Questões de Concursos Prefeitura de Bela Vista MG

Resolva Questões de Concursos Prefeitura de Bela Vista MG Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas Online com Gabarito.

Aviso legal: Resolva as questões por simulado. Por lá você tem estatísticas de resolução.

  • Questão 28770.   Português - Nível Médio - Fiscal de Posturas - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Assinale a alternativa em que as palavras da frase estão grafadas CORRETAMENTE.
  • Questão 28761.   Nutrição - Nível Fundamental - Servente Escolar - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Em relação aos cuidados durante o armazenamento de alimentos, assinale a alternativa INCORRETA.
  • Questão 28859.   Conhecimentos Específicos - Legislação da Educação - Nível Fundamental - Auxiliar de Serviços Educacionais - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Um adolescente de dezessete anos solicitou matrícula na escola X. Ele interrompeu os estudos quando cursava os últimos anos do Ensino Fundamental.

    Nesse caso, analise as alternativas a seguir e assinale com V as verdadeiras e com F as falsas.

    ( ) O aluno deve cursar todas as disciplinas de todas as séries do Ensino Fundamental.
    ( ) A escola deve avaliar o desempenho do aluno e posicioná-lo em uma das últimas séries do Ensino Fundamental.
    ( ) A escola deve encaminhá-lo para o exame supletivo do Ensino Fundamental.
    ( ) A escola deve encaminhá-lo para Curso de Educação de Jovens a Adultos (EJA) em escola ou centro de educação supletiva.

    Assinale a sequência CORRETA.
  • Questão 28860.   Conhecimentos Específicos - Legislação da Educação - Nível Fundamental - Auxiliar de Serviços Educacionais - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Como modalidade da educação básica, a escola deverá assegurar aos alunos que apresentem necessidades educacionais especiais um atendimento de modo a promover o desenvolvimento de suas potencialidades, com observância de alguns indicadores.

    Nesse sentido, assinale a alternativa que completa INCORRETAMENTE o enunciado.
  • Questão 28905.   Pedagogia - Nível Superior - Professor - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Célia é professora de uma turma de alfabetização e acredita que alfabetiza seus alunos na perspectiva do letramento. Na aula de hoje, ela apresentou para os alunos a letra V. Ela escreveu no quadro negro a frase “Eva viu a uva”. Pediu que os alunos copiassem a frase no caderno e leu-a com eles. Depois pediu que pintassem todas as letras V que apareciam na frase. Treinou com eles o som da letra e construiu a família silábica va – ve – vi – vo – vu. Mandou os alunos treinar o som do V em casa e decorar a família silábica, pois na próxima aula aprenderão o som do Z.

    Na perspectiva do letramento e alfabetização é CORRETO afirmar que a professora Célia
  • Questão 46345.   Português - Nível Superior - Médico Veterinário - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2017
  • Medicina Integrativa e o poder de cura que vem de dentro
    Tratar mente, corpo e espírito – o indivíduo em sua totalidade – pode ser mais eficaz que o consumo exagerado de remédios
    [...]
    Hoje em dia, cada vez mais pessoas se conscientizam da complexidade do corpo humano, e de como a enfermidade nunca se manifesta somente no físico ou apenas na mente. O câncer é um exemplo de que o corpo se fragiliza, após um grande período de sofrimentos, conflitos e frustrações, que transbordam até ferirem o organismo. O inverso também é possível. Males como a depressão e a ansiedade podem culminar em sinais palpáveis como doenças de pele, enxaquecas, úlceras etc. Não é mera coincidência justamente o câncer e a depressão serem conhecidos como as “doenças do século”. No cenário atual, a saúde se tornou tão caótica quanto a vida contemporânea.
    Hipócrates, pai da medicina, já dizia bem antes de Cristo que o conhecimento do corpo é impossível sem o conhecimento do homem como um todo. E é seguindo esta ideia que a Medicina Integrativa está disposta a abalar as estruturas ortodoxas.
    Criada em universidades americanas em meados de 1970, a Medicina Integrativa convida instituições de pesquisas, hospitais, unidades de saúde e consultórios a mudarem o paradigma do tratamento médico. A doença não é mais o foco de estudo, mas o indivíduo em sua totalidade – mente, corpo e espírito. O paciente passa a ser visto como o principal responsável por sua melhora e é conduzido a entender que a cura vem de dentro para fora, e não o contrário. Os remédios, tratamentos e cirurgias são encarados como agentes catalisadores do processo de recuperação do organismo, e não mais os grandes protagonistas da cura.
    Para os convencionais, é importante destacar que a Medicina Integrativa não vem para substituir a Medicina Convencional, mas para criar novas possibilidades de tratamento, tanto para quem está sofrendo com uma doença quanto para quem tenta mantê-la à distância. Uma vez que a Medicina Convencional está vinculada aos interesses do mercado, não é lucrativo que sejam oferecidas todas as respostas para os problemas do ser humano. Afinal, a saúde intacta faz com que as pessoas deixem de comprar medicamentos.
    Mas, como o capitalismo e a busca incessante pelo poder ainda falam mais alto, cabe a cada um de nós deixar o ceticismo e os preconceitos de lado, e adotar o caminho da consciência, do autoconhecimento, do bem-estar e felicidade. O destino dessa caminhada é, com certeza, transformador.
    [...]
    COLOMBINO, Mariana. Medicina integrativa e o poder de cura que vem de dentro. Ponto eletrônico. Disponível em: . Acesso em: 7 dez. 2016 (fragmento adaptado).

    Releia o trecho a seguir.

    “A doença não é mais o foco de estudo, mas o indivíduo em sua totalidade – mente, corpo e espírito.”
    Esse trecho não pode, de acordo com a norma padrão e sem alterar seu sentido original, ser reescrito como consta em:
  • Questão 28731.   Português - Nível Superior - Professor de Educação Física - Prefeitura de Bela Vista MG - FUNDEP - 2014
  • Texto anexado à questão Texto anexado à questão
  • “Teve um que mordeu um outro. Acho que foi pouco, coisas muito piores podiam acontecer. Podia acontecer de morrerem, por exemplo.”

    Sobre o fragmento acima, é INCORRETO afirmar que: