Simulado Assistente Social - HOB - Português - 2014

Simulado com 6 questões de Português Ensino Superior Banca CONSULPLAN. Teste seus Conhecimentos em Provas Online com Gabarito.

  • 381 Resolveram
  • 49% Acertos
  • 8 Gabaritaram
  • barra ótimo 33 Ótimo
  • barra qtd_bom 214 Bom
  • barra ruim88 Ruim
  • barra péssimo46 Péssimo
Texto

Conversa de grego

    Tinha recebido pequena herança de uma tia. Queria aplicar o dinheiro numa atividade que lhe desse algum lucro, porém, mais que lucro, satisfação intelectual. Descartou a ideia de abrir uma banca de jornal. Jornaleiro tem que acordar de madrugada. Queria coisa mais suave. Foi pedir conselho a um amigo. Ainda há pessoas que acreditam em conselhos. O amigo era criativo.
  - Abra um curso de grego. Todo mundo está abrindo cursos de línguas. Inglês, espanhol... Hoje, com o Mercosul, são comuns jogos de futebol contra a Argentina, o Uruguai, o Chile, o espanhol está em alta. Não se admite mais o portunhol de antes. O negócio de hoje é abrir um curso de espanhol. Inglês também, é claro. Atualmente até para comer um sanduíche é preciso saber inglês. McDonald"s, Coca, Blue Life... Não se diz mais apartamento. É loft. Daqui a uns vinte anos, quando o Brasil tiver liquidado sua dívida externa, as relações pessoais com o resto do mundo serão feitas no idioma de Cervantes, de Carlos Gardel e, claro, na língua do Clinton... Entendeu?
  - Não.
  - É simples. É preciso alargar os horizontes. É a razão por que em qualquer esquina da cidade surgem placas de cursos de línguas. Você tem que ser esperto... Entendeu?
  - Ainda não.
  - Serei mais objetivo. A cidade está saturada de cursos de inglês e de espanhol... Percebe?
  - Percebo.
  - Muito bem. Agora me diga: quantos cursos de grego você conhece na cidade?
  - Bem...
  - Taí. Nenhum... Nem um, cara. O que existe é escola de inglês, de espanhol, de informática... Até de ikebana. Mas de grego, rapaz, não existe. Então é isso. Você tem que aproveitar as brechas que o mercado oferece. Abra um curso de grego.
  - Mas...
  - Não tem mas. Já pensou formar classes de alunos interessados em ler Xenofonte no original? O problema do Brasil é que todo mundo quer ir pelo caminho mais fácil. O sujeito abre uma pizzaria, no mês seguinte outros doze cidadãos resolvem abrir o mesmo tipo de negócio na mesma rua. Desse jeito é claro que não vai dar certo... Veja o caso da comida por quilo. Está arruinando com o negócio do prato feito. O tradicional prato feito elaborado com carinho, artesanalmente, cada bar com seu tempero peculiar... Hoje o prato feito está indo pro brejo. Só tem comida por quilo. O mercado vai acabar saturado de comida por quilo. Escute o que lhe digo: daqui a cinquenta anos, ou um pouco mais, quando o Brasil tiver se safado da dívida externa, ninguém vai poder nem olhar comida por quilo... Entendeu?
  - Hum...
  - Vou explicar melhor, Anaxágoras. Teu pai não era comandante da marinha mercante grega?
  - Foi.
  - E tua genitora? Nasceu onde?
  - Em Chipre.
  - Era cipriota. Eu sabia. Perguntei por perguntar. Veja bem. Teu pai era comandante de navio grego, tua mãe era cipriota, você se chama Anaxágoras, passou a infância ouvindo os pais falando grego. Cursou a universidade... Que curso você fez na faculdade?
  - Grego, ué. Você sabe disso...
  - Aí é que está. Você tem tudo para abrir um curso de grego.
  - Você acha que há alguém disposto a aprender grego? Qual a utilidade prática? Inglês vá lá... Até jogador do Palmeiras precisa disso para disputar a taçaToyota...
  - Taça Mitsubishi.
  - Mitsubishi, Honda, tanto faz... Tem o torneio Mercosul...
  - Mercosur.
  - Tanto faz. Mas, grego? Nem sei se a Grécia tem time de futebol.
  - Claro que tem. Mas não estamos falando de futebol. As pessoas precisam alargar seus horizontes culturais. Quantas pessoas sabem quem foi Alexandre, o Grande? A vida de Alexandre é uma novela. Novela - você entendeu o que quero dizer? No-ve-la. Já imaginou emplacar uma novela grega na TV? Quem dominou o mundo? Quem chegou a Roma e a Cartago? Quem atravessou as Colunas de Hércules? Os gregos mudaram a face do mundo, rapaz. Ainda hoje, quando se quer falar que uma mulher é de fechar o comércio, o que se diz?
  - Que é boazuda.
  - Isso quem fala é a ralé. Gente educada diz: “É uma mulher de beleza helênica". As pessoas ainda têm muito o que aprender com Tucídides, com o generalBrásidas, com o cerco de Esfactéria, com a guerra do Peloponeso... A Grécia dá samba, amigo. Infelizmente, as pessoas estão sendo induzidas a se entreter com histórias de macarronada, de amores entre fazendeiros e mucamas... Vá por mim, Anaxágoras. Abra um curso de grego. Você vai faturar uma nota. Daqui a cem anos, quando o Brasil..
  - ... zerar a dívida externa...
  - Exato. O grego vai voltar a ter a importância cultural do passado. Mas alguém tem que iniciar o processo. Entendeu?
  - Entendi...
  - Então o próximo passo é bolar o nome da escola. Que tal Ágora? Ágora era a praça onde os gregos discutiam filosofia. Me parece um bom nome para um curso de grego. Gostou da ideia?
  - Não é ruim. Apenas precisa de uns ajustes técnicos...
   Três meses depois Anaxágoras inaugurava o Ágora, um restaurante especializado em delivery de prato-feito grego.

