Questões de CRB MG Grátis - Exercícios com Gabarito

Resolva Questões de CRB MG com Gabarito. Exercícios com Atividades Grátis Resolvidas e Comentadas. Teste seus conhecimentos com Perguntas e Respostas sobre o Assunto.

1Questão 30618. Raciocínio Lógico, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Optou-se por organizar arquivos com as iniciais AB, AD, FK, AEL, FGA, BCO, BCDO e AFCDK, colocando-os em ordem alfabética. Assim, o arquivo com as iniciais BCO ficaria em que posição?

2Questão 30607. Português, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Texto associado.
Que animais ainda são usados para fazer casacos de pele?

     Desde focas e chinchilas até raposas e linces,
milhões de animais são mortos todos os anos para a
confecção de casacos de pele no mundo. Só na França são
abatidos 70 milhões de coelhos por ano para esse fim. Mas a
indústria dos casacos de luxo é alvo de críticas. Para as
organizações de defesa dos animais, mais do que
injustificada - há tecidos sintéticos e naturais que cumprem
a função a atividade é extremamente cruel. O sofrimento
já começaria na captura do bicho, que pena nas mãos dos
caçadores - as focas, por exemplo, são mortas a pauladas na
cabeça, para não danificar a pele. Mesmo quando criados
em cativeiro, os animais viveriam em condições degradantes
e padeceriam horrores na hora de extrair a pele. Os
produtores, por sua vez, contestam o que chamam de
sensacionalismo das entidades. "No caso da chinchila, a
morte ocorre pelo destroncamento de uma das vértebras
cervicais. É um processo indolor, sem sangue ou
sofrimento", diz Carlos Perez, presidente da Associação dos
Criadores de Chinchila Lanífera (Achila). Para os defensores
dos bichos, porém, a crueldade fica óbvia quando se leva em
conta que, ao contrário do que rola com vacas e frangos -
mortos para alimentar pessoas -, no caso da indústria da
moda os animais são sacrificados apenas para alimentar
a vaidade alheia.

MATADO PARA VESTIR

Confira o polêmico passo-a-passo da confecção de um casacão de madame

1. Os animais usados para fazer casacos de pele podem ser criados em cativeiro (como chinchilas, coelhos e martas) ou ser caçados em seu habitat (como focas, ursos e lontras). O abate rola quando o bicho atinge a maturidade e ocorre sempre no inverno, quando o pelo é mais longo, brilhante e abundante.

2. Há vários modos de abater o bicho. Eles podem ser mortos a pauladas, ser estrangulados - método indolor, segundo os produtores - ou, entre outras técnicas para resguardar a pele, ser eletrocutados com a introdução no ânus de ferramentas que fritam os órgãos internos.

3. Depois que o animal é morto, é hora de extrair sua pele. Há várias formas de escalpelá-lo, algumas mais profissionais e outras rudimentares e violentas.

(http://mundoestranho.abril.com.br/materia/que-animais-ainda-sao-usados-para-fazer-casacos-de-pele)
Pode-se compreender que o uso do conectivo "mas", ao final da quarta linha do texto:

3Questão 30609. Português, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Texto associado.
Que animais ainda são usados para fazer casacos de pele?

     Desde focas e chinchilas até raposas e linces,
milhões de animais são mortos todos os anos para a
confecção de casacos de pele no mundo. Só na França são
abatidos 70 milhões de coelhos por ano para esse fim. Mas a
indústria dos casacos de luxo é alvo de críticas. Para as
organizações de defesa dos animais, mais do que
injustificada - há tecidos sintéticos e naturais que cumprem
a função a atividade é extremamente cruel. O sofrimento
já começaria na captura do bicho, que pena nas mãos dos
caçadores - as focas, por exemplo, são mortas a pauladas na
cabeça, para não danificar a pele. Mesmo quando criados
em cativeiro, os animais viveriam em condições degradantes
e padeceriam horrores na hora de extrair a pele. Os
produtores, por sua vez, contestam o que chamam de
sensacionalismo das entidades. "No caso da chinchila, a
morte ocorre pelo destroncamento de uma das vértebras
cervicais. É um processo indolor, sem sangue ou
sofrimento", diz Carlos Perez, presidente da Associação dos
Criadores de Chinchila Lanífera (Achila). Para os defensores
dos bichos, porém, a crueldade fica óbvia quando se leva em
conta que, ao contrário do que rola com vacas e frangos -
mortos para alimentar pessoas -, no caso da indústria da
moda os animais são sacrificados apenas para alimentar
a vaidade alheia.

