Simulado Polícia Militar RO - Português - Soldado da Polícia Militar - 2014

Resolva 7 questões de Português Ensino Médio Banca FUNCAB. Teste seus Conhecimentos em Provas Online com Gabarito.

  • 773 Resolveram
  • 63% Acertos
  • 64 Gabaritaram
  • barra ótimo 192 Ótimo
  • barra qtd_bom 379 Bom
  • barra ruim183 Ruim
  • barra péssimo19 Péssimo
Apenas um tiroteio na madrugada

São 2:30 da madrugada e eu deveria estar dormindo, mas acordei com uma rajada de metralhadora na escuridão. É mais um tiroteio na favela ao lado.

Além dos tiros de metralhadora, outros tiros se seguem, mais finos, igualmente penetrantes, continuando a fuzilaria. Diria que armas de diversos calibres estão medindo seu poder de fogo a uns quinhentos metros da minha casa.

No entanto, estou na cama, tecnicamente dormindo. Talvez esteja sonhando, talvez esteja ouvindo o tiroteio de algum filme policial. Tento em princípio descartar a ideia de que há uma cena de guerrilha ao lado. Aliás, é fim de ano, e quem sabe não estão soltando foguetes por aí em alguma festa de rico?

Não. É tiroteio mesmo. Não posso nem pensar que são bombas de São João, como fiz de outras vezes, procurando ajeitar o corpo insone no travesseiro.

Estou tentando ignorar, mas não há como: é mais um tiroteio na favela ao lado. [...]

O tiroteio continua e estamos fingindo que nada acontece.

Sinto-me mal com isso. Me envergonho com o fato de que nos acostumamos covardemente a tudo. Me escandalizo que esse tiroteio não mais me escandalize. Me escandaliza que minha mulher durma e nem ouça que há uma guerra ao lado, exatamente como ela já se escandalizou quando em outras noites ouvia a mesma fuzilaria e eu dormia escandalosamente e ela ficava desamparada com seus ouvidos em meio à guerra.

Sei que vai amanhecer daqui a pouco. E vai se repetir uma cena ilustrativa de nossa espantosa capacidade de negar a realidade, ou de diminuir seu efeito sobre nós por não termos como administrá-la. Vou passar pela portaria do meu edifício e indagar ao porteiro e aos homens da garagem se também ouviram o tiroteio. Um ou outro dirá que sim. Mas falará disso como de algo que acontecesse inexplicavelmente no meio da noite.

No elevador, um outro morador talvez comente a fuzilaria com o mesmo ar de rotina com que se comenta um Fia - Flu. E vamos todos trabalhar. As crianças para as escolas. As donas de casa aos mercados. Os executivos nos seus carros.

Enquanto isso, as metralhadoras e as armas de todos os calibres se lubrificam. Há um ou outro disparo durante o dia. Mas é à noite que se manifestam mais escancaradamente. Ouvirei de novo a fuzilaria. Rotineiramente. É de madrugada e na favela ao lado recomeça o tiroteio. Não é nada.

Ouvirei os ecos dos tiros sem saber se é sonho ou realidade e acabarei por dormir. Não é nada. É apenas mais um tiroteio de madrugada numa favela ao lado.

Affonso Romano de Sant"Anna. Porta de colégio. São Paulo. Ática, 1995, p. 69-71.
  • 1 - Questão 18153.   Português - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RO - FUNCAB - 2014
  • O que o narrador quer dizer com a expressão “tecnicamente dormindo”, no terceiro parágrafo?
  • 2 - Questão 18154.   Português - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RO - FUNCAB - 2014
  • O que deixa o narrador mais indignado quanto ao comportamento das pessoas e quanto ao próprio comportamento em relação ao que ocorre?
  • 7 - Questão 18159.   Português - Nível Médio - Soldado da Polícia Militar - Polícia Militar RO - FUNCAB - 2014
  • Que opção apresenta, correta e respectivamente, a classe gramatical a que pertencem as palavras destacadas em: “Além dos TIROS de metralhadora, OUTROS tiros se seguem, mais FINOS, igualmente penetrantes, continuando A fuzilaria.”?

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.