(DIAFÉRIA, Lourenço. Conversa de grego. In.: PINTO, Manuel da Costa. Crônica brasileira contemporânea. São Paulo: Moderna, 2008. p. 52-56.)
  • 3 - Questão 14737.   Português - Nível Superior - Assistente Social - HOB - CONSULPLAN - 2014
  • O amigo do protagonista lhe sugere abrir um curso de grego e, para o convencer, recorre ao discurso argumentativo.  Ele elenca argumentos
  • 4 - Questão 14738.   Português - Nível Superior - Assistente Social - HOB - CONSULPLAN - 2014
  • Analise se as afirmativas a seguir se aplicam ou não à forma verbal destacada neste trecho: “Tinha recebido pequena  herança de uma tia.” (1º§)  

    I.   Refere-se a uma ação de natureza hipotética. 

    II.  Denota uma ação anterior a outra no passado.  

    III.   Indica um fato no futuro, mas relativamente há um outro já no passado.  

    Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)
  • 5 - Questão 14739.   Português - Nível Superior - Assistente Social - HOB - CONSULPLAN - 2014
  • No  trecho  “A  vida  de  Alexandre  é  uma  novela.  Novela  –  você  entendeu  o  que  quero  dizer?  No-ve-la.”  (26º§),  o  travessão ( – ) foi empregado para
  • 6 - Questão 14740.   Português - Nível Superior - Assistente Social - HOB - CONSULPLAN - 2014
  • Sobre o narrador desse texto, analise as afirmativas. 

    I.   O narrador conhece os pensamentos e sentimentos do protagonista da história. 
    II.  As intenções e os sentimentos do protagonista não são comentados pelo narrador. 
    III. O narrador é um personagem secundário. Ele observa de dentro os acontecimentos, ou seja, viveu os fatos narrados. 

    Está(ão) correta(s) apenas a(s) afirmativa(s)

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.