Questões de Concursos SEAP PR

Resolva Questões de Concursos SEAP PR Grátis. Exercícios com Perguntas e Respostas. Provas Online com Gabarito.

  • 1 - Q4846.   Conhecimentos Gerais - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • “A ditadura da magreza dita que o índice de massa corporal (IMC) aponta a relação entre o peso e altura de uma
    pessoa. Quanto mais magra ela é, menor é o índice. Desde o fim dos anos 80, o IMC das modelos vem caindo por
    exigência do mercado da moda”.

    Fonte: Revista Veja de 22/11/2006.

    Baseado nessa afirmação, é correto afirmar que:

    I. Os adolescentes, atualmente, formam um enorme grupo mundial e seguem um comportamento em que
    valorizam o mesmo tipo de lazer, de alimentos, de roupas de beleza e de trabalho.
    II. Segundo a ONU, a produção de cereais no planeta não é suficiente para proporcionar a todas as
    pessoas uma dieta adequada, daí o número crescente de modelos com anorexia.
    III. As propagandas veiculadas nos meios de comunicação mostram o glamour da vida das modelos e o
    esteriótipo de pessoas magras e felizes.
    IV. A rede de informações produz um padrão de beleza muito difícil de ser alcançado. Esta pressão social
    pode influenciar no aparecimento de doenças relacionadas aos distúrbios de alimentação.

    A alternativa que contém todas as afirmativas corretas é
  • 3 - Q3732.   Conhecimentos Específicos - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • Analise as afirmações a seguir:

    I. Na falta de estabelecimento adequado, o cumprimento da prisão civil e da prisão administrativa se
    efetivará em seção especial da Cadeia Pública.
    II. O condenado por crime político não está obrigado ao trabalho.
    III. Cumprida ou extinta a pena, a notícia ou referência à condenação deverão constar, para todos os fins,
    da folha corrida, atestados ou certidões fornecidas por autoridade policial ou por auxiliares da Justiça.
    IV. A Lei 7.210, de 11 de julho de 1984, aplicar-se-á igualmente ao preso provisório e ao condenado pela
    Justiça Eleitoral ou Militar, quando recolhido a estabelecimento sujeito à jurisdição ordinária.

    Assinale a alternativa que contém todas as afirmativas corretas:
  • 4 - Q4843.   Português - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • Leia o texto a seguir e responda às questões de 01 a 05.

    O Primo das Selvas

    Patrocinada com uma verba de 25 milhões de dólares do governo americano, uma equipe de 67 pessoas de
    várias nacionalidades dedicou os últimos anos a uma tarefa complexa: analisar e decifrar o código genético do
    chimpanzé, o parente mais próximo do ser humano na árvore evolucionária. O resultado, divulgado na semana
    passada, representa um importante passo para responder a uma das questões cruciais da biologia: o que nos faz
    humanos? Depois de mapeado, o DNA do chimpanzé foi comparado, gene por gene, com o genoma humano. A
    conclusão foi que as duas espécies compartilham 96% de seu código genético. Como boa parcela dos 4%
    restantes se encontra em partes do genoma aparentemente sem função, os cientistas acreditam que a diferença
    se concentra em apenas 1% do material genético – uma diferença dez vezes maior que a existente entre dois
    seres humanos.
    Ainda não é possível dizer com exatidão a missão de cada um desses genes. Mas a comparação entre os dois
    genomas permite avançar na direção desse conhecimento. Pela lógica, os genes que aparecem apenas no
    homem podem ser os responsáveis pelo desenvolvimento do cérebro, e pelo menos um já identificado parece ter
    importância crucial no desenvolvimento da linguagem. De acordo com os estudos, as principais distinções entre as
    duas espécies devem ser atribuídas não tanto aos genes propriamente ditos, mas à forma e ao ritmo com que
    atuam. Por exemplo, as células do cérebro humano dividem-se muitas vezes mais que as do chimpanzé durante o
    desenvolvimento fetal. O resultado é que o homem adulto tem um cérebro três vezes maior que o do chimpanzé.
    O chimpanzé é o quarto mamífero a ter o genoma decifrado, depois do homem, do camundongo e do rato
    (diferença de 10% em relação ao homem). “O desafio é decifrar agora o que significam as semelhanças e as
    diferenças entre os códigos genéticos do chimpanzé e do homem em termos de características físicas, como o
    tamanho do cérebro, e de comportamento, como a capacidade de aprendizado e organização social”, disse a
    VEJA a geneticista Bárbara Trask, da Universidade de Washington.

