Simulado: Biólogo - Biologia - Parasitologia - Prefeitura de Belo Horizonte MG

19 questões Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior

Responda as 19 questões do simulado abaixo (Biólogo - Biologia - Parasitologia - Prefeitura de Belo Horizonte MG). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

2 resolveram
53% acertos
Médio
0 gabaritaram
0 ótimo
1 bom
1 regular
0 péssimo
Dados estatísticos de usuários que resolveram este simulado.

1Questão 378479. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Assinale a afirmativa INCORRETA:

2Questão 378599. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Como medidas utilizadas para o controle da Malária na população, podemos destacar, EXCETO:

3Questão 378758. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

O diagnóstico laboratorial parasitológico da Leishmaniose visceral se baseia em encontro de formas:

4Questão 379210. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

A malária é considerada um grave problema de saúde pública em várias regi-ões tropicais do globo. Dentre as várias causas, podemos destacar:

5Questão 379251. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Casos graves de malária humana estão na lista de prioridade para tratamento. Para ser considerado um caso grave, o paciente deve estar incluído em algumas categorias. Escolha a alternativa na qual o paciente NÃO estaria classificado como um caso grave:

6Questão 379442. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

O mecanismo de transmissão natural da malária ao homem é:

7Questão 379588. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

No esfregaço sangüíneo de um paciente com doença de Chagas na fase agu-da, encontram-se formas:

8Questão 379711. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

NÃO é um mecanismo de transmissão de Toxoplasmose:

9Questão 379842. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

A prevenção atual da Esquistossomose é feita através do uso de várias estratégias disponíveis. A estratégia menos eficaz é:

10Questão 379883. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

A Esquistossomose mansônica, em alguns indivíduos, pode se apresentar de forma grave, podendo até levá-los à morte. A forma evolutiva do agente etiológico considerada mais importante na patogenia dessa parasitose é:

11Questão 380112. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Os triatomíneos, vetores de doença de Chagas, são identificados morfologicamente através:

12Questão 380188. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Os transmissores de Esquistossomose mansônica têm como habitat:

13Questão 380365. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

O xenodiagnóstico é um método de diagnóstico parasitológico freqüentemente utilizado no diagnóstico de:

14Questão 380739. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Pode ser sintoma de doença de Chagas aguda:

15Questão 380767. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Para uma área urbana ser potencialmente favorável à transmissão de Leishmaniose visceral, devem estar presentes alguns elementos epidemiológicos importantes. Assinale a alternativa que NÃO tem relação com essa afirmativa:

16Questão 380950. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

As formas clínicas mais graves de toxoplasmose são aquelas originadas de transmissão congênita, porque:

17Questão 381097. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Em áreas de prevalência significativa de Esquistossomose mansônica, o diagnóstico laboratorial mais utilizado em rotina é:

18Questão 381174. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Pacientes com Esquistossomose mansônica em fase crônica podem apresentar um quadro clínico chamado ascite. Esse quadro é conseqüência de:

19Questão 381998. Biologia, Parasitologia, Biólogo, Prefeitura de Belo Horizonte MG, FUMARC, Ensino Superior, 2006

Os transmissores de Esquistossomose mansônica têm como habitat: