Questões de Concursos - Técnico de enfermagem - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - Técnico de enfermagem - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


Em uma escola, foi realizada uma pesquisa e constatou- se que apenas 20% dos pais compareceram à primeira reunião bimestral. Os gestores realizaram uma segunda reunião para os pais que não compareceram à primeira e a presença foi de 50% dos que ainda não tinham comparecido, totalizando 480 pais. Considerando esses dados, assinale a alternativa que apresenta a quantidade de pais que não compareceram às reuniões.
Texto associado.
Pedro Nava expõe lado humano da medicina 
MOACYR SCLIAR 
Estudante de medicina, assisti em Porto Alegre a uma conferência de um então famoso reumatologista, o doutor Pedro Nava (1903-1984). Àquela altura eu já escrevia, e julgava-me razoavelmente familiarizado com a literatura brasileira. Mas eu não conhecia Nava como escritor. Explicável: era o típico poeta bissexto. Publicava raramente, ainda que tivesse estreado em 1924 com os modernistas mineiros e ainda que Pablo Neruda tivesse considerado o seu "Defunto" ("Meus amigos, tenham pena/ senão do morto, ao menos dos sapatos do morto/ dos seus incríveis, patéticos/ sapatos pretos de verniz") o maior poema da língua portuguesa. Agora, o sobrinho de Pedro Nava, o também médico Paulo Penido, reúne, em "O Anfiteatro", textos sobre medicina, na maioria extraídos da obra memorialística de Nava, que aliás fazia uma diferença entre memorialista ("conta o que quer") e historiador ("deve contar o que sabe "). Mas, sendo memorialista, Nava é também historiador, não só porque alude a episódios como a Revolução de 1932, como também porque suas memórias evocam a trajetória da medicina ao longo de boa parte do século 20, graças a uma abrangente experiência, iniciada no interior de Minas: "Clínico de roça, fui médico, operador e parteiro (...). Entrei em todas as casas, desde a choça do sertão e do barraco dos morros aos solares dos ricos e aos palácios presidenciais. Vi todas as agonias da carne e da alma. Todas as misérias do pobre corpo humano". Descreve depois as aventuras do dr. Egon (que, como o nome sugere, funciona como alter ego), o atendimento realizado em condições precárias: para fazer um parto, o médico precisa primeiro remover folhas de urucum colocadas na vagina da parturiente; para atender um enfermo, retira o cataplasma de bosta de vaca nele colocado. E os desafios são grandes, nesta área de doenças endêmicas, em que a malária é frequente. Mais tarde, Pedro Nava se muda para o Rio, torna-se chefe da Policlínica Central (o "Anfiteatro" do título é o lugar onde ele organizava as reuniões clínicas). Médicos-escritores não são figuras raras na história da medicina: foi o caso de Rabelais, de Anton Tchekov, de Conan Doyle, de Miguel Torga, de Jorge de Lima, de Guimarães Rosa. Também não são raras obras literárias sobre médicos e pacientes, como "A Montanha Mágica", de Thomas Mann, ou "O Alienista", de Machado de Assis . Pedro Nava inscreve-se assim numa tradição ilustre - e necessária, numa época em que os aspectos tecnológicos da medicina se acentuam cada vez mais, em detrimento do lado humanístico. Muitas faculdades de medicina estão, por isso, estimulando seus alunos a ampliar sua cultura literária, dentro do que se cham a "humanidades médicas". "O médico", diz Nava, "precisa duma grande curiosidade de si mesmo e de suas reações diante das doenças e dos doentes". Para esta curiosidade, para esse interesse, "O Anfiteatro" é uma bela resposta. https://www1 .folha.uol.com.br/fsp/ilustrad/fq2109200218.htm 
Diga se a afirmativa é Verdadeira (V) ou Falsa (F), segundo o texto: 
I. Pedro Nava pensava que, por não ter formação em História, só poderia se considerar um memorialista, nunca um historiador. ( ) 
II. O livro “Anfiteatro” foi escrito por Nava para relatar suas experiências médicas, e ele escolheu esse título por contar histórias da época em que trabalhou na Policlínica Centra, onde havia um anfiteatro. ( ) 
III. A personagem “dr. Egon” foi criada por Nava a fim de não revelar sua identidade e não se envolver nas histórias. ( ) 
IV. Pedro Nava encarava a curiosidade como uma virtude para a formação de um médico. ( ) 
V. Entende-se por “humanidades médicas” uma formação mais larga do que a técnica, nela inserindo-se a ampliação da cultura literária dos futuros médicos. ( ) 
A sequência correta é:
Texto associado.
     It now seems to me that what matters most in the majority
of organizations is to have reasonably intelligent, hard-working
managers who have a sense of pride and loyalty toward their
organization; who can get to the root of a problem and are inclined
toward action; who are decent human beings with a natural empathy
and concern for people; who possess humor, humility, and common
sense; and who are able to couple drive with stick-to-it-iveness* and
patience in the accomplishment of a goal.
     It is the ability to make positive things happen that most
distinguishes the successful manager from the mediocre or
unsuccessful one. It is far better to have dependable managers who
can make the right things happen in a timely fashion than to have
brilliant, sophisticated, highly educated executives who are excellent
at planning and analyzing, but who are not so good at implementing.
The most cherished manager is the one who says “I can do it,” and
then does.
     Many business schools continue to focus almost exclusively
on the development of analytical skills. As a result, these schools are
continuing to graduate large numbers of students who know a great
deal about analyzing strategies, dissecting balance sheets, and using
computers — but who still don’t know how to manage!
     As a practical matter, of course, schools can go only so far
in teaching their students to manage. Only actual work experience
will fully develop the kinds of managerial traits, skills, and virtues
that I have discussed here.

