← Mais simulados

Simulado: Técnico Científico - BASA AM - Enfermagem - Semiologia e Semiotécnica - Questões

Simulado com Questões da Prova - Técnico Científico - BASA AM - Enfermagem - Semiologia e Semiotécnica. Ao Terminar de Resolver, Clique em Corrigir para ver o Gabarito.

0 resolveram
0% acertos
n/d
0 gabaritaram
0 ótimo
0 bom
0 regular
0 péssimo

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

Após a realização da técnica de sondagem vesical do paciente descrito, pode-se instalar um coletor de drenagem sistema fechado ou aberto, visto que a finalidade é apenas o controle do débito urinário.

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

O nível de glicose no sangue pode ser verificado a partir da glicemia capilar, teste realizado por muitos diabéticos a fim de se detectar eventuais alterações. O enfermeiro, ao realizar tal teste, deve utilizar luvas, obrigatoriamente.

Um homem de 54 anos de idade, lavrador, encontra-se internado em um hospital em decorrência de câncer gástrico com metástases ósseas e hepáticas. Apresenta dores intensas nos ombros, no gradil costal e no quadril direito. Encontra-se acamado, emagrecido, consciente e alimentando-se por sonda nasoentérica. Teve um episódio de constipação, havendo melhora após uso de enema. Está com cateter venoso periférico para infusão das seguintes medicações, conforme prescrição médica: morfina (10 mg) diluída em água destilada (10 mL), com aplicações de 2 mL da solução, se necessário, em intervalos de até 4 horas; e omeprazol (40 mg) intravenoso, uma vez ao dia.

Diante da situação hipotética apresentada, julgue os itens seguintes.

A sonda para a alimentação utilizada pelo paciente é inserida pelo nariz e deve permanecer posicionada no intestino delgado, enquanto a sonda nasogástrica comum deve ser posicionada no estômago.

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

Os episódios febris apresentados pelo paciente caracterizamse por alteração da temperatura corporal acima da faixa normal e dentro desta, com ciclos de temperaturas normais ou subnormais e picos de febre.

Acerca da administração em enfermagem, julgue os itens seguintes.

Para a efetivação da assistência de enfermagem, torna-se necessária a distribuição do pessoal por meio de escalas, cujas formas mais comuns são a escala mensal (escala de folgas), a escala diária (escala de serviço) e a escala de férias ( escala anual).

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

Para a realização da técnica da medida da pressão arterial nesse paciente, deve-se considerar a necessidade de um esfigmomanômetro com manguito apropriado — mais largo que o padrão, tendo em vista a medida da circunferência do braço.

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

Foi instalada, no caso apresentado, uma sonda vesical do tipo sonda de demora ou cateter de demora, que se diferencia do cateter de alívio por manter-se no local a partir de um balão que é inflado quando a extremidade distal encontra-se no interior da bexiga.

Um homem de 41 anos de idade, casado, diabético e hipertenso, procurou o serviço médico com queixas de pressão arterial de difícil controle, apesar de manter a glicemia controlada, raramente ultrapassando 150 mg/dL. Nessa oportunidade, referiu astenia, perda de peso e espuma abundante na urina. Negou diarréias, hematúria e disúria, referindo noctúria. Foi instalada uma sonda vesical para controle do débito, sendo observada diminuição acentuada do volume urinário nas 24 horas. O quadro evoluiu com anasarca, sendo diagnosticada síndrome nefrótica. O paciente relata alergia a medicamentos e episódios de febre intermitente em casa. Atualmente apresenta-se assintomático, com glicose capilar em níveis normais, pressão arterial variando entre 170 mmHg e 150 mmHg (máxima) e de 100 mmHg a 90 mmHg (mínima). O peso atual é de 83,8 kg, altura de 1,63 m e a circunferência do braço no ponto médio é igual a 42 cm.

Considerando a situação hipotética apresentada acima, julgue os seguintes itens.

Caso se utilize um manguito-padrão, a medida da pressão arterial nesse paciente será falsamente baixa.

Deixe seu comentário (0)

Participe, faça um comentário.