MATADO PARA VESTIR

Confira o polêmico passo-a-passo da confecção de um casacão de madame

1. Os animais usados para fazer casacos de pele podem ser criados em cativeiro (como chinchilas, coelhos e martas) ou ser caçados em seu habitat (como focas, ursos e lontras). O abate rola quando o bicho atinge a maturidade e ocorre sempre no inverno, quando o pelo é mais longo, brilhante e abundante.

2. Há vários modos de abater o bicho. Eles podem ser mortos a pauladas, ser estrangulados - método indolor, segundo os produtores - ou, entre outras técnicas para resguardar a pele, ser eletrocutados com a introdução no ânus de ferramentas que fritam os órgãos internos.

3. Depois que o animal é morto, é hora de extrair sua pele. Há várias formas de escalpelá-lo, algumas mais profissionais e outras rudimentares e violentas.

(http://mundoestranho.abril.com.br/materia/que-animais-ainda-sao-usados-para-fazer-casacos-de-pele)
Sobre a palavra "pena", que aparece no texto, pode-se dizer que:

4Questão 30613. Probabilidade e Estatística, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2016

Um casal pretende ter 2 filhos. Qual é a probabilidade de esses filhos terem o mesmo sexo?

5Questão 30615. Raciocínio Lógico, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Em uma pequena comunidade, sabe-se que "Nenhum professor é rico" e que "Alguns médicos são ricos1. Assim, pode-se afirmar que em tal comunidade:

6Questão 30611. Português, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Texto associado.
Que animais ainda são usados para fazer casacos de pele?

     Desde focas e chinchilas até raposas e linces,
milhões de animais são mortos todos os anos para a
confecção de casacos de pele no mundo. Só na França são
abatidos 70 milhões de coelhos por ano para esse fim. Mas a
indústria dos casacos de luxo é alvo de críticas. Para as
organizações de defesa dos animais, mais do que
injustificada - há tecidos sintéticos e naturais que cumprem
a função a atividade é extremamente cruel. O sofrimento
já começaria na captura do bicho, que pena nas mãos dos
caçadores - as focas, por exemplo, são mortas a pauladas na
cabeça, para não danificar a pele. Mesmo quando criados
em cativeiro, os animais viveriam em condições degradantes
e padeceriam horrores na hora de extrair a pele. Os
produtores, por sua vez, contestam o que chamam de
sensacionalismo das entidades. "No caso da chinchila, a
morte ocorre pelo destroncamento de uma das vértebras
cervicais. É um processo indolor, sem sangue ou
sofrimento", diz Carlos Perez, presidente da Associação dos
Criadores de Chinchila Lanífera (Achila). Para os defensores
dos bichos, porém, a crueldade fica óbvia quando se leva em
conta que, ao contrário do que rola com vacas e frangos -
mortos para alimentar pessoas -, no caso da indústria da
moda os animais são sacrificados apenas para alimentar
a vaidade alheia.

MATADO PARA VESTIR

Confira o polêmico passo-a-passo da confecção de um casacão de madame

1. Os animais usados para fazer casacos de pele podem ser criados em cativeiro (como chinchilas, coelhos e martas) ou ser caçados em seu habitat (como focas, ursos e lontras). O abate rola quando o bicho atinge a maturidade e ocorre sempre no inverno, quando o pelo é mais longo, brilhante e abundante.

2. Há vários modos de abater o bicho. Eles podem ser mortos a pauladas, ser estrangulados - método indolor, segundo os produtores - ou, entre outras técnicas para resguardar a pele, ser eletrocutados com a introdução no ânus de ferramentas que fritam os órgãos internos.

