Simulado: Analista Judiciário - Psiquiatria - TRT 18a Região

14 questões Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior

Responda as 14 questões do simulado abaixo (Analista Judiciário - Psiquiatria - TRT 18a Região). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

1 resolveram
14% acertos
Muito difícil
0 gabaritaram
0 ótimo
0 bom
0 regular
1 péssimo
Dados estatísticos de usuários que resolveram este simulado.

1Questão 150040. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

No que diz respeito aos Transtornos de Transe e Possessão e segundo os critérios da CID-10, é INCORRETO afirmar:

2Questão 150233. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Analise:

I. O Transtorno do Pânico (TP) é caracterizado pela presença de ataques súbitos de ansiedade, recorrentes, acom- panhados de sintomas físicos e afetivos. A manifestação central do Transtorno de Pânico é o ataque de pânico, um conjunto de manifestações de ansiedade com início súbito, rico em sintomas físicos e com uma duração limitada no tempo, em torno de dez minutos. Os sintomas típicos são: sensação de sufocação, de morte iminente, taquicardia, tonteiras, sudorese, tremores, sensação de perda do controle ou de "ficar louco", alterações gastrointestinais.

II. Diferentes classes de antidepressivos, incluindo inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS), inibidores da recaptação da serotonina e noradrenalina (duais), antidepressivos tricíclicos (ADT) e benzodiazepínicos, são usadas no tratamento do TP.

III. A terapia cognitivo-comportamental (TCC) tem sido recomendada para o tratamento dos sintomas agorafóbicos e ansiedade antecipatória. Pode ser indicada em qualquer momento do tratamento. Esta é também uma técnica que deve ser considerada em situações especiais como gestação, amamentação, impossibilidade de usar medicamentos ou retirada dos fármacos. A TCC para o TP consiste no uso da psico-educação, de técnicas para enfrentar a ansiedade, reestruturação cognitiva e enfrentamento das situações evitadas.

IV. O tratamento farmacológico do TP tem como objetivo bloquear os ataques de pânico, diminuir a ansiedade antecipatória, reverter a evitação fóbica, assim como reconhecer e tratar as comorbidades. Com o objetivo de avaliar a resposta ao tratamento no TP, verifica-se a intensidade e freqüência dos ataques, da ansiedade antecipatória, da evitação fóbica, o funcionamento global e a qualidade de vida.

É correto o que consta em

3Questão 150443. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

No que diz respeito ao Luto, é INCORRETO afirmar:

4Questão 151733. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Com relação aos estágios do desenvolvimento cognitivo descritos por Jean Piaget, é correto afirmar:

5Questão 151857. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Síndrome mais associada a indivíduos encarcerados, caracterizada pelo uso de respostas aproximadas. Pode ser uma variante da simulação, na medida em que os pacientes evitam punição ou responsabilidade por suas ações. É classificada no DSM-IV-TR como um Transtorno Dissociativo Sem Outra Especificação, no entanto, pacientes com Transtorno Factício com sinais e sintomas predominantemente psicológicos podem fornecer de maneira intencional respostas aproximadas. Trata-se da síndrome de

6Questão 152595. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Os critérios para Transtorno de Somatização (F45.0) segundo a CID-10 incluem:

I. história de pelo menos seis meses de queixas de sintomas físicos múltiplos e variáveis para os quais nenhuma explicação adequada foi encontrada;

II. recusa persistente de aceitar a informação ou o reasseguramento de diversos médicos de que não há explicação física para os sintomas;

III. certo grau de comprometimento do funcionamento social e familiar atribuível à natureza dos sintomas e ao comportamento resultante.

Está INCORRETO o que consta em

7Questão 152843. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Quando se trata dos Transtornos do Humor, é correto afirmar:

8Questão 153251. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Analise:

I. A esquizofrenia é uma das mais graves doenças neuropsiquiátricas e atinge aproximadamente 1% da população mundial. Além de comprometer pacientes e familiares, representa um grande custo para toda a sociedade.

