Questões de Concursos CRA RS

Resolva Questões de Concursos CRA RS Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 2 - Questão 30488 - Matemática - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Dois amigos decidiram abrir uma empresa. O primeiro aplicou R$ 2.000,00 e o segundo aplicou R$ 3.000,00. Após três meses, os amigos obtiveram um lucro de R$ 2.500,00. Como o lucro deve ser repartido de forma proporcional à quantia que cada um investiu, pode-se concluir que o primeiro recebeu:
  • 6 - Questão 30484 - Português - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Você escreve seu nome na agenda?

    01          Tenho o privilégio de ser médico há algumas décadas. Pessoas consultam para tratar doenças,
    02   entender melhor algo que ......... percebendo. Buscam diagnóstico, tratamento, alívio. Cada vez mais
    03   encontro gente interessada em __________ alterações que podem gerar problemas no futuro – os fatores
    04   de risco. São poucas as vezes em que não encontro sugestões para uma vida com mais qualidade e
    05   duração mais longa. ____ inúmeras mudanças em hábitos nas nossas vidas que comprovadamente
    06   poderão levar a mais e melhores anos de vida. ____ conhecimento científico comprovado disponível.
    07          Como é a _______ quando estas mudanças são propostas? Sabe-se que mudar hábitos é difícil. Às
    08   vezes, um susto ou medo de que algo ruim aconteça é o que motiva: passar-se por um episódio de doença,
    09   ou em familiar ou amigo próximo, pode motivar mudanças.
    10          ____ na literatura médica farta comprovação da dificuldade que é manter o uso regular de
    11   medicamentos nas doenças crônicas como hipertensão arterial. As pessoas cansam, sentem efeitos
    12   colaterais, esquecem, e o resultado é a queda nos índices de aceitação.
    13         E as recomendações de mudança de hábitos? Quando um sedentário é identificado, sugere-se que
    14   escolha algum tipo de atividade física de que goste (ou “desgoste” menos...) e comece gradualmente a
    15   exercitar-se. Depois de quatro a oito semanas, começa-se a perceber sensação de bem-estar, disposição,
    16   melhora na qualidade do sono. Mas a transição da inatividade para o hábito do exercício exige esforço e
    17   determinação iniciais que nem sempre se encontram. O bem-estar e até o vício pelo exercício só ......
    18   depois. Inúmeros são os argumentos que expressam esta resistência: “Não tenho tempo, viajo muito, não há
    19   academia próxima...” E 30 minutos de simples caminhada já seriam suficientes para a transformação, diários
    20   ou na frequência possível! Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa...
    21        Foi assim que recolhi numa palestra de Nuno Cobra a sugestão que utilizo bastante: “Escreva seu
    22   nome em sua agenda!”. Reserve um tempo para si próprio e sua atividade física. Você merece uma hora de
    23   alguns dos seus dias para plantar saúde em seu corpo!
    24        É claro que não é tão simples e que o motivo “falta de tempo” em geral é uma das formas de resistir.
    25   Mas, em conversa franca, pode-se chegar à parceria com quem afinal nos procurou, buscando mais e
    26   melhores anos de vida.
    27        Isto vale como parte das sugestões que se fazem aos que ...... benefícios nas mudanças: hábito de
    28   fumar, álcool e drogas, excesso de peso corporal, mau hábito alimentar, postura física, segurança no
    29   trânsito, melhora nas relações interpessoais no trabalho e na família, ________ emocionais excessivas, falta
    30   de lazer. Estes são alguns pontos que temos que entender e ajudar quem nos procura para que
    31   compreenda e encontre maneiras de mudar para melhor.
    32        Vale o esforço.

    (Kanter, José Flávio – médico -. Zero Hora, 03-2-2010)
  • Segundo o autor, Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa... ( l. 20), ou seja,

    I. É melhor fazer qualquer coisa do que ficar parado.
    II. Fazer nada e nenhuma coisa equivale a fazer qualquer coisa.
    III. Fazer nenhuma coisa e coisa nenhuma é preferível a fazer qualquer coisa.

    No contexto, quais das assertivas não estão de acordo com o enunciado original?
  • 7 - Questão 30483 - Português - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Você escreve seu nome na agenda?