*the ability and determination to continue doing something despite difficulties.
Wegman, Knezevic, Bernstein. A reading skills book, 3.d
ed. Mac Graw-Hill Companies, Inc. (adapted).

Based on the text above, judge the items below.
“cherished”, at the end of the second paragraph, means worthless.

O procedimento de aspiração de secreções requer cuidados especiais. Com relação à conduta que os profissionais de enfermagem devem seguir, julgue os itens seguintes.

Cada aspiração endotraqueal e oral requer troca da sonda estéril, sendo importante observar a freqüência cardíaca, pois pode ocorrer taquicardia devido ao estímulo vagal e à privação de oxigênio.

Um Técnico em Enfermagem aplicou em um paciente a maior quantidade de uma droga, capaz de produzir efeito terapêutico sem apresentar efeitos indesejáveis. Em relação a sua classificação, trata-se da dose

Diversas coberturas com formas e propriedades diferentes podem ser utilizadas em curativos, necessitando que o técnico de enfermagem conheça as indicações específicas de cada uma delas. A cobertura e a respectiva indicação estão corretamente descritas em:

Assinale a alternativa que apresenta parte da técnica correta para administração de medicamento pela via intramuscular (IM).

Julgue os itens seguintes, acerca dos métodos de desinfecção e esterilização de materiais e equipamentos de saúde.

O óxido de etileno é um agente químico esterilizante que existe tanto na forma líquida quanto na gasosa, é inflamável, explosivo, carcinogênico e a principal opção para a esterilização de materiais termossensíveis.

O procedimento de esterilização de artigos médicos hospitalares é
vital para o controle de infecção e para a prestação de serviço de
qualidade ao paciente. A respeito desse assunto, julgue os itens
subsequentes.

Os detergentes enzimáticos têm, como princípio ativo, enzimas proteases, lípases e corboidrases; seu Ph é menor que 7; são atóxicos e permitem o enxágue simples.
Texto associado.
Instruções: Para responder às questões 6 a 10, considere o seguinte texto, transcrito da coluna do Jornal do Brasil, que noticia
lançamentos de discos. A nota comenta o CD “DE BEM COM A VIDA”, de Alberto Rosenblit:

Autor de trilhas sonoras de novelas e minisséries globais – boa parte do clima bossanovista do Leblon de Manoel
Carlos se deve a ele – Alberto Rosenblit reúne, em seu segundo disco, nomes como Ney Matogrosso, Ivan Lins, Zélia Duncan
e Lenine nos vocais. A canção Leblon, parceria com Costa Netto, abre o disco em clima solar; a reverência à cidade e suas
cores segue em Beco das Garrafas, Pixinguinha morreu de rir (ambas com Paulinho Tapajós) e Esperei (com Joyce).
Ao escrever que “Alberto Rosenblit reúne nomes como Ney Matogrosso, Ivan Lins, Zélia Duncan e Lenine nos vocais”, o autor do texto empregou um verbo que tem a mesma transitividade utilizada em