← Início

Questões de Concursos - FUNASE - Exercícios com Gabarito

Questões de Concursos Públicos - FUNASE - com Gabarito. Exercícios com Perguntas e Respostas, Resolvidas e Comentadas. Acesse Grátis!


Texto associado.
AUTOMEDICAÇÃO TRAZ SÉRIOS RISCOS À SAÚDE

     O uso indiscriminado de medicamentos é motivo de preocupação para as autoridades de vários países. De
acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o percentual de internações hospitalares provocadas por reações adversas a medicamentos ultrapassa 10%. Para alertar a população sobre os riscos da automedicação, a Política de Medicamentos do Ministério da Saúde procura conscientizar os brasileiros sobre a utilização racional desses produtos. Até o fim do ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ligada ao Ministério, pretende lançar uma série de filmes tratando sobre o assunto.
     Com a sobra de medicamentos, muitas pessoas acabam intoxicadas pela ingestão de um produto vencido ou
inadequado. As crianças têm o maior risco potencial de intoxicação por uso indiscriminado de medicamentos. Os
menores podem confundir comprimidos com balinhas e xaropes com sucos, por exemplo.
     O consumo indiscriminado de medicamentos oferece outros perigos, pois, em geral, são capazes de provocar
efeitos colaterais. Quando o paciente recebe atendimento médico ou assistência farmacêutica, é informado sobre os riscos, explica Dirceu Raposo de Mello. As interações medicamentosas são outro perigo para o organismo. Um
remédio pode anular o outro ou potencializar um efeito colateral.


Disponível em: www.saudefazbem.com.br
Sobre REGÊNCIA VERBAL, assinale a alternativa INCORRETA.
Texto associado.
AUTOMEDICAÇÃO TRAZ SÉRIOS RISCOS À SAÚDE

     O uso indiscriminado de medicamentos é motivo de preocupação para as autoridades de vários países. De
acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o percentual de internações hospitalares provocadas por reações adversas a medicamentos ultrapassa 10%. Para alertar a população sobre os riscos da automedicação, a Política de Medicamentos do Ministério da Saúde procura conscientizar os brasileiros sobre a utilização racional desses produtos. Até o fim do ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ligada ao Ministério, pretende lançar uma série de filmes tratando sobre o assunto.
     Com a sobra de medicamentos, muitas pessoas acabam intoxicadas pela ingestão de um produto vencido ou
inadequado. As crianças têm o maior risco potencial de intoxicação por uso indiscriminado de medicamentos. Os
menores podem confundir comprimidos com balinhas e xaropes com sucos, por exemplo.
     O consumo indiscriminado de medicamentos oferece outros perigos, pois, em geral, são capazes de provocar
efeitos colaterais. Quando o paciente recebe atendimento médico ou assistência farmacêutica, é informado sobre os riscos, explica Dirceu Raposo de Mello. As interações medicamentosas são outro perigo para o organismo. Um
remédio pode anular o outro ou potencializar um efeito colateral.


Disponível em: www.saudefazbem.com.br
- Ei, você, aí, vai pra onde ?
- Vou pegar um ônibus. Vou fazer prova.
- Olha, tem um senhor ali na esquina que está fazendo transporte.
- Topo, quanto custa ?
- Vou perguntar à dona Filomena, sua esposa.
- Tá bom, espero. Nós dois iremos juntos, ok?
Dia agitado. Trânsito desordenado. É sempre assim. Dia de concurso agita, inquieta. Mexe e remexe corações. Mas... é preciso vivê-lo.

Autor desconhecido

No texto acima, existem pronomes de tratamento. Assinale a alternativa que contém somente esse tipo de pronome.
Ainda sobre o CAPS-i, no que se refere aos fatores que favorecem a eficácia do atendimento ao adolescente, como também à criança, assinale a alternativa INCORRETA.
A garantia constitucional destinada a proteger direito líquido e certo do cidadão na ocorrência de ilegalidade ou abuso de poder é denominada de
Considerando o ECA, assinale a alternativa INCORRETAMENTE relacionada às medidas de proteção.
Texto associado.
A ADOLESCÊNCIA E AS DROGAS

-Os traficantes entram em nossas casas porque encontram portas abertas. E seduzem nossos filhos porque eles têm crescido fracos e sem qualquer esperança.

Temos muitas dúvidas a respeito de quase todas as coisas que nos são importantes Mas também temos algumas certezas. Elas derivam da observação dos fatos, especialmente daqueles que são indiscutíveis, que não deixam margem para interpretações variadas. Uma dessas certezas tem a ver com o uso de drogas: praticamente todas as pessoas viciadas começaram a usar algum tipo de droga nos primeiros anos da adolescência, entre os 13 e os 17 anos de idade. Isso é válido para o uso de drogas pesadas, mas igualmente acontece com a iniciação ao uso do cigarro normal que, mesmo provocando poucos efeitos psicológicos, determina forte inclinação para a dependência.

