Diplomata - A Agenda Internacional e o Brasil - Instituto Rio Branco

Responda as 12 questões do simulado abaixo (Diplomata - A Agenda Internacional e o Brasil - Instituto Rio Branco). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

12 questões Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior

0 resolveram
0% acertos
n/d
0 gabaritaram
0 ótimo
0 bom
0 regular
0 péssimo

1Questão 172174. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a política externa brasileira tem enfatizado
a importância do diálogo político e da cooperação sul-sul em
resposta às disparidades de poder e às crescentes assimetrias
internacionais. A respeito das iniciativas brasileiras voltadas
para o diálogo político e a cooperação sul-sul, julgue (C ou E)
os itens a seguir.

Por atenderem prioritariamente ao interesse da promoção do desenvolvimento, as iniciativas brasileiras de cooperação privilegiam ações econômicas.

2Questão 173307. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a reforma da ONU ganhou lugar de destaque na agenda global, mobilizando esforços diplomáticos de toda a
comunidade internacional. No que concerne a esse processo de reforma, julgue (C ou E) os itens a seguir.

Com a eleição e a posse do novo Secretário-Geral da ONU, reabriram-se automaticamente as negociações relativas à reforma do Conselho de Segurança, que haviam sido suspensas com o término do mandato de Koffi Annan.

3Questão 174021. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

As ações de cooperação brasileiras conjugam temas
tradicionais - econômicos, técnicos e científicos -
com o tratamento de questões como inclusão e
eqüidade social, combate à fome e à pobreza,
segurança alimentar, promoção de direitos humanos
e igualdade de gênero.

Nas negociações acerca de acesso a mercados, o Brasil objetiva a eliminação ou a redução de restrições tarifárias e não-tarifárias que incidem sobre suas exportações de bens, de forma geral, priorizando o tratamento dos fatores que restringem e distorcem o comércio agrícola.

4Questão 174213. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a política externa brasileira tem enfatizado
a importância do diálogo político e da cooperação sul-sul em
resposta às disparidades de poder e às crescentes assimetrias
internacionais. A respeito das iniciativas brasileiras voltadas
para o diálogo político e a cooperação sul-sul, julgue (C ou E)
os itens a seguir.

O Brasil prioriza parcerias que reflitam afinidades e laços históricos e culturais, razão pela qual os países lusófonos apresentam-se como os mais importantes parceiros e interlocutores dos brasileiros no presente.

5Questão 175065. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a política externa brasileira tem enfatizado
a importância do diálogo político e da cooperação sul-sul em
resposta às disparidades de poder e às crescentes assimetrias
internacionais. A respeito das iniciativas brasileiras voltadas
para o diálogo político e a cooperação sul-sul, julgue (C ou E)
os itens a seguir.

As ações de cooperação brasileiras conjugam temas tradicionais - econômicos, técnicos e científicos - com o tratamento de questões como inclusão e eqüidade social, combate à fome e à pobreza, segurança alimentar, promoção de direitos humanos e igualdade de gênero.

6Questão 176212. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

As ações de cooperação brasileiras conjugam temas
tradicionais - econômicos, técnicos e científicos -
com o tratamento de questões como inclusão e
eqüidade social, combate à fome e à pobreza,
segurança alimentar, promoção de direitos humanos
e igualdade de gênero.

Dada a participação majoritária do setor terciário na composição de seu Produto Interno Bruto (PIB), o Brasil almeja o aumento de sua participação nas exportações mundiais de serviços, defendendo, por conseguinte, ampla liberalização dessa modalidade de comércio.

7Questão 176925. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a reforma da ONU ganhou lugar de destaque na agenda global, mobilizando esforços diplomáticos de toda a
comunidade internacional. No que concerne a esse processo de reforma, julgue (C ou E) os itens a seguir.

Tendo alcançado consenso acerca de questões políticas e institucionais, como a redefinição das competências do Secretariado Geral, do Conselho de Segurança e das agências especializadas do Sistema Nações Unidas, o processo de reforma concentrase, no presente, no tratamento de questões administrativas, financeiras e de recursos humanos, assumindo conotação preponderantemente técnica.

8Questão 177528. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

As ações de cooperação brasileiras conjugam temas
tradicionais - econômicos, técnicos e científicos -
com o tratamento de questões como inclusão e
eqüidade social, combate à fome e à pobreza,
segurança alimentar, promoção de direitos humanos
e igualdade de gênero.

O Brasil propugna maior transparência na aplicação de medidas contra práticas desleais de comércio, em particular, medidas antidumping e anti-subsídios, que afetam suas exportações para os países desenvolvidos.

9Questão 177737. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

As ações de cooperação brasileiras conjugam temas
tradicionais - econômicos, técnicos e científicos -
com o tratamento de questões como inclusão e
eqüidade social, combate à fome e à pobreza,
segurança alimentar, promoção de direitos humanos
e igualdade de gênero.

Por dispor de um parque industrial amplo e diversificado, embora com diferenças setoriais quanto aos níveis de competitividade, o Brasil posiciona-se contrariamente ao aprofundamento de compromissos relativos a reduções tarifárias para produtos manufaturados.

10Questão 177876. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a reforma da ONU ganhou lugar de destaque na agenda global, mobilizando esforços diplomáticos de toda a
comunidade internacional. No que concerne a esse processo de reforma, julgue (C ou E) os itens a seguir.

O estabelecimento do Conselho de Direitos Humanos e o da Comissão de Construção da Paz representam avanços concretos no processo de reforma da ONU.

11Questão 180327. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a reforma da ONU ganhou lugar de destaque na agenda global, mobilizando esforços diplomáticos de toda a
comunidade internacional. No que concerne a esse processo de reforma, julgue (C ou E) os itens a seguir.

O dissenso a respeito da ampliação do Conselho de Segurança e o exercício do veto por parte dos membros permanentes do Conselho de Segurança têm impedido o avanço das reformas.

12Questão 180761. Política Internacional, A Agenda Internacional e o Brasil, Diplomata, Instituto Rio Branco, CESPE, Ensino Superior, 2007

Texto associado.

Nos últimos anos, a política externa brasileira tem enfatizado
a importância do diálogo político e da cooperação sul-sul em
resposta às disparidades de poder e às crescentes assimetrias
internacionais. A respeito das iniciativas brasileiras voltadas
para o diálogo político e a cooperação sul-sul, julgue (C ou E)
os itens a seguir.

As ações brasileiras tanto se amparam em eixos bilaterais quanto se desenvolvem por meio de coalizões e arranjos de alcance e composição variáveis.