Questões de Concursos IBAMA

Resolva Questões de Concursos IBAMA Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 4227.   Português - Nível Médio - Analista Ambiental - IBAMA - CESPE - 2005
  • As religiões e o meio ambiente

    “Tudo o que vive e se move será alimento para vós.
    Da mesma forma que lhes dei as plantas, agora dou-lhes tudo.”
    Gênesis (9; 3).

    Essa passagem da Bíblia tem sido interpretada como 1
    uma visão antropocêntrica, profundamente antiambientalista, do
    judeo-cristianismo, que contrasta com a visão budista e hinduísta
    do mundo, que ensina que os seres humanos devem viver em 4
    harmonia com a natureza.

    Alguns cristãos têm tentado atenuar a frase do Gênesis,
    explicando que a intenção do Senhor sempre foi a de proteger a 7
    biodiversidade, como quando ordenou a Noé que levasse na Arca
    um casal de cada criatura viva, para que sobrevivessem ao
    dilúvio. 10

    Esta podia ser uma questão secundária 5 ou 10 mil anos
    atrás, quando a população mundial era de alguns milhões de
    habitantes, mas passou a ser uma questão central nos dias de 13
    hoje, em que existem sobre a Terra mais de 6 bilhões de seres
    humanos. A ação do homem sobre a natureza atualmente é
    comparável, em força destrutiva, à das forças geológicas, como 16
    terremotos, erupções vulcânicas, inundações e tempestades, e
    estamos até provocando o aquecimento do planeta, com
    conseqüências imprevisíveis sobre a vida como a conhecemos. 19
    O uso e o abuso da natureza pelo homem põem hoje em risco sua
    própria sobrevivência.

    José Goldemberg. O Estado de São Paulo. Editorial Espaço
    Aberto, caderno A, 17/5/2005, p. 2 (com adaptações).


    Tendo o texto acima como referência inicial e considerando a
    amplitude do tema que ele aborda, julgue os itens subseqüentes.
  • Há nítida convergência entre o atual conceito de desenvolvimento sustentável e a noção de progresso que, a partir da Revolução Industrial, sustentou a modernização e o crescimento econômico ao longo do século XIX e de boa parte do século XX.
  • 5 - Questão 4224.   Português - Nível Médio - Analista Ambiental - IBAMA - CESPE - 2005
  • As religiões e o meio ambiente

    “Tudo o que vive e se move será alimento para vós.
    Da mesma forma que lhes dei as plantas, agora dou-lhes tudo.”
    Gênesis (9; 3).

    Essa passagem da Bíblia tem sido interpretada como 1
    uma visão antropocêntrica, profundamente antiambientalista, do
    judeo-cristianismo, que contrasta com a visão budista e hinduísta
    do mundo, que ensina que os seres humanos devem viver em 4
    harmonia com a natureza.

    Alguns cristãos têm tentado atenuar a frase do Gênesis,
    explicando que a intenção do Senhor sempre foi a de proteger a 7
    biodiversidade, como quando ordenou a Noé que levasse na Arca
    um casal de cada criatura viva, para que sobrevivessem ao
    dilúvio. 10

    Esta podia ser uma questão secundária 5 ou 10 mil anos
    atrás, quando a população mundial era de alguns milhões de
    habitantes, mas passou a ser uma questão central nos dias de 13
    hoje, em que existem sobre a Terra mais de 6 bilhões de seres
    humanos. A ação do homem sobre a natureza atualmente é
    comparável, em força destrutiva, à das forças geológicas, como 16
    terremotos, erupções vulcânicas, inundações e tempestades, e
    estamos até provocando o aquecimento do planeta, com
    conseqüências imprevisíveis sobre a vida como a conhecemos. 19
    O uso e o abuso da natureza pelo homem põem hoje em risco sua
    própria sobrevivência.

    José Goldemberg. O Estado de São Paulo. Editorial Espaço
    Aberto, caderno A, 17/5/2005, p. 2 (com adaptações).


    Tendo o texto acima como referência inicial e considerando a
    amplitude do tema que ele aborda, julgue os itens subseqüentes.
  • A Agenda 21, resultante da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro, em 1992, pode ser definida como uma espécie de cartilha elaborada pela comunidade internacional ante a imperiosa necessidade de fazer frente à tensa relação entre a espécie humana e a natureza.
  • 6 - Questão 4239.   Português - Nível Médio - Analista Ambiental - IBAMA - CESPE - 2005
  • Andar pela região do Alto Xingu, no nordeste 1
    de Mato Grosso, é mais que turismo. Beira uma
    experiência antropológica. A troca de conhecimento com
    os índios é, sem dúvida, enriquecedora. Além da 4
    convivência na aldeia — o ponto principal da viagem —,
    os passeios de barco e canoa pelo rio Von den Steinen
    são um deslumbramento. A mata preservada contrasta 7
    com o espelho formado na água, produzindo uma
    paisagem belíssima. À noite, o céu se abre limpo e
    estrelado. É um convite à contemplação da natureza. 10
    Caminhar em trilhas pela floresta também faz parte do
    programa. Chegar a esse paraíso não é das missões mais
    fáceis, o que garante parte de sua preservação. Pelo 13
    caminho, pode-se comprovar uma das tragédias da
    região: uma enorme quantidade de carretas carregando
    madeira nobre retirada da floresta. E as clareiras 16
    deixadas por elas nas matas.