    Fonte: VENTUROLLI, Thereza. O primo das selvas: Revista Veja. São Paulo: edição 1921, ano 38, 07 de set de 2005, p. 113.
  • De acordo com o texto, é correto afirmar:
  • 5 - Q3729.   Conhecimentos Específicos - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • A divulgação de ocorrência que perturbe a segurança e a disciplina dos estabelecimentos, bem como exponha o preso à inconveniente notoriedade, durante o cumprimento da pena, é proibida:
  • 9 - Q4842.   Português - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • Leia o texto a seguir e responda às questões de 01 a 05.

    O Primo das Selvas

    Patrocinada com uma verba de 25 milhões de dólares do governo americano, uma equipe de 67 pessoas de
    várias nacionalidades dedicou os últimos anos a uma tarefa complexa: analisar e decifrar o código genético do
    chimpanzé, o parente mais próximo do ser humano na árvore evolucionária. O resultado, divulgado na semana
    passada, representa um importante passo para responder a uma das questões cruciais da biologia: o que nos faz
    humanos? Depois de mapeado, o DNA do chimpanzé foi comparado, gene por gene, com o genoma humano. A
    conclusão foi que as duas espécies compartilham 96% de seu código genético. Como boa parcela dos 4%
    restantes se encontra em partes do genoma aparentemente sem função, os cientistas acreditam que a diferença
    se concentra em apenas 1% do material genético – uma diferença dez vezes maior que a existente entre dois
    seres humanos.
    Ainda não é possível dizer com exatidão a missão de cada um desses genes. Mas a comparação entre os dois
    genomas permite avançar na direção desse conhecimento. Pela lógica, os genes que aparecem apenas no
    homem podem ser os responsáveis pelo desenvolvimento do cérebro, e pelo menos um já identificado parece ter
    importância crucial no desenvolvimento da linguagem. De acordo com os estudos, as principais distinções entre as
    duas espécies devem ser atribuídas não tanto aos genes propriamente ditos, mas à forma e ao ritmo com que
    atuam. Por exemplo, as células do cérebro humano dividem-se muitas vezes mais que as do chimpanzé durante o
    desenvolvimento fetal. O resultado é que o homem adulto tem um cérebro três vezes maior que o do chimpanzé.
    O chimpanzé é o quarto mamífero a ter o genoma decifrado, depois do homem, do camundongo e do rato
    (diferença de 10% em relação ao homem). “O desafio é decifrar agora o que significam as semelhanças e as
    diferenças entre os códigos genéticos do chimpanzé e do homem em termos de características físicas, como o
    tamanho do cérebro, e de comportamento, como a capacidade de aprendizado e organização social”, disse a
    VEJA a geneticista Bárbara Trask, da Universidade de Washington.

    Fonte: VENTUROLLI, Thereza. O primo das selvas: Revista Veja. São Paulo: edição 1921, ano 38, 07 de set de 2005, p. 113.
  • Com base no texto, é correto afirmar:

    a) Em “[...] os cientistas acreditam que a diferença se concentra em apenas 1% do material genético [...]”, a
    partícula se retoma a palavra cientistas, indicada anteriormente.
    b) Em “Pela lógica, os genes que aparecem apenas no homem [...]”, o pronome relativo que poderia ser
    substituído por cujo, sem alteração de sentido.
    c) Em “Mas a comparação entre os dois genomas permite avançar na direção desse conhecimento”, o conectivo
    mas corrobora a idéia exposta anteriormente.
    d) Em “[...] as principais distinções entre as duas espécies devem ser atribuídas não tanto aos genes
    propriamente ditos, mas à forma e ao ritmo com que atuam”, o conectivo mas estabelece uma relação de
    oposição.
    e) Em “[...] as células do cérebro humano dividem-se muitas vezes mais que as do chimpanzé [...]”, a partícula
    em destaque remete ao termo chimpanzé.
  • 10 - Q4849.   Conhecimentos Gerais - Nível Médio - Agente Penitenciário - SEAP PR - COPS UEL - 2007
  • Assinale a alternativa que melhor identifica a Literatura de Cordel no Brasil: