Questões de Concursos AL RN

Resolva Questões de Concursos AL RN Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q21743.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Derrotados nas revoltas do Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul, os “tenentes” formaram a Coluna Prestes, que percorreu o Brasil levando mensagens contra as oligarquias, o coronelismo e o clientelismo eleitoral, entre outras. Em relação à presença da Coluna no Rio Grande do Norte, é correto afirmar:
  • 2 - Q21760.   Direito Constitucional - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • De acordo com a Constituição Federal brasileira, cabe aos Estados
  • 3 - Q21756.   Direito Administrativo - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Considere a seguinte assertiva: o ato administrativo válido, isto é, legal, pode ser anulado pela própria Administração pública. A assertiva em questão está
  • 4 - Q21749.   Direito Civil - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Esta questão refere-se ao Código Civil brasileiro.
  • A família Silva viajava de ônibus para a cidade de Mossoró quando um grave acidente aconteceu e o ônibus que levava a família colidiu frontalmente com um caminhão. Neste acidente faleceram o casal Fabiano e Carla, bem como a mãe de Carla, Gabriela, o avô de Fabiano, Silvio e a irmã mais velha de Carla, Soraya. Considerando que Gabriela possuía doença crônica no coração e que Carla estava sentada no banco da frente do ônibus, não se podendo averiguar qual dos comorientes precedeu aos outros,
  • 5 - Q19629.   Conhecimentos Específicos - Interpretação de Textos - Nível Médio - Técnico Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Considere o texto abaixo para responder a questão.

    É comum se discutir que mudanças a internet trouxe para as relações humanas. Como é este mundo pós-pós-moderno, diferente de tudo que antes existiu? Uma imagem ilustra o que uns chamam de perplexidade, uma imagem frequente, hilariante – e banal: cinco ou seis pessoas juntas, mas cada uma
    mergulhada em seu laptop ou celular. Parecem ser um grupo, só que não o são, cada uma fechada em seu mundo virtual.

    Mas isso é mesmo uma novidade? Porque o distanciamento de quem fisicamente está próximo é um tema antigo na filosofia. Ele remonta pelo menos a Platão, no século V antes de Cristo.

    Em seu diálogo Fedro, o filósofo grego conta que o ministro Tot apresentou ao faraó Tamus uma série de invenções.A escrita, disse Tot, permitiria guardar a memória do passado e transmitir mensagens a distância, superando as barreiras do tempo e do espaço. Mas o faraó a condena: ela permite a mentira, a falsidade. Assim, desde a Antiguidade, se valoriza a presença e se desconfia da ausência, da distância, da representação. Representar é tornar presente o ausente, é fazer que o morto ou o longínquo esteja conosco; o problema é que assim é fácil falsificá-lo. É o que dirá outro filósofo, Rousseau, no século XVIII: quando você fala com alguém na sua frente, os gestos e o olhar enriquecem a comunicação; já um texto escrito pode ser manipulado à vontade.

    Ora, quais invenções aumentam a representação, substituindo a presença, o olho a olho, pela distância, falsidade ou manipulação? Primeiro, a escrita; depois, a imprensa; em nossos dias, a internet. Mas imprensa e internet não nasceram do nada. Cada uma potencializou o que já existia. Cada uma amplia as possibilidades da comunicação a distância. Com isso, cada uma castiga a presença. Essa se torna dispensável, inferior, secundária. O avanço da amizade on-line que, muitas
    vezes, quando vamos conferir, é falsa (as pessoas são mais feias ou mais pobres do que se disseram), desvaloriza a amizade presencial.


    (Renato Janine Ribeiro. O Estado de S. Paulo, J6 aliás, 3 de fevereiro de 2013, com adaptações)
  • Ele remonta pelo menos a Platão, no século V antes de Cristo.

    A relação entre verbo e complemento, grifados acima, se reproduz na frase:
  • 6 - Q21741.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • O Hino do Estado do Rio Grande do Norte, oficializado em 1957, faz referência a determinados fatos e personagens históricos. Considere as afirmativas abaixo.

    I. Os versos Na vanguarda, na fúria da guerra / Já domaste o astuto holandês! evocam a expulsão dos holandeses, em 1654.
    II. Os versos Foi de ti que o caminho encantado / Da Amazônia Caldeira encontrou evocam a expedição que, sob o comando de Francisco Caldeira Castelo Branco, partiu do Rio Grande em 1615 e chegou ao Pará.
    III. Os versos Da conquista formaste a vanguarda, / Tua glória flutua em Belém! evocam o martírio do padre Miguelinho, preso e executado na cidade de Belém, sob a acusação de inconfidência.

    Está correto o que se afirma em
  • 8 - Q19611.   Conhecimentos Específicos - Regimento Interno - Nível Médio - Técnico Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Ato do Presidente da ALERN determinou que os servidores do Poder Legislativo Estadual apresentem relação de bens no primeiro dia do primeiro período e no último dia do segundo período de realização das Sessões Legislativas Ordinárias. O cabal cumprimento dessa determinação impõe a entrega do documento, respectivamente, em
  • 9 - Q21751.   Direito Civil - Nível Superior - Analista Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Esta questão refere-se ao Código Civil brasileiro.
  • Hipoteticamente considere: A Igreja Nossa Senhora do Rosário de Fátima e o Partido Nacional da Libertação. Nestes casos, as entidades mencionadas são pessoas jurídicas de direito
  • 10 - Q19609.   Conhecimentos Específicos - História e Geografia de Estados e Municípios - Nível Médio - Técnico Legislativo - AL RN - FCC - 2013
  • Sobre o processo abolicionista no Rio Grande do Norte, é correto afirmar que