goiás, é INCORRETO afirmar que
  • 10 - Q16507.   Português - Interpretação de Textos - Nível Médio - Soldado Bombeiro Militar - Bombeiro Militar GO - SOUSÂNDRADE - 2010
  • TEXTO A

    “Cada homem é uma raça.” A frase, título de um livro do escritor moçambicano Mia Couto, sintetiza a ideia de que cada indivíduo tem sua história, seu repertório cultural, seus desejos, suas preferências pessoais e, é claro, uma aparência física própria que, no conjunto, fazem dele um ser único. Rótulos raciais são, portanto, arbitrários e injustos. Mia Couto, com sua concepção universalista da humanidade, é citado algumas vezes em Uma Gota de Sangue - História do Pensamento Racial (Contexto; 400 páginas; 49,90 reais), do sociólogo paulistano Demétrio Magnoli, recém-chegado às livrarias. Trata-se de uma dessas obras ambiciosas, raras no Brasil, que partem de um esforço de pesquisa histórica monumental para elucidar um tema da atualidade. Magnoli estava intrigado com o avanço das cotas para negros no Brasil e resolveu investigar a raiz dessas medidas afirmativas. O resultado é uma análise meticulosa da evolução do conceito racial no mundo. Descobre-se em Uma Gota de Sangue que as atuais políticas de cotas derivam dos mesmos pressupostos clássicos sobre raça que embasaram, num passado não tão distante, a segregação oficial de negros e outros grupos. A diferença é que, agora, esse velho pensamento assume o nome de multiculturalismo - a ideia de que uma nação é uma colcha de retalhos de etnias que formam um conjunto, mas não se misturam. É o racismo com nova pele.
    Em todos os povos ou períodos da história, a sensação de pertencimento a uma comunidade sempre foi construída com base nas diferenças em relação aos que estão de fora, “os outros”.

    Diogo Schelp IN: Revista Veja, 2 set 2009.
  • Está clara, coerente e correta, segundo a norma padrão, a redação de um dos comentários formulados abaixo sobre o texto A. Identifique a opção em que se encontra essa redação.