    Época, 9/5/2005 (com adaptações).

    Julgue os seguintes itens a respeito da organização das idéias
    e das estruturas lingüísticas no texto.
  • A argumentação final do texto revela dois indícios de “uma das tragédias” (L.14): as carretas carregando madeira e as clareiras deixadas nas matas.
  • 7 - Questão 35903.   Recursos Humanos - Gestão de Pessoas - Nível Superior - Analista Administrativo - IBAMA - CESPE - 2013
  • Considerando as variáveis típicas do comportamento humano nas organizações, julgue os itens a seguir.

    O envolvimento do gerente com seus subordinados com o intuito de influenciá-los para a realização das atividades e a consecução das metas demonstra um tipo de liderança organizacional.
  • 8 - Questão 4232.   Português - Nível Médio - Analista Ambiental - IBAMA - CESPE - 2005
  • As religiões e o meio ambiente

    “Tudo o que vive e se move será alimento para vós.
    Da mesma forma que lhes dei as plantas, agora dou-lhes tudo.”
    Gênesis (9; 3).

    Essa passagem da Bíblia tem sido interpretada como 1
    uma visão antropocêntrica, profundamente antiambientalista, do
    judeo-cristianismo, que contrasta com a visão budista e hinduísta
    do mundo, que ensina que os seres humanos devem viver em 4
    harmonia com a natureza.

    Alguns cristãos têm tentado atenuar a frase do Gênesis,
    explicando que a intenção do Senhor sempre foi a de proteger a 7
    biodiversidade, como quando ordenou a Noé que levasse na Arca
    um casal de cada criatura viva, para que sobrevivessem ao
    dilúvio. 10

    Esta podia ser uma questão secundária 5 ou 10 mil anos
    atrás, quando a população mundial era de alguns milhões de
    habitantes, mas passou a ser uma questão central nos dias de 13
    hoje, em que existem sobre a Terra mais de 6 bilhões de seres
    humanos. A ação do homem sobre a natureza atualmente é
    comparável, em força destrutiva, à das forças geológicas, como 16
    terremotos, erupções vulcânicas, inundações e tempestades, e
    estamos até provocando o aquecimento do planeta, com
    conseqüências imprevisíveis sobre a vida como a conhecemos. 19
    O uso e o abuso da natureza pelo homem põem hoje em risco sua
    própria sobrevivência.

    José Goldemberg. O Estado de São Paulo. Editorial Espaço
    Aberto, caderno A, 17/5/2005, p. 2 (com adaptações).


    Tendo o texto acima como referência inicial e considerando a
    amplitude do tema que ele aborda, julgue os itens subseqüentes.
  • De maneira geral, nos países pobres ou em desenvolvimento, onde vive a minoria — mas fundamentalmente pobre — da população do planeta, a questão do desenvolvimento é central e prioritária e, no mais das vezes, este se dá de maneira predatória, voltada para o lucro imediato, o que acaba por comprometer sua sustentabilidade.
  • 9 - Questão 35883.   Direito Ambiental - Nível Superior - Analista Administrativo - IBAMA - CESPE - 2013
  • A respeito das ações administrativas decorrentes do exercício da competência no combate à poluição, na proteção do meio ambiente e na preservação das florestas e paisagens naturais notáveis, julgue os itens a seguir.

    Ações administrativas delegadas por ente federativo mediante convênio poderão ser executadas por outro ente federativo, desde que este ente disponha de conselho de meio ambiente e de órgão ambiental capacitado a executá-las.
  • 10 - Questão 35882.   Direito Ambiental - Nível Superior - Analista Administrativo - IBAMA - CESPE - 2013
  • A respeito das ações administrativas decorrentes do exercício da competência no combate à poluição, na proteção do meio ambiente e na preservação das florestas e paisagens naturais notáveis, julgue os itens a seguir.

    As normas para a cooperação entre a União, estados, Distrito Federal e municípios, concernentes às referidas competências constitucionais, serão disciplinadas em lei complementar a ser editada.