II. O foco do tratamento da esquizofrenia baseia-se no tratamento precoce e continuado, e na reabilitação ativa do paciente. Embora não curativas, as drogas neurolépticas, ou antipsicóticas, estabeleceram-se como o tratamento primário para todos os estágios da doença. O uso continuado em doses ajustadas individualmente possibilita uma redução no tempo de hospitalização e a manutenção dos pacientes por mais tempo em seus lares. Entretanto, apesar dessas drogas terem significado um grande avanço no tratamento da doença, elas têm uma taxa de resposta de 60 a 80%.

III. Segundo a CID 10 (Esquizofrenia) se divide em: Esquizofrenia paranóica (F20.0), Esquizofrenia hebefrênica (F20.1) e simples (F20.2).

IV. Para uso da clozapina recomenda-se realizar controle hematológico: requerido sempre que o paciente iniciar tratamento. Deve-se solicitar hemograma e contagem de plaquetas uma vez por semana nas primeiras 12 semanas e, após, uma vez por mês. Recomenda-se suspender o tratamento em caso de citopenia (leucócitos totais < 4.000 e/ou neutrófilos < 2.500 e/ou plaquetas < 200.000/mm ).

É correto o que consta APENAS em

9Questão 153912. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

No que toca ao Transtorno Esquizoafetivo, é correto afirmar:

10Questão 154075. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Considere:

I. Distimia é menos incapacitante que o episódio depressivo maior. Estudos naturalísticos mostram que o comprometimento do funcionamento social e ocupacional da distimia é menor quando comparado ao comprometimento causado pelos episódios depressivos maiores.

II. Os antidepressivos são efetivos no tratamento agudo das depressões moderadas e graves. O índice de resposta em amostras com intenção de tratamento (intention-to-treat) variam entre 50% a 65% contra 25% a 30% mostrada por placebo em estudos clínicos randomizados.

III. A depressão é um transtorno recorrente. Menos de 50% dos indivíduos que receberam tratamento para um episódio depressivo terão um segundo episódio depressivo ao longo de suas vidas.

IV. A depressão é mais freqüente em mulheres. A prevalência de depressão é 2 a 3 vezes mais freqüente em mulheres do que em homens.

V. Os antidepressivos são efetivos no tratamento agudo da distimia. Uma meta-análise de 15 ensaios clínicos randomizados para tratamento de distimia mostrou que 55% dos pacientes respondem a antidepressivos comparados com 30% ao placebo.

VI. Tratamentos psicológicos específicos para episódio depressivo são efetivos, com maior evidências para depressões leves. Estudos controlados mostraram que psicoterapia cognitiva, psicoterapia interpessoal e psicoterapia de solução de problemas são efetivas no tratamento dos episódios depressivos leves.

É correto o que consta APENAS em

11Questão 154293. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Com relação aos pacientes com HIV-SIDA, o transtorno de ansiedade mais comum é

12Questão 154600. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

Quanto à classificação dos Transtornos Mentais, segundo a CID 10, é correto afirmar:

13Questão 155763. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

É a segunda causa de retardo mental na infância, relaciona-se a uma causa genética autossômica dominante. Apresenta incidência de 1 em 1500 em meninos e 1 em 2000 em meninas, associa-se ao retardo mental, tanto em meninos (mais grave) quanto em meninas (mais leve) e afeta em média 1 recém-nascido em cada 2 000. Clinicamente, além do retardo mental nos meninos, está associada a um dismorfismo facial discreto, aumento do tamanho das orelhas e desenvolvimento pós-puberal de macroorquidismo. Não há dismorfismos nas mulheres afetadas. A mutação que causa a síndrome é a expansão de um microssatélite com repetições CGG na região promotora do gene FMR-1. Em indivíduos normais, esta região varia de 5 a 42 repetições. Em pacientes com a síndrome, esta região apresenta considerável expansão para mais de 200 repetições. Estas grandes expansões causam metilação da região promotora e conseqüente repressão do gene FMR-1. Uma pequena proporção de pacientes com a síndrome apresenta mutações na seqüência do gene FMR-1.

Trata-se da Síndrome

14Questão 156038. Psiquiatria, Psiquiatria, Analista Judiciário, TRT 18a Região, FCC, Ensino Superior, 2008

No que concerne aos Transtornos do Controle dos Impulsos, é correto concluir: