← Início

Questões de Concursos - Literatura - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - Literatura - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


Texto associado.

Leia os versos das Liras, de Tomás Antônio Gonzaga, para responder às questões

        Os teus olhos espalham luz divina,
        a quem a luz do sol em vão se atreve;
        papoila ou rosa delicada e fina
        te cobre as faces, que são cor da neve.
        Os teus cabelos são uns fios d’ouro;
         teu lindo corpo bálsamo vapora.
        Ah! não, não fez o céu, gentil pastora,
        para a glória de amor igual tesouro!
                Graças, Marília bela,
                graças à minha estrela!

                                        (Tomás Antônio Gonzaga, Obras Completas)

Os versos mostram que a poética de Gonzaga explora

Leia as estrofes a seguir e responda o que se pede.

Quando Ismália enlouqueceu
Pôs-se na torre a sonhar…
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.
                (...)
As asas que Deus lhe deu
Ruflaram de par em par…
Sua alma subiu ao céu,
Seu corpo desceu ao mar…

Quanto às estrofes apresentadas é correto afirmar que
Texto associado.

Imagem 001.jpg

Considere as afirmativas abaixo.

1. A referência ao aspecto barroco do Hino Nacional brasileiro, no segundo parágrafo do texto, tem conotação depreciativa, significando muito ornamentado.

2. Sobre o movimento artístico Barroco, pode-se afirmar que abordava temas religiosos com ênfase nos dualismos que refletem o conflito espiritual.

3. Marília de Dirceu, de Tomás Antônio Gonzaga, é um poema barroco que tem como fundo a Inconfidência Mineira.

4. O maior representante do Barroco brasileiro foi Gregório de Matos, que se revelou um mestre na poesia lírico-religiosa. Nela mostrava-se como era: um ser torturado e conflitado.

5. As palavras iluminismo e ilustração caracterizam as manifestações artísticas do século XVI, no Brasil, durante o qual se cultivou a literatura barroca.

Assinale a alternativa que indica todas as afirmativas corretas.

Texto associado.

Leia os versos das Liras, de Tomás Antônio Gonzaga, para responder às questões

        Os teus olhos espalham luz divina,
        a quem a luz do sol em vão se atreve;
        papoila ou rosa delicada e fina
        te cobre as faces, que são cor da neve.
        Os teus cabelos são uns fios d’ouro;
         teu lindo corpo bálsamo vapora.
        Ah! não, não fez o céu, gentil pastora,
        para a glória de amor igual tesouro!
                Graças, Marília bela,
                graças à minha estrela!

                                        (Tomás Antônio Gonzaga, Obras Completas)

Analisando os elementos empregados pelo eu lírico para a descrição da mulher amada, conclui-se que ele

O movimento modernista no Brasil contou com três gerações: a primeira foi de 1922 a 1930, a segunda de 1930 a 1945 e a terceira teve seu início em 1945, cujo objetivo era de renovar os meios de expressão: 

 Com relação as gerações que compõe o período modernista é incorreto afirmar que a poesia:
“Além, muito além daquela serra, que ainda azula no horizonte, nasceu Iracema.
Iracema, a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos mais negros que a asa da graúna, e mais longos que seu talhe de palmeira.
O favo da jati não era doce como seu sorriso; nem a baunilha recendia no bosque como seu hálito perfumado.
Mais rápida que a ema selvagem, a morena virgem corria o sertão e as matas do Ipu, onde campeava sua guerreira tribo, da grande nação tabajara. O pé grácil e nu, mal roçando, alisava apenas a verde pelúcia que vestia a terra com as primeiras águas.”

Marque a alternativa que aponta a característica do Romantismo presente no fragmento do Romance “Iracema”, de José de Alencar.
Objetivismo, impassibilidade, observação e análise, sensorialismo, temas contemporâneos, preocupação formal, materialismo, cientificismo. Essas são características do:

Enumere a característica simbolista mais evidente nos seguintes fragmentos: 


1) Esmaiece na messe o rumor da quermesse... 
 – Não ouves este ai que esmaiece e esmorece? 
 É um noivo a quem fugiu a Flor dos olhos amenos, 
 E chora a sua morta, absorto, à flor dos fenos... 
 (Eugênio de Castro)
2) Para as estrelas de cristais gelados 
 As ânsias e os desejos vão subindo, 
 Galgando azuis e siderais noivados 
 De nuvens brancas a amplidão vestindo. 
 (Cruz e Sousa, “Sederações”)
3) O ser que é ser e que jamais vacila
Nas guerras imortais entra sem susto,
Leva consigo este brasão augusto
Do grande amor, da grande fé tranquila.
(Cruz e Sousa, “Sorriso interior”)
4) Quando Ismália enlouqueceu,
Pôs-se na torre a sonhar...
Viu uma lua no céu,
Viu outra lua no mar.
(Alphonsus de Guimarães, “Ismália”) 

( ) Interesse pelas zonas profundas da mente (inconsciente e subconsciente) e Pela loucura: os simbolistas manifestavam interesse em explorar zonas da mente humana sobre as quais se conhecia muito pouco, como o sonho e a loucura.
( ) Desejo de transcendência e integração cósmica: em oposição aos limites do mundo físico e material, os simbolistas apreciam situações de viagem interior ou cósmica, integração com os astros, extravasamento e transcendência do mundo real.
( ) Misticismo, religiosidade: os simbolistas são espiritualistas, transcendentais e místicos, ligados tanto ao cristianismo quanto a outras formas de religião. Cruz e Sousa, por exemplo, escreveu poemas que expressam uma concepção particular de catolicismo.
( ) Prioriza a musicalidade: para conseguir aproximação da poesia com a música, os simbolistas lançaram mão de vários recursos como alteração e o eco. 

Assinale a alternativa em que a sequência numérica está correta de cima para baixo:

Leia o trecho de Machado de Assis sobre Iracema, de José de Alencar, e responda ao que se pede.

•....... é o ciúme e o valor marcial; ....... a austera
sabedoria dos anos; Iracema o amor. No meio destes
caracteres distintos e animados, a amizade é
simbolizada em ....... . Entre os indígenas a amizade
não era este sentimento, que à força de civilizar-se,
tornou-se raro; nascia da simpatia das almas, avivava-
se com o perigo, repousava na abnegação recíproca;
....... e ....... são os dois amigos da lenda, votados à
mútua estima e ao mútuo sacrifício?.
Machado de Assis, Crítica.

No trecho, os espaços pontilhados serão corretamente preenchidos, respectivamente, pelos nomes das seguintes personagens de Iracema:

Texto associado.

Texto para as questões de 77 a 79

A questão racial parece um desafio do presente, mas trata-se de algo que existe desde há muito tempo. Modifica-se ao acaso das situações, das formas de sociabilidade e dos jogos das forças sociais, mas reitera-se continuamente, modificada, mas persistente. Esse é o enigma com o qual se defrontam uns e outros, intolerantes e tolerantes, discriminados e preconceituosos, segregados e arrogantes, subordinados e dominantes, em todo o mundo. Mais do que tudo isso, a questão racial revela, de forma particularmente evidente, nuançada e estridente, como funciona a fábrica da sociedade, compreendendo identidade e alteridade, diversidade e desigualdade, cooperação e hierarquização, dominação e alienação.

Octavio Ianni. Dialética das relações sociais. Estudos avançados, n. 50, 2004.

Conforme o texto, na questão racial, o funcionamento da sociedade dá-se a ver de modo