Questões de TRT - Exercícios para Concurso com Gabarito

Questões de TRT com Gabarito. Exercícios para Concurso com Atividades Resolvidas e Comentadas. Teste seus conhecimentos com Perguntas e Respostas Grátis!

1 Questão 321 | Direito Administrativo, Analista Judiciário, TRT, ESAF, Ensino Superior

A vedação do nepotismo no serviço público vincula- se, diretamente, ao seguinte princípio da Administração Pública:

2 Questão 2654 | Direito Constitucional, Técnico Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

Em caso de relevância e urgência, o Presidente da República poderá adotar medidas provisórias, com força de lei, devendo submetê-las de imediato ao Congresso Nacional. Com relação às medidas provisórias, é INCORRETO afirmar que

3 Questão 2644 | Direito Constitucional, Analista Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

Leonardo era metalúrgico e prestava serviços para a empresa “Metais e Metais Ltda.”. Ao atingir o tempo de serviço exigido por lei, resolveu aposentar-se e participar do sindicato de sua categoria profissional, visto que continuava filiado. Nesse caso, Leonardo

4 Questão 2648 | Direito Constitucional, Analista Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

Maria Dulce é membro do Ministério Público do Trabalho, frente ao Tribunal Regional da 22ª Região, há mais de 15 (quinze) anos. Nesse caso, NÃO constitui vedação para Maria Dulce

5 Questão 483 | Português, Analista Judiciário, TRT, ESAF, Ensino Superior

Está transcrito abaixo um trecho da crônica “Meditações sobre o amor”, da escritora brasileira recentemente falecida, Rachel de Queiroz. O trecho foi dividido em três partes, identificadas por algarismos romanos. Para cada parte foi proposta uma frase-síntese, com idêntica numeração. Responda ao que se pede.

I. Não é a todos que se apresenta oportunidade de amar, nem se encontra capacidade de amar em todos a quem a oportunidade se apresenta. É mister que se reúnam capacidade e oportunidade, oportunidade e pessoa.
II. Quanto ao objeto do amor – isso é somenos. Todos sabem que é melhor amado aquele que menos o merece, ou aquele que nem sequer tem consciência do amor alheio por si.
III. Porque jamais os olhos ou a inteligência ajudam o coração amante, ou, se ajudam, fazem-no de modo passivo: apagando-se, deixando de enxergar e de discernir, fugindo ao exercício do seu ofício natural que é prevenir o dono contra surpresas e maus passos.

Julgue as frases propostas para cada parte do texto.

(I) O amor é coisa rara.
(II) É melhor amar que ser amado.
(III) O amor é cego e burro.

Conserva(m) e sintetiza(m) os sentidos fundamentais do texto:

6 Questão 765 | Português, Técnico Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

Texto associado.
O país é o mesmo. O dia, mês e ano também. Brasil,
28 de abril de 2009. No Rio Grande do Sul, o índice de chuvas
está 96% abaixo do que seria normal neste período. A taxa de
umidade despencou para menos de 20%, enquanto o saudável
é praticamente o dobro. Tudo é seca e insolação. Brasil, 28 de
abril de 2009. No Piauí os moradores enfrentam as piores
cheias dos últimos 25 anos. Chove sem parar. Cidades estão
ilhadas. Cerca de 100 mil pessoas ficaram desabrigadas.

"O tempo anda louco", eis a frase leiga e padrão que
mais se fala e mais se ouve nas queixas em relação às radicais
discrepâncias climáticas. Vale para o Norte e Nordeste do país,
vale para a região Sul também. A mais nova e polêmica
explicação para tais fenômenos é uma revolucionária teoria
sobre as chuvas, chamada "bomba biótica", e pode mudar os
conceitos da meteorologia tradicional.

Olhemos, agora, por exemplo, não para a loucura do
tempo em um único país, mas sim para a "loucura a dois". Por
que chove tanto em algumas regiões distantes da costa, como
no interior da Amazônia, enquanto países como a Austrália se
transformam em deserto? Dois cientistas russos sustentam,
embasados na metodologia da bomba biótica, que as florestas
são responsáveis pela criação dos ventos e a distribuição da
chuva ao redor do planeta - como uma espécie de coração que
bombeia a umidade. Esse modelo questiona a meteorologia
convencional, que explica a movimentação do ar sobretudo pela
diferença de temperatura entre os oceanos e a terra. Ao falarem
de chuva aqui e de seca acolá, eles acabam falando de um dos
mais atuais e globalizados temas: a devastação das matas.

Para o biogeoquímico Donato Nobre, do Instituto
Nacional de Pesquisas da Amazônia e principal proponente da
linha da bomba biótica no Brasil, somente ela é que explica com
clareza a contradição entre a seca e a aridez que estão
minguando as lavouras na região Sul e as chuvas intensas que
transbordam o Norte e o Nordeste.

De acordo, porém, com o professor americano David
Adams, da Universidade do Estado do Amazonas, os físicos
russos estão supervalorizando a força da bomba biótica.

(Adaptado de Maíra Magro. Istoé, 6/5/2009, p. 98-99)
"Olhemos", agora, por exemplo... (3º parágrafo)

O verbo flexionado de forma idêntica à do DESTACADO acima está também grifado na frase:

7 Questão 770 | Direito Administrativo, Técnico Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

Benedito, técnico judiciário, pretende entrar em gozo de férias em parcelas. Nesse caso, é certo que,

8 Questão 2575 | Direito Constitucional, Técnico Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio

NÃO tem legitimidade para propor ação direta de inconstitucionalidade perante o Supremo Tribunal Federal o

9 Questão 1967 | Direito Administrativo, Atos Administrativos, Técnico Judiciário, TRT, Ensino Médio

Da apreciação da conveniência e oportunidade do ato administrativo pode resultar a

10 Questão 452 | Direito Administrativo, Lei 8112 90, Analista Judiciário, TRT, FCC, Ensino Médio Está desatualizada

Considere que no mês atual, em que o salário mínimo é de R$ 200,00, um servidor público federal recebeu vencimento de R$ 180,00, acrescido de ajuda de custo de R$ 70,00, que se incorporou ao vencimento. A situação assim descrita