Outra certeza que temos é a necessidade urgente de compreendermos melhor o que se passa na cabeça dos nossos jovens, para que possamos impedir que persista a tendência atual, que é a do uso de drogas por um número cada vez maior de pessoas, e que ela venha a envolver praticamente toda a juventude do nosso país. Teremos que providenciar novas atitudes dos pais e da sociedade, especialmente se isso puder ajudar nossas crianças a crescerem com mais força e determinação pessoal.

Sim, porque é fácil colocar toda a culpa do problema das drogas nos traficantes e em outros delinquentes que fazem fortuna com esse comércio. A verdade é que eles entram nas nossas casas porque encontram portas abertas. E eles seduzem nossos filhos porque eles têm crescido fracos e sem esperanças.

Disponível em: www.somostodosum.ig.com.br
Sobre ACENTUAÇÃO, analise as afirmativas abaixo:

I. “Temos muitas dúvidas a respeito de quase todas as coisas...” – a tonicidade do termo sublinhado recai na antepenúltima sílaba.
II. “...para que possamos impedir que persista a tendência atual...” – a tonicidade do termo sublinhado recai na penúltima sílaba, e o acento se justifica por terminar em hiato.
III. “...e que ela venha a envolver praticamente toda a juventude do nosso país.” – no termo sublinhado existe a presença de um hiato. Caso o acento fosse retirado, o hiato seria preservado.
IV. “Sim, porque é fácil colocar toda a culpa do problema das drogas...” – os acentos dos termos sublinhados se justificam por serem, respectivamente, um monossílabo átono e um termo cuja tonicidade recai na penúltima sílaba e termina em “l”.

Está CORRETO o que se afirma em
 “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”. Nesse texto constitucional, está consagrado o princípio da
Entre os adolescentes vitimizados pela violência, o Transtorno de Estresse Pós-Traumático é uma das psicopatologias mais comuns (Koller, 2008, DSM-IV-R). Sobre isso, assinale a alternativa cujo sintoma está incorretamente relacionado à avaliação diagnóstica desse tipo de transtorno psíquico.
Texto associado.
AUTOMEDICAÇÃO TRAZ SÉRIOS RISCOS À SAÚDE

     O uso indiscriminado de medicamentos é motivo de preocupação para as autoridades de vários países. De
acordo com dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o percentual de internações hospitalares provocadas por reações adversas a medicamentos ultrapassa 10%. Para alertar a população sobre os riscos da automedicação, a Política de Medicamentos do Ministério da Saúde procura conscientizar os brasileiros sobre a utilização racional desses produtos. Até o fim do ano, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), ligada ao Ministério, pretende lançar uma série de filmes tratando sobre o assunto.
     Com a sobra de medicamentos, muitas pessoas acabam intoxicadas pela ingestão de um produto vencido ou
inadequado. As crianças têm o maior risco potencial de intoxicação por uso indiscriminado de medicamentos. Os
menores podem confundir comprimidos com balinhas e xaropes com sucos, por exemplo.
     O consumo indiscriminado de medicamentos oferece outros perigos, pois, em geral, são capazes de provocar
efeitos colaterais. Quando o paciente recebe atendimento médico ou assistência farmacêutica, é informado sobre os riscos, explica Dirceu Raposo de Mello. As interações medicamentosas são outro perigo para o organismo. Um
remédio pode anular o outro ou potencializar um efeito colateral.


Disponível em: www.saudefazbem.com.br
Observe os termos sublinhados no trecho abaixo:

“Para alertar a população sobre os riscos da automedicação, a Política de Medicamentos do Ministério da Saúde procura conscientizar...”

Sobre eles, assinale a alternativa CORRETA.
Numa determinada escola, em relação ao alunado adolescente, observou-se a seguinte situação: a) proibição, nas aulas de religião, da discussão e reflexão sobre os cultos afros, havendo, inclusive, atitudes punitivas para quem expressasse sua opinião sobre o tem; b) ocorrência de bulling, não havendo qualquer tipo de auxílio ou orientação por parte de professores, psicólogos ou da direção ao aluno e familiares e c) restrição, para determinados alunos, sem motivo pertinente, de ir, vir e estar em certos espaços recreativos da escola. Assinale a alternativa que, segundo os itens sublinhados, identifica, CORRETA e completamente, o conjunto dos direitos fundamentais privados ao adolescente