Simulado DPE RJ - Português - Técnico Defensoria Pública - 2014

Simulado com 10 questões de Português Ensino Médio Banca FGV. Teste seus Conhecimentos em Provas Online com Gabarito.

  • 1.663 Resolveram
  • 57% Acertos
  • 49 Gabaritaram
  • barra ótimo 389 Ótimo
  • barra qtd_bom 751 Bom
  • barra ruim474 Ruim
  • barra péssimo49 Péssimo
CIDADE URGENTE

Os problemas da expansão urbana estão na conversa cotidiana dos milhões de brasileiros que vivem em grandes cidades e sabem “onde o sapato aperta”. São reféns do metrô e do ônibus, das enchentes, da violência, da precariedade dos serviços públicos. No vestibular, todo estudante depara com a “questão urbana” e os pesquisadores se debruçam sobre o assunto, que também é parte significativa da pauta dos meios de comunicação.
Não poderia ser diferente: com 85% da população nas cidades (chegará a 90% ao final desta década), quem pode esquecer a relevância do tema?
Parece incrível, mas os grandes operadores do sistema econômico e político tratam os problemas das cidades como grilos que irritam ao estrilar. Passados os incômodos de cada crise, quem ganha dinheiro no caos urbano toca em frente seus negócios e quem ganha votos, sua campanha. Só alguns movimentos populares e organizações civis - Passe Livre, Nossa São Paulo e outros - insistem em plataformas, debates e campanhas para enfrentar os problemas e encontrar soluções sustentáveis.
A criação do Ministério das Cidades, no governo Lula, fazia supor que o Brasil enfrentaria o desafio urbano, integrando as políticas públicas no âmbito municipal, estabelecendo parâmetros de qualidade de vida e promovendo boas práticas. Passados quase 12 anos, o ministério é mais um a ser negociado nos arranjos eleitorais.
A gestão é fragmentada, educação para um lado e saúde para outro, habitação submetida à especulação imobiliária, saneamento à espera de recursos que vão para as grandes obras de fachada, transporte inviabilizado por um século de submissão ao mercado do petróleo. A fragmentação vem do descompasso entre União, Estados e municípios, desunidos por um pacto antifederativo, adversários na disputa pelos tributos que se sobrepõem nas costas dos cidadãos.
(....) Uma nova gestão urbana pode nascer com a participação das organizações civis e movimentos sociais que acumularam experiências e conhecimento dos moradores das periferias e usuários dos serviços públicos. Quem vive e estuda os problemas, ajuda a achar soluções.

Marina Silva, Folha de São Paulo, 7/1/2014.
  • 3 - Questão 10248.   Português - Nível Médio - Técnico Médio de Defensoria Pública - DPE RJ - FGV - 2014
  • “São reféns do metrô e do ônibus, das enchentes, da violência, da precariedade dos serviços públicos”. A alternativa cujos elementos se localizam especificamente no mesmo espaço sociocultural é
  • 5 - Questão 10250.   Português - Nível Médio - Técnico Médio de Defensoria Pública - DPE RJ - FGV - 2014
  • “Não poderia ser diferente: com 85% da população nas cidades (chegará a 90% ao final desta década), quem pode esquecer a relevância do tema?”. Sobre os componentes desse parágrafo do texto, a afirmação adequada é
  • 6 - Questão 10251.   Português - Nível Médio - Técnico Médio de Defensoria Pública - DPE RJ - FGV - 2014
  • “Parece incrível, mas os grandes operadores do sistema econômico e político tratam os problemas das cidades como grilos que irritam ao estrilar”. Ao fazer a comparação entre os problemas e grilos, a autora do texto destaca as seguintes características desses problemas, segundo o ponto de vista dos operadores citados
  • 10 - Questão 10255.   Português - Nível Médio - Técnico Médio de Defensoria Pública - DPE RJ - FGV - 2014
  • “Parece incrível, (1) mas os grandes operadores do sistema econômico e político tratam os problemas das cidades como grilos que irritam ao estrilar. Passados os incômodos de cada crise, (2) quem ganha dinheiro no caos urbano toca em frente seus negócios e quem ganha votos, (3) sua campanha. Só alguns movimentos populares e organizações civis – Passe Livre, (4) Nossa São Paulo e outros – insistem em plataformas, (5) debates e campanhas para enfrentar os problemas e encontrar soluções sustentáveis”.

    Nesse parágrafo do texto aparecem cinco casos de emprego de vírgulas devidamente numerados; os números que indicam casos em que a vírgula foi empregada em função de idênticos motivos são

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Comentários sobre "Simulado DPE RJ - Português - Técnico Defensoria Pública - 2014"

    eduardo cesar da silva
    Por eduardodudu em 16/01/2015 às 16:33:51

    um médio elevado.suei pra gabaritar.já estou muito cansado hoje.

    carlos reis
    Por carlosreis em 01/12/2015 às 00:13:12

    Preciso melhorar em intepretação de texto,fiz 30%

    JEAN RAMYRES ROCHA AQUINO
    Por jeanramyres em 16/02/2016 às 00:16:37

    Fui bem fiz 70% sem ter a atenção como se fosse um concurso.

    jessica pereira
    Por jeehhpereira1 em 16/02/2016 às 21:59:51

    90% acho que a atenção foi determinante, mas é claro, em casa com descontração é mais fácil.

    Caique Aurelio Silva Menezes
    Por caiquem10 em 07/03/2016 às 20:23:40

    eu fiz 90%, porém na questão 7 marquei B, depois troquei para C, fiquei em duvida entre aproveitadores e carreirista em relação ao contexto que operadores do sistema político e econômico estava empregado. aff era B kkkkkkkkkk

    Henrique Franco de Souza
    Por hfranco85 em 12/04/2016 às 12:09:08

    90%. prova de nível acima do normalmente encontrado pra ensino médio. apesar de errar por bobeira, fiquei orgulhoso com minha performance

    Iago Moreira
    Por iago1509 em 02/04/2018 às 18:20:22

    90%... nível médio muito acima...

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.