Questões de Concursos Prefeitura de Natal RN

Resolva Questões de Concursos Prefeitura de Natal RN Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Questão 8119.   Direito Tributário - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • Sobre a solidariedade e capacidade tributária, assinale a única opção correta.
  • 2 - Questão 8118.   Direito Tributário - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • Sobre os sujeitos da obrigação tributária, assinale a única opção correta.
  • 3 - Questão 8109.   Direito Administrativo - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • Marque a opção correta, nos termos do disposto na Lei n. 4.717/65.
  • 4 - Questão 8123.   Conhecimentos Específicos - Finanças Públicas - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • A Constituição Federal de 1988, após outorgar competência tributária privativa para cada uma das entidades políticas, prevê o mecanismo de participação de uma entidade no produto de arrecadação de impostos de outra entidade. De acordo com o texto Constitucional, não pertence aos municípios:
  • 5 - Questão 8115.   Direito Tributário - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • Sobre o conceito de tributo e sua natureza jurídica, assinale a única opção correta.
  • 6 - Questão 8106.   Contabilidade - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • A empresa Comercial de Frutas S/A, em março de 2008, realizou compras de mercadorias pelo preço de R$ 10.000,00 e, no mesmo mês, vendeu metade dessa mercadoria comprada pelo preço de R$ 8.000,00. Sobre essas operações houve a incidência de IPI de 6% e de ICMS de 10%. Não houve incidência de PIS nem de COFINS.
    Considerando, exclusivamente, essas informações, podemos dizer que a empresa auferiu lucro de
  • 7 - Questão 8103.   Contabilidade - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • A empresa Meireles S.A., em 31.12.2007, tem um saldo de R$ 900.000,00 na conta Máquinas e Equipamentos, que já tem Depreciação Acumulada no valor de R$ 240.000,00. A composição das máquinas é a seguinte: adquiridas até 2006: R$ 770.000,00; adquiridas em abril de 2007: R$ 130.000,00; adquiridas em abril de 2008: R$ 80.000,00; e adquiridas em julho de 2008: R$ 60.000,00. A vida útil das máquinas é estimada em 5 anos e a depreciação é contabilizada anualmente. Com base nessas informações, pode-se dizer que a despesa de depreciação, no exercício social de 2008, será de:
  • 8 - Questão 8122.   Conhecimentos Específicos - Finanças Públicas - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • De acordo com a Lei n. 3.882, de 11 de dezembro de 1989, que aprovou o Código Tributário do Município de Natal, identifique o tributo cuja arrecadação não é de competência do Município.
  • 9 - Questão 8117.   Direito Tributário - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • O Governador do Estado de Minas Gerais fez publicar, em 6 de novembro de 2007, em atenção às Constituições Estadual e Federal, medida provisória visando à majoração de imposto estadual. A norma entrou em vigor na data de sua publicação. O Poder Legislativo Estadual, porém, somente converteu a medida provisória em lei no dia 20 de fevereiro de 2008. Em face da situação hipotética e considerando os parâmetros de vigência e aplicação da legislação tributária, aponte em que data o aumento poderá ser efetivamente cobrado.
  • 10 - Questão 8102.   Contabilidade - Nível Médio - Auditor do Tesouro Municipal - Prefeitura de Natal RN - ESAF - 2008
  • A empresa Fastfood Ltda., com contas a receber no valor de R$ 800.000,00, em 31.12.2007, tinha também uma conta de Provisão para Créditos de Liquidação Duvidosa com saldo remanescente de R$ 13.000,00. No encerramento do exercício de 2007, mandou fazer nova provisão baseada numa estimativa de perdas de 3,5%, igual às perdas efetivas ocorridas no recebimento de créditos nos últimos três exercícios. Feitos os lançamentos cabíveis, a empresa levará ao resultado do exercício uma despesa provisionada de: