Questões de Vestibular Grátis - Exercícios com Gabarito

Questões de Vestibular com Gabarito Grátis. Exercícios com Atividades Resolvidas e Comentadas. Teste seus conhecimentos com Perguntas e Respostas Grátis!

1 Questão 595755 | Matemática, Probabilidade, Vestibular Segundo Exame, UERJ, UERJ, Ensino Médio, 2019

Um menino vai retirar ao acaso um único cartão de um conjunto de sete cartões. Em cada um deles está escrito
apenas um dia da semana, sem repetições: segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sábado, domingo. O menino
gostaria de retirar sábado ou domingo.
A probabilidade de ocorrência de uma das preferências do menino é:

2 Questão 595132 | História, Vestibular, UNICAMP, Comvest, Ensino Médio, 2015

Desde a queda do império comunista na Europa, nos anos 1989-1991, assiste-se a uma nova forma de messianismo político que consiste em impor o regime democrático e os direitos humanos pela força. (Adaptado de Tzvetan Todorov, Os inimigos íntimos da democracia. São Paulo: Companhia das Letras, 2012, p. 55.) O quadro descrito pelo texto pode ser analisado 

3 Questão 595312 | Matemática, Números Primos, Vestibular Primeira Fase, USP, FUVEST, Ensino Médio, 2016

Sejam a e b dois números inteiros positivos. Diz-se que a e b são equivalentes se a soma dos divisores positivos de a coincide com a soma dos divisores positivos de b. Constituem dois inteiros positivos equivalentes:

4 Questão 596954 | Biologia, Vestibular Segundo Semestre, IF PE, IF PE, Ensino Médio, 2017

Analise os sistemas excretores dos animais.
I. Glândulas verdes localizadas próximo às antenas que se abrem para o exterior através de um poro excretor.
II. Rede de túbulos com células-flama ou solenócitos.
III Nefrídios, que removem excreções da cavidade pericárdica e dos vasos sanguíneos.
IV.Excreções lançadas por difusão.

Quanto à evolução da fisiologia, a sequência do sistema excretor do mais primitivo para o mais evoluído é

5 Questão 595393 | Português, Interpretação Textual, Vestibular 1 Dia, UnB, CESPE CEBRASPE, Ensino Médio, 2018

Texto associado.
1 Comunidade das pequenas salas de cinema, não muita
gente, e a que houver tocada em cheio como o coração tocado
por um dedo vibrante, tocada, a pequena assembleia humana,
4 por um sopro noturno, uma ação estelar. Não se vai lá em
busca de catarse direta, mas de arrebatamento, cegueira, transe.
Vão alguns em busca de beleza, dizem. É uma ciência de ritmo,
7 ciclo, luz miraculosamente regulada, uma ciência de espessura
e transparência da matéria? De todos os pontos da trama
luminosa, ao fundo da assembleia sentadamente muda
10 morrendo e ressuscitando segundo a respiração na noite das
salas, a mão instruída nas coisas mostra, rodando
quintuplamente esperta, a volta do mundo, a passagem de
13 campo a campo, fogo, ar, terra, água, éter, verdade
transmutada, forma. (...)
A escrita não substitui o cinema nem o imita, mas a
16 técnica do cinema, enquanto ofício propiciatório, suscita
modos esferográficos de fazer e celebrar. Olhos
contempladores e pensadores, mão em mãos seriais,
19 movimento, montagem da sensibilidade, música vista (ouçam
também com os olhos!) (...) O arroubo é uma atenção votada às
miúdas cumplicidades com o mundo, o mundo em frases, em
22 linhas fosforescentes, em texto revelado, como se diz que se
revela uma fotografia ou se revela um segredo. O poema, o
cinema, são inspirados porque se fundam na minúcia e no rigor
25 das técnicas da atenção ardente.
Alimentamo-nos de imagens emendadas,
representações conjugadas simbolicamente, pontos fortes e
28 luminosos, pensamentos bucais (...). A imagem é um ato pelo
qual se transforma a realidade, é uma gramática profunda no
sentido em que refere que o desejo é profundo, e profunda a
31 morte, e a vida ressurrecta.
Herberto Helder Cinemas In: Relâmpago: Revista
de Poesia n º 3, 1998, p 7-8 (com adaptações)
Com relação ao texto Cinemas, do poeta português Herberto
Helder, e a aspectos a ele relacionados, julgue os itens de 1 a 8 e
assinale a opção correta no item 9, que é do tipo C.b
Depreende-se do emprego da primeira pessoa do plural no trecho “Alimentamo-nos” (R.26) que o autor inclui-se entre os espectadores de cinema.

6 Questão 596898 | Biologia, VESTIBULAR, UEMG, UEMG, Ensino Médio, 2019

Texto associado.
Os vegetais multicelulares são formados por um grupamento de células diferenciadas que exercem uma mesma
função. Esses conjuntos celulares são designados como tecidos e a divisão da Biologia que os estuda é
denominada de Histologia.
Nesses tecidos, existem células que possuem celulose em sua parede celular, vacúolos e cloroplastos em seu
interior.
Assinale a alternativa que apresenta o tecido vegetal formado por células mortas, alongadas e de parede celular
lignificada.