    01          Tenho o privilégio de ser médico há algumas décadas. Pessoas consultam para tratar doenças,
    02   entender melhor algo que ......... percebendo. Buscam diagnóstico, tratamento, alívio. Cada vez mais
    03   encontro gente interessada em __________ alterações que podem gerar problemas no futuro – os fatores
    04   de risco. São poucas as vezes em que não encontro sugestões para uma vida com mais qualidade e
    05   duração mais longa. ____ inúmeras mudanças em hábitos nas nossas vidas que comprovadamente
    06   poderão levar a mais e melhores anos de vida. ____ conhecimento científico comprovado disponível.
    07          Como é a _______ quando estas mudanças são propostas? Sabe-se que mudar hábitos é difícil. Às
    08   vezes, um susto ou medo de que algo ruim aconteça é o que motiva: passar-se por um episódio de doença,
    09   ou em familiar ou amigo próximo, pode motivar mudanças.
    10          ____ na literatura médica farta comprovação da dificuldade que é manter o uso regular de
    11   medicamentos nas doenças crônicas como hipertensão arterial. As pessoas cansam, sentem efeitos
    12   colaterais, esquecem, e o resultado é a queda nos índices de aceitação.
    13         E as recomendações de mudança de hábitos? Quando um sedentário é identificado, sugere-se que
    14   escolha algum tipo de atividade física de que goste (ou “desgoste” menos...) e comece gradualmente a
    15   exercitar-se. Depois de quatro a oito semanas, começa-se a perceber sensação de bem-estar, disposição,
    16   melhora na qualidade do sono. Mas a transição da inatividade para o hábito do exercício exige esforço e
    17   determinação iniciais que nem sempre se encontram. O bem-estar e até o vício pelo exercício só ......
    18   depois. Inúmeros são os argumentos que expressam esta resistência: “Não tenho tempo, viajo muito, não há
    19   academia próxima...” E 30 minutos de simples caminhada já seriam suficientes para a transformação, diários
    20   ou na frequência possível! Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa...
    21        Foi assim que recolhi numa palestra de Nuno Cobra a sugestão que utilizo bastante: “Escreva seu
    22   nome em sua agenda!”. Reserve um tempo para si próprio e sua atividade física. Você merece uma hora de
    23   alguns dos seus dias para plantar saúde em seu corpo!
    24        É claro que não é tão simples e que o motivo “falta de tempo” em geral é uma das formas de resistir.
    25   Mas, em conversa franca, pode-se chegar à parceria com quem afinal nos procurou, buscando mais e
    26   melhores anos de vida.
    27        Isto vale como parte das sugestões que se fazem aos que ...... benefícios nas mudanças: hábito de
    28   fumar, álcool e drogas, excesso de peso corporal, mau hábito alimentar, postura física, segurança no
    29   trânsito, melhora nas relações interpessoais no trabalho e na família, ________ emocionais excessivas, falta
    30   de lazer. Estes são alguns pontos que temos que entender e ajudar quem nos procura para que
    31   compreenda e encontre maneiras de mudar para melhor.
    32        Vale o esforço.

    (Kanter, José Flávio – médico -. Zero Hora, 03-2-2010)
  • Dentre as palavras abaixo, assinale a que mais se aproxima do sentido que sedentário ( linha 13) tem no texto:
  • 8 - Questão 30482 - Português - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Você escreve seu nome na agenda?