3. Depois que o animal é morto, é hora de extrair sua pele. Há várias formas de escalpelá-lo, algumas mais profissionais e outras rudimentares e violentas.

(http://mundoestranho.abril.com.br/materia/que-animais-ainda-sao-usados-para-fazer-casacos-de-pele)
Sobre o termo "Io", em destaque no final do texto, analise as afirmações.

I. Trata-se de um pronome.
II. Refere-se a "animal".
III. Está flexionado no masculino. 
IV. Está flexionado no singular, provocando desvio em relação à concordância nominal do trecho.

Está correto o que se afirma em:

7Questão 30610. Português, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Texto associado.
Que animais ainda são usados para fazer casacos de pele?

     Desde focas e chinchilas até raposas e linces,
milhões de animais são mortos todos os anos para a
confecção de casacos de pele no mundo. Só na França são
abatidos 70 milhões de coelhos por ano para esse fim. Mas a
indústria dos casacos de luxo é alvo de críticas. Para as
organizações de defesa dos animais, mais do que
injustificada - há tecidos sintéticos e naturais que cumprem
a função a atividade é extremamente cruel. O sofrimento
já começaria na captura do bicho, que pena nas mãos dos
caçadores - as focas, por exemplo, são mortas a pauladas na
cabeça, para não danificar a pele. Mesmo quando criados
em cativeiro, os animais viveriam em condições degradantes
e padeceriam horrores na hora de extrair a pele. Os
produtores, por sua vez, contestam o que chamam de
sensacionalismo das entidades. "No caso da chinchila, a
morte ocorre pelo destroncamento de uma das vértebras
cervicais. É um processo indolor, sem sangue ou
sofrimento", diz Carlos Perez, presidente da Associação dos
Criadores de Chinchila Lanífera (Achila). Para os defensores
dos bichos, porém, a crueldade fica óbvia quando se leva em
conta que, ao contrário do que rola com vacas e frangos -
mortos para alimentar pessoas -, no caso da indústria da
moda os animais são sacrificados apenas para alimentar
a vaidade alheia.

MATADO PARA VESTIR

Confira o polêmico passo-a-passo da confecção de um casacão de madame

1. Os animais usados para fazer casacos de pele podem ser criados em cativeiro (como chinchilas, coelhos e martas) ou ser caçados em seu habitat (como focas, ursos e lontras). O abate rola quando o bicho atinge a maturidade e ocorre sempre no inverno, quando o pelo é mais longo, brilhante e abundante.

2. Há vários modos de abater o bicho. Eles podem ser mortos a pauladas, ser estrangulados - método indolor, segundo os produtores - ou, entre outras técnicas para resguardar a pele, ser eletrocutados com a introdução no ânus de ferramentas que fritam os órgãos internos.

3. Depois que o animal é morto, é hora de extrair sua pele. Há várias formas de escalpelá-lo, algumas mais profissionais e outras rudimentares e violentas.

(http://mundoestranho.abril.com.br/materia/que-animais-ainda-sao-usados-para-fazer-casacos-de-pele)
O conector "mesmo", em destaque no texto, participa de um processo de coesão, por meio da indicação de uma circunstância de:

8Questão 30617. Raciocínio Lógico, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Foi feita uma pesquisa sobre a preferência musical de jovens de uma determinada comunidade e descobriu-se que:

130 preferem forró.
145 preferem pagode.
35 gostam dos dois ritmos igualmente.

Qual a quantidade de entrevistados sabendo que, dos entrevistados, 25 disseram não gostar de nenhum dos dois ritmos?

9Questão 30614. Probabilidade e Estatística, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2016

A probabilidade de um evento ocorrer é p%. Qual é a probabilidade de tal evento não ocorrer?

10Questão 30616. Raciocínio Lógico, Auxiliar Administrativo, CRB MG, QUADRIX, Ensino Médio, 2014

Quais, das seguintes proposições, são equivalentes?

1- q -> 2
2- p -> q
3- ~q -> ~p
4- ~p -> ~q