7 Questão 25207 | História, Vestibulando, UFF, UFF, Ensino Médio, 2010

Ao se referir à sociedade da então colônia portuguesa Guiné Bissau, o historiador Armando Castro afirmou:

“As autoridades coloniais utilizam, para os castigos corporais, a palmatória, o chicote e a vergasta. Nas transações, os brancos praticam correntemente o roubo: roubo nos preços, nas quantidades, nas qualidades. Vai-se, nesta sociedade colonialista, até o desprezo total pela vida dos africanos. Morrem no trabalho de abate das árvores, na recolha do coconote e nos trabalhos públicos ou afogam-se nos pântanos, quando se fazem as secagens, etc. Há alguns anos, dezenas de trabalhadores africanos encontraram a morte nos trabalhos dos pântanos de Bissau. A mulher africana é vítima de numerosos crimes: violações, prostituição, etc.”
CASTRO, A. O Sistema Colonial Português em África (meados do século XX). 2ª ed. Lisboa:Caminho, 1980, p. 366.

O texto acima mostra as consequências do processo de colonização. Ao se juntarem as duas pontas, colonização e descolonização, pode-se afirmar sobre a descolonização que

8 Questão 54392 | História, História do Brasil, Vestibulando, Vestibular, Ensino Médio

(PUC-SP) O período militar brasileiro recente (1964-1985)

9 Questão 596322 | Português, Interpretação Textual, Vestibulando, UnB, CESPE, Ensino Médio, 2018

Texto associado.
1 Comunidade das pequenas salas de cinema, não muita
gente, e a que houver tocada em cheio como o coração tocado
por um dedo vibrante, tocada, a pequena assembleia humana,
4 por um sopro noturno, uma ação estelar. Não se vai lá em
busca de catarse direta, mas de arrebatamento, cegueira, transe.
Vão alguns em busca de beleza, dizem. É uma ciência de ritmo,
7 ciclo, luz miraculosamente regulada, uma ciência de espessura
e transparência da matéria? De todos os pontos da trama
luminosa, ao fundo da assembleia sentadamente muda
10 morrendo e ressuscitando segundo a respiração na noite das
salas, a mão instruída nas coisas mostra, rodando
quintuplamente esperta, a volta do mundo, a passagem de
13 campo a campo, fogo, ar, terra, água, éter, verdade
transmutada, forma. (...)
A escrita não substitui o cinema nem o imita, mas a
16 técnica do cinema, enquanto ofício propiciatório, suscita
modos esferográficos de fazer e celebrar. Olhos
contempladores e pensadores, mão em mãos seriais,
19 movimento, montagem da sensibilidade, música vista (ouçam
também com os olhos!) (...) O arroubo é uma atenção votada às
miúdas cumplicidades com o mundo, o mundo em frases, em
22 linhas fosforescentes, em texto revelado, como se diz que se
revela uma fotografia ou se revela um segredo. O poema, o
cinema, são inspirados porque se fundam na minúcia e no rigor
25 das técnicas da atenção ardente.
Alimentamo-nos de imagens emendadas,
representações conjugadas simbolicamente, pontos fortes e
28 luminosos, pensamentos bucais (...). A imagem é um ato pelo
qual se transforma a realidade, é uma gramática profunda no
sentido em que refere que o desejo é profundo, e profunda a
31 morte, e a vida ressurrecta.
Herberto Helder Cinemas In: Relâmpago: Revista
de Poesia n º 3, 1998, p 7-8 (com adaptações)
Com relação ao texto Cinemas, do poeta português Herberto
Helder, e a aspectos a ele relacionados, julgue os itens de 1 a 8 e
assinale a opção correta no item 9, que é do tipo C.
A partir da construção de cenários artificiais ou virtuais ou por meio da utilização de lugares reais, o cinema se apropria do espaço geográfico para criar novas possibilidades de leituras, permitindo compreender a organização socioespacial das sociedades, sejam elas reais ou fictícias.

10 Questão 25214 | Química, Vestibulando, UFF, UFF, Ensino Médio, 2010

A escassez de água no mundo é agravada pela ausência de usos sustentáveis dos recursos naturais e pela má utilização desses recursos. A desigualdade no acesso à água está relacionada a desigualdades sociais. Controlar o uso da água significa deter poder. Em regiões onde a situação de falta d’água já atinge índices críticos, como no continente africano, a média de consumo por pessoa/dia é de 10-15/L, já em Nova York, um cidadão gasta cerca de 2000 L/dia. A água é considerada potável quando é inofensiva à saúde do homem e adequada aos usos domésticos. A água potável apresenta pH em torno de 6,5 a 8,5 e [Cl - ] cerca de 250 mg/L.

Assim, quando 25,0 mL de solução de NaCl 0,10 M reage com 5,0 mL de uma solução padrão de AgNO3 0,20 M (Kps do AgCl = 1,0x10-10 ), pode-se afirmar que