Simulado Polícia Militar RJ - História - Soldado da Polícia Militar - 2014

Resolva 6 questões de História Ensino Médio Banca EXATUS PR. Teste seus Conhecimentos em Provas Online com Gabarito.

  • 274 Resolveram
  • 34% Acertos
  • 4 Gabaritaram
  • barra ótimo 14 Ótimo
  • barra qtd_bom 79 Bom
  • barra ruim80 Ruim
  • barra péssimo101 Péssimo
  • 1 - Questão 17631.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Leia o texto a seguir:

     “A mudança da corte para o Brasil era um plano muito antigo em Portugal, mas em 1807 o príncipe regente não tinha escolha: ou fugia ou muito provavelmente seria preso e deposto por Napoleão Bonaparte, como aconteceu alguns meses mais tarde com a monarquia espanhola. Se não havia alternativa, também não se justifica o uso de malabarismo semânticos para amenizar ou disfarçar o que de fato ocorreu: uma fuga pura e simples, apressada, atabalhoada, sujeita a erros e improvisações. A pressa foi tanta que, na confusão da partida, centenas de caixas repletas de prata das igrejas e milhares de volumes da preciosa Biblioteca Real, entre outras coisas, ficaram esquecidos no cais de Belém, em Lisboa”.
        (GOMES, Laurentino. 1808: como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a história de Portugal e do Brasil. 2.ed. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2007. p.23.)

    Com base no texto e nos conhecimentos sobre os antecedentes da vinda da Família Real Portuguesa para o Brasil e as transformações posteriores que decorreram deste ato, considere as afirmativas a seguir: 

    I - Nesta época Portugal era governado pelo príncipe regente D. João, em lugar de sua mãe D. Maria I, doente mental. D. João tentou contemporizar, lançando mão de um expediente: propôs à Inglaterra que apenas fingiria atender às exigências francesas, ou seja, declararia guerra, fecharia os portos e expulsaria os ingleses apenas aparentemente. Chegou mesmo a propor o casamento de seu filho de nove anos, D. Pedro, com uma sobrinha de Napoleão.
    II - Uma das pretensões de D. João ao vir para o Brasil era trazer consigo o acervo da Biblioteca Real, pois temia que ele fosse destruído pelo exército napoleônico. Este zelo com o acervo da Biblioteca Real deve-se ao fato de um terremoto que a destruiu no ano de 1755. Juntamente com a reconstrução da cidade, iniciou-se a restauração do acervo. Posteriormente a acervo foi mandado para o Brasil e ano de 1810, por decisão de D. João, foi fundada, na cidade do Rio de Janeiro, a Biblioteca Real, hoje chamada de Biblioteca Nacional.
    III - O Rio de Janeiro passou a contar com estruturas típicas de capital. Foi estabelecida a Biblioteca Real, surgiu a Gazeta do Rio de Janeiro, primeiro jornal a funcionar no Brasil, foram instaladas gráficas e diversos setores de prestação de serviços antes inexistentes. IV - Em represália pela invasão de Portugal, D. João declarou guerra à França e invadiu a Guiana Francesa, em 1809, devolvendo-a em 1817, após um acordo de paz realizado com Napoleão Bonaparte. 

    Assinale a alternativa correta:
  • 2 - Questão 17632.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Leia o texto a seguir:

     “Frau Diller era uma mulher irritadiça, de óculos grossos e olhar implacável. Tinha criado esse olhar nefando para desestimular a própria ideia de alguém roubar sua loja, que ela ocupava com postura militar, voz gélida e até uma respiração que cheirava “heil Hitler”. A loja em si era branca e fria, completamente exangue. A casinha espremida ao seu lado tremia com um pouco mais de severidade do que as outras construções da Rua Himmel. Frau Diller administrava esse sentimento, servindo-o como o único produto grátis de suas instalações. Ela vivia para sua loja, e sua loja vivia para o Terceiro Reich. Mesmo quando começou o racionamento, mais para o fim do ano, sabia-se que ela vendia por baixo do pano algumas mercadorias difíceis de obter e doava o dinheiro para o Partido Nazista”.
    (ZUSAK, Markus. A menina que roubava livros. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008. p.37.)

    O texto retrata o comportamento de uma comerciante na Alemanha nazista. Com base nos conhecimentos sobre a Segunda Guerra Mundial, assinale a alternativa incorreta:
  • 3 - Questão 17633.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • “O quinze de novembro é uma data sem prestígio no calendário cívico brasileiro. Ao contrário do Sete de Setembro, Dia da Independência, comemorado em todo país com desfiles escolares e militares, o feriado da Proclamação da República é uma festa tímida, geralmente ignorada pela maioria das pessoas”. 
    (GOMES, Laurentino. 1889: como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da monarquia e a proclamação da República no Brasil. São Paulo: Globo, 2013. p.17.)

    Com base nos conhecimentos sobre os principais fatores que levaram à ocorrência da Proclamação da República no Brasil, assinale a alternativa incorreta:
  • 4 - Questão 17634.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Leia o texto: 

    “Logo depois, a PF prende também Gilberto Gil. Os dois são levados para quartel da Polícia do Exército, na rua Barão de Mesquita. Passam o reveillon de  1969 na cadeia. Lá Caetano encontra outros presos, como Ênio Silveira, dono da editora Civilização Brasileira (a mesma dos livros de Bertrand Russell), que lhe empresta O estrangeiro, de Camus. Depois, é transferido para um outro quartel, em vila militar no subúrbio de Deodoro, zona norte do Rio. Na cela ao lado, Gil divide espaço com Paulo Francis, Ferreira Gullar e outros intelectuais. Caetano vai parar na barbearia do quartel e perde a cabeleira “selvagemente grande” cultivada por quase dois anos. Após dois meses na cadeia, são transferidos para Salvador e lá permanecem confinados por mais quatro meses. Proibidos de se apresentar em público e de dar entrevistas, tomam o caminho do exílio. Ao embarcar para Londres, um dos policiais afirma para Caetano:
    - Não volte nunca mais. E, se pensar em voltar se entregar logo que chegue para nos poupar trabalho”.
    (MARCELO, Carlos. 1970 – Renato Russo: o filho da revolução. Rio de Janeiro:Agir, 2009. p.40.)

    Com base no texto e nos conhecimentos sobre a Ditadura Militar Brasileira (1964 - 1985), assinale a alternativa correta:
  • 5 - Questão 17635.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Sobre a Crise econômica norte-americana de 1929 e suas consequências é incorreto afirmar:
  • 6 - Questão 17636.   História - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RJ - EXATUS PR - 2014
  • Sobre o movimento iluminista é incorreto afirmar:

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.