Questões de SEE DF - Exercícios para Concurso com Gabarito

Questões de SEE DF com Gabarito. Exercícios para Concurso com Atividades Resolvidas e Comentadas. Teste seus conhecimentos com Perguntas e Respostas Grátis!

1 Questão 9854 | Conhecimentos Gerais, Atualidades, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

Apesar da ampliação do acesso à escola e da crescente geração de emprego, uma população de 9,6 milhões de jovens, formada principalmente por mulheres, muitas delas com filhos, não estuda nem trabalha e é motivo de preocupação nos estudos sobre condições de vida da população brasileira, aponta a síntese de indicadores sociais de 2013 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com dados de 2012. Um em cada cinco brasileiros (19,6%) de 15 a 29 anos de idade faz parte da “geração nem nem”, jovens que nem estudam nem trabalham.

                         O Estado de S.Paulo, 30/11/2013, p. A34.

Tendo o fragmento de texto acima como referência inicial e considerando aspectos marcantes da realidade social brasileira contemporânea, julgue o item subsequente.
A atual estagnação da economia brasileira, responsável pelo fechamento de postos de trabalho, explica o elevado número de jovens que não estudam nem trabalham.

2 Questão 9876 | História e Geografia de Estados e Municípios, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

Com relação à transferência da capital brasileira e à construção de Brasília, julgue o item subsecutivo.

Os objetivos da transferência da capital do Brasil para o Planalto Central incluem o estímulo ao povoamento e ao desenvolvimento das regiões interioranas do país, em face de a grande maioria da população brasileira estar concentrada nesse período nas regiões próximas ao litoral.

3 Questão 9867 | História, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

Texto associado.
Responda de acordo com o texto a seguir as questões 1 a 4:

“Já o bom historiador se parece com o ogro da lenda. Onde fareja carne humana, sabe que ali está a sua caça.”

                  Marc Bloch. “A história, os homens e o tempo”, Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001, [primeira edição 1949], p. 54.

O trecho acima é parte do último livro do famoso historiador francês, conhecido como um dos mais criativos e importantes do século XX. Escrita em circunstâncias especiais, a obra pode ser lida como uma espécie de testamento acadêmico de Marc Bloch. O texto, contudo, não chegou a ser finalizado, pois Bloch, que era
judeu, estava preso e fora torturado pela Gestapo — polícia secreta alemã —, sendo fuzilado perto de Lyon no dia 16 de julho de 1944.
Tendo as informações acima como referência inicial, julgue o item subsequente.

Responda de acordo com o texto a seguir as questões 5 a 8:

No Brasil, as duas aspirações - a da independência e a da unidade -- não nasceram juntas e, por longo tempo ainda, não caminharam de mãos dadas. As sublevações e as conjunturas nativistas são invariavelmente manifestações desconexas da antipatia que, desde o século XVI, opõe o português da Europa e o do Novo Mundo. E mesmo onde se aguça a antipatia, chegando a tomar colorido sedicioso, com a influência dos princípios franceses ou do exemplo da América inglesa, nada prova que tenda a superar os simples âmbitos regionais.

            Sérgio Buarque de Holanda. A herança colonial - sua desagregação. In: História Geral da Civilização Brasileira. Tomo II, O Brasil Monárquico. 1.º volume, O processo da Emancipação. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, p. 9 (com adaptações).

Considerando o fragmento de texto acima e o processo histórico ao qual se refere, julgue o item que se seguem.
As divergências econômicas entre França e Alemanha foram o estopim do conflito de proporções mundiais conhecido como a Segunda Guerra Mundial.

5 Questão 9880 | História e Geografia de Estados e Municípios, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

A respeito do Plano Piloto de Brasília, julgue o item a seguir.

O tombamento do Plano Piloto como patrimônio histórico nacional e sua inscrição na lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) foram realizados com o objetivo de preservar as características essenciais que caracterizam o seu projeto urbanístico.

7 Questão 9882 | Inglês, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

  There are people who are latecomers wherever they go. Lateness is their way of life.
      Chronic lateness has spoilt friendships, and it’s a habit that has caused people to lose their jobs. Why, then, are so many people late?
      According to some specialists, not arriving on time can be a form of avoidance. You are late for a party, or coming home from work because you don’t want to be where you’re supposed to be. It can also be a habit learned on childhood from a parent or an old brother or sister who also ran late. For others, it’s a result of an inability to judge time.

      Whatever reason people have, lateness almost always annoys those of us who are always prompt to attend our commitments.

            Diane Washawsky. Spectrum book 4. Ana Veltford. Prentice Hall Regents. p.156 (adapted).

Based on the text, judge the following items.
Some people lose their jobs because they are habitually late.

8 Questão 9869 | História, Estudantes Universitários, SEE DF, CESPE, Ensino Superior, 2014

Texto associado.
Responda de acordo com o texto a seguir as questões 1 a 4:

“Já o bom historiador se parece com o ogro da lenda. Onde fareja carne humana, sabe que ali está a sua caça.”

                  Marc Bloch. “A história, os homens e o tempo”, Apologia da História ou o ofício do historiador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2001, [primeira edição 1949], p. 54.

O trecho acima é parte do último livro do famoso historiador francês, conhecido como um dos mais criativos e importantes do século XX. Escrita em circunstâncias especiais, a obra pode ser lida como uma espécie de testamento acadêmico de Marc Bloch. O texto, contudo, não chegou a ser finalizado, pois Bloch, que era
judeu, estava preso e fora torturado pela Gestapo — polícia secreta alemã —, sendo fuzilado perto de Lyon no dia 16 de julho de 1944.
Tendo as informações acima como referência inicial, julgue o item subsequente.

Responda de acordo com o texto a seguir as questões 5 a 8:

No Brasil, as duas aspirações - a da independência e a da unidade -- não nasceram juntas e, por longo tempo ainda, não caminharam de mãos dadas. As sublevações e as conjunturas nativistas são invariavelmente manifestações desconexas da antipatia que, desde o século XVI, opõe o português da Europa e o do Novo Mundo. E mesmo onde se aguça a antipatia, chegando a tomar colorido sedicioso, com a influência dos princípios franceses ou do exemplo da América inglesa, nada prova que tenda a superar os simples âmbitos regionais.

            Sérgio Buarque de Holanda. A herança colonial - sua desagregação. In: História Geral da Civilização Brasileira. Tomo II, O Brasil Monárquico. 1.º volume, O processo da Emancipação. São Paulo: Difusão Europeia do Livro, p. 9 (com adaptações).

Considerando o fragmento de texto acima e o processo histórico ao qual se refere, julgue o item que se seguem.
O autor defende o argumento de que o processo de separação política do Brasil, ocorrido em 1822, não foi um movimento marcado por um sentimento nacional unificado.