← Mais simulados

Simulado: Analista de Geoprocessamento - Geografia - IBGE

Simulados, Provas e Questões - Analista de Geoprocessamento - Geografia - IBGE. Ao Terminar de Resolver o Teste, Clique em Corrigir para ver o Gabarito.

1 resolveram
10% acertos
Muito difícil
0 gabaritaram
0 ótimo
0 bom
0 regular
1 péssimo

Atualmente muitas funções encontram-se disponíveis nos principais SIG?s, sendo que, em algumas plataformas, é possível combiná-las para a execução de algumas tarefas. Em razão disso, a organização dos menus requer uma classificação das funcionalidades para que a operação do sistema seja otimizada. Robinson et al propuseram 5 grupos, a saber: 1) Interface Gráfica do Usuário; 2) Gerenciamento do Sistema e do Banco de Dados; 3) Entrada, Edição e Validação de dados; 4) Manipulação e Análise; e 5) Exibição e Geração de produtos.

De acordo com essa classificação, as funções de seleção de macros, geração de legendas e interpolação entre pontos estão relacionadas, respectivamente, aos grupos:

O Open Geospatial Consortium - OGC conta hoje com mais de 500 membros de diversas categorias, contribuindo para o desenvolvimento de tecnologias e a definição de especificações para interfaces e padrões de intercâmbio de dados, de maneira a otimizar a interoperabilidade entre sistemas que lidam com informação espacial e localização. Assim, de acordo com o modelo conceitual proposto pelo OGC, um Modelo Digital de Superfície (MDS), representado por uma Rede Triangular Irregular (TIN), seria do tipo/subtipo:
Entre as características das imagens geradas pelo sensoriamento remoto, encontra-se a resolução. Sobre os diversos tipos de resolução, é correto afirmar que:
Independentemente da definição aceita para Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE), em todas deve comparecer, como parte integrante de uma IDE, um conjunto de serviços. Dentre eles, serviços para mapas ou, mais genericamente, para os dados Geoespaciais. Entendendo um serviço web para mapas como aquele que permite qualquer indivíduo interagir com os dados espaciais, está de acordo com esse serviço:
Ao se modelar um problema a ser solucionado com auxílio de um Banco de Dados Geográficos, ou um SIG, durante a elaboração do Projeto Lógico, deve-se ter especial atenção:
As Especificações Técnicas para Estruturação de Dados Geoespaciais Digitais Vetoriais para a Mapoteca Nacional Digital (MND), componente da estruturação de dados cartográficos do Mapeamento Sistemático Terrestre da Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE), tem por objetivo padronizar estruturas de dados que viabilizem:
As elipses de Tissot são úteis para avaliação das características de uma projeção cartográfica e, normalmente, ficam definidas por seus dois eixos principais. Elipses com semieixos iguais a m0 = 0,80; m90 = 1,25 e m0 = 1,22; m90 = 1,48 são indicativas, respectivamente, de projeções:
Sistemas de Informações Geográficas são tecnologias que envolvem atores com diferentes formações, sendo Geógrafos, Engenheiros Cartógrafos, Agrimensores e de Computação as mais comuns. Ao se operar interdisciplinarmente é fundamental o ajuste e o domínio de termos técnicos para que a comunicação e a produção não sejam prejudicadas. Um conceito elementar em geoprocessamento é o de escala. Assim, considerando a amplitude de área no terreno, a escala associada por geógrafos e a escala associada por engenheiros, os termos empregados, respectivamente, serão:
O Geoprocessamento pode exercer ações que visem, por exemplo, a contribuir, garantir e facilitar, dentre outras, a divisão do território. Nesse sentido, a mudança do referencial geodésico brasileiro para o SIRGAS2000 influenciou:
Entre os documentos disponíveis para uma compilação cartográfica, observou-se que um dos mapas, em escala 1:10.000.000, não explicitava, em suas informações marginais, a projeção utilizada. Como responsável pelo projeto, a decisão correta é:
Para uso adequado da tecnologia de posicionamento GPS, é necessário diferenciar o que é uma observável, um modelo matemático e um método de posicionamento. Trata-se de um método de posicionamento:
Feições do mundo real são mais bem modeladas como Objetos Geográficos por possuírem uma geometria, um conjunto de propriedades (atributos que definem o seu estado) e um conjunto de métodos (que definem o seu comportamento). Na área do conhecimento de Sistemas em Computação e Informática, uma grande mudança ocorreu com o surgimento do paradigma da Orientação a Objetos, que permitiu uma evolução nos SIG. De acordo com esse paradigma:
Uma determinada instituição, ou mesmo um profissional liberal, necessita de dados cartográficos. A Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE) é uma opção para suprir essa necessidade, porque possibilita:
Entre as possíveis modelagens estruturais de bancos de dados, aquela que apresenta as características de ser aberta, flexível e adaptável, porém com a desvantagem de apresentar alto grau de redundância e muito tempo necessário nas consultas, é:
Uma das atribuições do IBGE consiste em executar levantamentos censitários e estatísticos, como, por exemplo, de população e renda. Essas coletas geram grandes quantidades de dados que necessitam ser agrupados e associados a outras entidades (setores, municípios ou estados) para adequada representação e visualização nos chamados mapas temáticos de coropletas. Esse mesmo tipo de mapa é indicado para a representação de:
Na produção de dados geoespaciais, as fotografias aéreas estão entre os inúmeros produtos que podem ser classificados como imagem. Outro exemplo é o Mosaico, a respeito do qual, é correto afirmar que:
Na estimação de coordenadas por meio das tecnologias GNSS, o processamento das observações tem aspecto fundamental na obtenção de uma melhor qualidade das coordenadas. Na fase de processamento das observações, podem ser utilizados:
A principal característica de um SIG é a capacidade de análise, mais especificamente, análise espacial. Um dos esquemas mais simples de organização dos métodos de análise espacial é a denominada Álgebra de Mapas, desenvolvida por Dana Tomlin, na década de 1980. Na forma em que foi estruturada, é possível:
Uma das funcionalidades dos Sistemas de Informações Geográficas reside na integração de dados que devem estar referenciados a um único sistema de coordenadas. Ao desenvolver um projeto, empregando o Quantum GIS 2.0, para o qual foram disponibilizados dados de diferentes fontes, com sistemas de referência diferentes, a cada inclusão de uma nova camada:

Uma instituição precisa determinar as coordenadas de 5 novas estações. Para a execução do levantamento, são consideradas as seguintes condicionantes:

- todas as linhas entre as 5 estações devem ser levantadas;

- cada linha deverá ser levantada em 3 sessões distintas;

- em cada seção só poderão ser aproveitados os vetores independentes;

- mediante a logística existente, em um dia somente será possível medir uma única sessão;

- serão empregados no levantamento 5 rastreadores, e todos deverão ser usados em todas as sessões.

Diante desse contexto, o levantamento das estações por GPS deverá, teoricamente, ser feito no seguinte número de dias:

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!