    01          Tenho o privilégio de ser médico há algumas décadas. Pessoas consultam para tratar doenças,
    02   entender melhor algo que ......... percebendo. Buscam diagnóstico, tratamento, alívio. Cada vez mais
    03   encontro gente interessada em __________ alterações que podem gerar problemas no futuro – os fatores
    04   de risco. São poucas as vezes em que não encontro sugestões para uma vida com mais qualidade e
    05   duração mais longa. ____ inúmeras mudanças em hábitos nas nossas vidas que comprovadamente
    06   poderão levar a mais e melhores anos de vida. ____ conhecimento científico comprovado disponível.
    07          Como é a _______ quando estas mudanças são propostas? Sabe-se que mudar hábitos é difícil. Às
    08   vezes, um susto ou medo de que algo ruim aconteça é o que motiva: passar-se por um episódio de doença,
    09   ou em familiar ou amigo próximo, pode motivar mudanças.
    10          ____ na literatura médica farta comprovação da dificuldade que é manter o uso regular de
    11   medicamentos nas doenças crônicas como hipertensão arterial. As pessoas cansam, sentem efeitos
    12   colaterais, esquecem, e o resultado é a queda nos índices de aceitação.
    13         E as recomendações de mudança de hábitos? Quando um sedentário é identificado, sugere-se que
    14   escolha algum tipo de atividade física de que goste (ou “desgoste” menos...) e comece gradualmente a
    15   exercitar-se. Depois de quatro a oito semanas, começa-se a perceber sensação de bem-estar, disposição,
    16   melhora na qualidade do sono. Mas a transição da inatividade para o hábito do exercício exige esforço e
    17   determinação iniciais que nem sempre se encontram. O bem-estar e até o vício pelo exercício só ......
    18   depois. Inúmeros são os argumentos que expressam esta resistência: “Não tenho tempo, viajo muito, não há
    19   academia próxima...” E 30 minutos de simples caminhada já seriam suficientes para a transformação, diários
    20   ou na frequência possível! Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa...
    21        Foi assim que recolhi numa palestra de Nuno Cobra a sugestão que utilizo bastante: “Escreva seu
    22   nome em sua agenda!”. Reserve um tempo para si próprio e sua atividade física. Você merece uma hora de
    23   alguns dos seus dias para plantar saúde em seu corpo!
    24        É claro que não é tão simples e que o motivo “falta de tempo” em geral é uma das formas de resistir.
    25   Mas, em conversa franca, pode-se chegar à parceria com quem afinal nos procurou, buscando mais e
    26   melhores anos de vida.
    27        Isto vale como parte das sugestões que se fazem aos que ...... benefícios nas mudanças: hábito de
    28   fumar, álcool e drogas, excesso de peso corporal, mau hábito alimentar, postura física, segurança no
    29   trânsito, melhora nas relações interpessoais no trabalho e na família, ________ emocionais excessivas, falta
    30   de lazer. Estes são alguns pontos que temos que entender e ajudar quem nos procura para que
    31   compreenda e encontre maneiras de mudar para melhor.
    32        Vale o esforço.

    (Kanter, José Flávio – médico -. Zero Hora, 03-2-2010)
  • Na linha 13, a palavra Quando, considerando o sentido que atribui à oração que inicia, só pode ser substituída por
  • 9 - Questão 30481 - Português - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Você escreve seu nome na agenda?

    01          Tenho o privilégio de ser médico há algumas décadas. Pessoas consultam para tratar doenças,
    02   entender melhor algo que ......... percebendo. Buscam diagnóstico, tratamento, alívio. Cada vez mais
    03   encontro gente interessada em __________ alterações que podem gerar problemas no futuro – os fatores
    04   de risco. São poucas as vezes em que não encontro sugestões para uma vida com mais qualidade e
    05   duração mais longa. ____ inúmeras mudanças em hábitos nas nossas vidas que comprovadamente
    06   poderão levar a mais e melhores anos de vida. ____ conhecimento científico comprovado disponível.
    07          Como é a _______ quando estas mudanças são propostas? Sabe-se que mudar hábitos é difícil. Às
    08   vezes, um susto ou medo de que algo ruim aconteça é o que motiva: passar-se por um episódio de doença,
    09   ou em familiar ou amigo próximo, pode motivar mudanças.
    10          ____ na literatura médica farta comprovação da dificuldade que é manter o uso regular de
    11   medicamentos nas doenças crônicas como hipertensão arterial. As pessoas cansam, sentem efeitos
    12   colaterais, esquecem, e o resultado é a queda nos índices de aceitação.
    13         E as recomendações de mudança de hábitos? Quando um sedentário é identificado, sugere-se que
    14   escolha algum tipo de atividade física de que goste (ou “desgoste” menos...) e comece gradualmente a
    15   exercitar-se. Depois de quatro a oito semanas, começa-se a perceber sensação de bem-estar, disposição,
    16   melhora na qualidade do sono. Mas a transição da inatividade para o hábito do exercício exige esforço e
    17   determinação iniciais que nem sempre se encontram. O bem-estar e até o vício pelo exercício só ......
    18   depois. Inúmeros são os argumentos que expressam esta resistência: “Não tenho tempo, viajo muito, não há
    19   academia próxima...” E 30 minutos de simples caminhada já seriam suficientes para a transformação, diários
    20   ou na frequência possível! Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa...
    21        Foi assim que recolhi numa palestra de Nuno Cobra a sugestão que utilizo bastante: “Escreva seu
    22   nome em sua agenda!”. Reserve um tempo para si próprio e sua atividade física. Você merece uma hora de
    23   alguns dos seus dias para plantar saúde em seu corpo!
    24        É claro que não é tão simples e que o motivo “falta de tempo” em geral é uma das formas de resistir.
    25   Mas, em conversa franca, pode-se chegar à parceria com quem afinal nos procurou, buscando mais e
    26   melhores anos de vida.
    27        Isto vale como parte das sugestões que se fazem aos que ...... benefícios nas mudanças: hábito de
    28   fumar, álcool e drogas, excesso de peso corporal, mau hábito alimentar, postura física, segurança no
    29   trânsito, melhora nas relações interpessoais no trabalho e na família, ________ emocionais excessivas, falta
    30   de lazer. Estes são alguns pontos que temos que entender e ajudar quem nos procura para que
    31   compreenda e encontre maneiras de mudar para melhor.
    32        Vale o esforço.

    (Kanter, José Flávio – médico -. Zero Hora, 03-2-2010)
  • As lacunas pontilhadas das linhas 02, 17 e 27, considerando as regras de concordância verbal, ficam correta e respectivamente preenchidas por:
  • 10 - Questão 30480 - Português - Nível Médio - Técnico em Informática - CRA RS - FUNDATEC - 2010
  • Você escreve seu nome na agenda?

    01          Tenho o privilégio de ser médico há algumas décadas. Pessoas consultam para tratar doenças,
    02   entender melhor algo que ......... percebendo. Buscam diagnóstico, tratamento, alívio. Cada vez mais
    03   encontro gente interessada em __________ alterações que podem gerar problemas no futuro – os fatores
    04   de risco. São poucas as vezes em que não encontro sugestões para uma vida com mais qualidade e
    05   duração mais longa. ____ inúmeras mudanças em hábitos nas nossas vidas que comprovadamente
    06   poderão levar a mais e melhores anos de vida. ____ conhecimento científico comprovado disponível.
    07          Como é a _______ quando estas mudanças são propostas? Sabe-se que mudar hábitos é difícil. Às
    08   vezes, um susto ou medo de que algo ruim aconteça é o que motiva: passar-se por um episódio de doença,
    09   ou em familiar ou amigo próximo, pode motivar mudanças.
    10          ____ na literatura médica farta comprovação da dificuldade que é manter o uso regular de
    11   medicamentos nas doenças crônicas como hipertensão arterial. As pessoas cansam, sentem efeitos
    12   colaterais, esquecem, e o resultado é a queda nos índices de aceitação.
    13         E as recomendações de mudança de hábitos? Quando um sedentário é identificado, sugere-se que
    14   escolha algum tipo de atividade física de que goste (ou “desgoste” menos...) e comece gradualmente a
    15   exercitar-se. Depois de quatro a oito semanas, começa-se a perceber sensação de bem-estar, disposição,
    16   melhora na qualidade do sono. Mas a transição da inatividade para o hábito do exercício exige esforço e
    17   determinação iniciais que nem sempre se encontram. O bem-estar e até o vício pelo exercício só ......
    18   depois. Inúmeros são os argumentos que expressam esta resistência: “Não tenho tempo, viajo muito, não há
    19   academia próxima...” E 30 minutos de simples caminhada já seriam suficientes para a transformação, diários
    20   ou na frequência possível! Qualquer coisa é melhor que nenhuma coisa...
    21        Foi assim que recolhi numa palestra de Nuno Cobra a sugestão que utilizo bastante: “Escreva seu
    22   nome em sua agenda!”. Reserve um tempo para si próprio e sua atividade física. Você merece uma hora de
    23   alguns dos seus dias para plantar saúde em seu corpo!
    24        É claro que não é tão simples e que o motivo “falta de tempo” em geral é uma das formas de resistir.
    25   Mas, em conversa franca, pode-se chegar à parceria com quem afinal nos procurou, buscando mais e
    26   melhores anos de vida.
    27        Isto vale como parte das sugestões que se fazem aos que ...... benefícios nas mudanças: hábito de
    28   fumar, álcool e drogas, excesso de peso corporal, mau hábito alimentar, postura física, segurança no
    29   trânsito, melhora nas relações interpessoais no trabalho e na família, ________ emocionais excessivas, falta
    30   de lazer. Estes são alguns pontos que temos que entender e ajudar quem nos procura para que
    31   compreenda e encontre maneiras de mudar para melhor.
    32        Vale o esforço.

    (Kanter, José Flávio – médico -. Zero Hora, 03-2-2010)
  • As lacunas tracejadas das linhas 03, 07 e 29, são, correta e respectivamente, preenchidas por:

Gostou? Compartilhe!

ícone WhatsApp ícone facebook ícone twitter ícone email