Simulado Colégio Naval - História - Aspirante 2° Fase - 2010

Simulado para Aspirante da Marinha - Colégio Naval com 6 Questões de História. Prova com Exercícios de Ensino Médio da Banca MB com Gabarito.

  • 305 Resolveram
  • 48% Acertos
  • 30 Gabaritaram
  • barra ótimo 61 Ótimo
  • barra qtd_bom 109 Bom
  • barra ruim69 Regular
  • barra péssimo66 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Questão 18634.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • "As invasões holandesas que ocorreram no século XVII foram o maior conflito político-militar da Colônia. Embora concentradas no nordeste, elas não se resumiram a um simples episódio regional. Ao contrário, fizeram parte dp quadro das relações internacionais entre os países europeus, revelando a dimensão da luta pelo controle do açúcar e das fontes de suprimento de escravos.[ ...] O ataque a Pernambuco se iniciou em 1630, com a conquista de Olinda. A partir desse episódio, a guerra pode ser dividida em três períodos distintos.[ ...]
    O segundo período,entre 1637 e 1644, caracteriza-se por relativa paz, relacionada com o governo do príncipe holandês Maurício de Nassau, que foi o responsável por uma série de importantes iniciativas políticas e realizações administrativas."(Fausto, Boris. História do Brasil. São Paulo: Edusp, 2004.p.84 e 85.)

    São características do governo Maurício de Nassau, EXCETO:
  • 2 - Questão 18635.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • "A revolta de 1835, também chamada a " grande insurreição" , foi o ponto culminante de uma série que vinha desde 1807. A revolta desses escravos islamizados, em consequência, não será apenas uma eclosão violenta mas desorganizada, apenas surgida por um incidente qualquer. Será, pelo contrário, planejada nos seus detalhes, precedida de todo um período organizativo(...). Reuniam- se regularmente para discutirem os planos de insurreição, muitas vezes juntamente com elementos de outros grupos do centro da cidade.(...) O movimento vinha sendo articulado também entre os escravos dos engenhos e os quilombolas da periferia. (. . . ) O plano não foi cumprido na íntegra porque houve delação. (...) os escravos, vendo que tinham de antecipar a revolta, lançaram-se à carga de qualquer maneira. (...) Derrotada a insurreição, os seus líderes se portaram dignamente." (Moura, Clóvis. Os Quilombos e a Rebelião Negra. 7 ed. São Paulo, Brasiliense, 1987. pp. 63-69.)

    Sobre a rebelião escrava relatada no texto, é correto afirmar que:
  • 3 - Questão 18636.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • "Na madrugada de 11 de maio de 1938, o jovem tenente e seus homens invadiram o Palácio Guanabara, onde então morava Getúlio, tentaram metralhar toda a família presidencial, mas logo eram rechaçados sem dó.[ ...] Mas logo pipocou a primeira bala, no Palácio Guanabara, e já Filinto [Muller] abandonava os camisas-verdes e se punha, "leal como sempre", ao lado de Vargas. [ ...] sufocada a rebelião, Filinto Muller se pôs à testa da dura repressão que iria ter começo contra os adeptos, em todo o país, da versão brasileira do nazismo de Hitler e do fascismo de Mussolini." (Joel Silveira. Revista Nossa História. Abril 2005. Ano 2/n° 18. p.59. Adaptado)

    O texto acima faz referência à ação:
  • 4 - Questão 18637.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • "As Câmaras Municipais, encarregadas da administração local, foram sendo estruturadas paralelamente à formação das primeiras vilas." A atuação das Câmaras, controladas pelos homens-bons, abrangia diversos setores, como o abastecimento, a tributação e a execução das leis.[ ...] Assim, as Câmaras Municipais constituíam poderosos órgãos da administração colonial. (Cotrim, Gilberto. História Global- Brasil e Geral. 8. ed. São Paulo: Saraiva,2005.p.203.)

    A categoria dos homens-bons refere-se aos
  • 5 - Questão 18638.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • Analise as afirmativas abaixo, referentes ao Segundo reinado.

    I - Valendo-se da prerrogativa do padroado, o imperador rejeitou a bula papal que proibia a permanência de membros da maçonaria dentro dos quadros da Igreja Católica.

    II - Uma das principais consequências da guerra do Paraguai para o Brasil foi o fortalecimento do Exército brasileiro.

    III- Como desfecho da Questão Christie, o imperador D. Pedro II decidiu romper relações diplomáticas com os Estados Unidos.

    IV - A Lei de Terras, aprovada em 1850, determinava que as terras públicas só poderiam torna-se propriedade privada por meio da compra.

    Assinale a opção correta.
  • 6 - Questão 18639.   História - Nível Médio - Aspirante da Marinha - Colégio Naval - MB - 2010
  • "Por já ter acumulado experiências parciais de política econômica planejada, pôde o governo, na gestão Kubitschek, executar sua mais séria e ambiciosa experiência de planejamento integrado: o Programa de Metas [ ...] . O Plano de Metas foi um marco na reelaboração qualitativa das relações entre Estado e economia no país. Integravam-se pela primeira vez, sob o controle do governo, as atividades do capital público e do privado, através de um planejamento que. definia as prioridades de investimento, bem como as estratégias para dirigir os recursos privados para essas áreas."(Mendonça, Sonia Regina de. Estado e Economia no Brasil: Opções de Desenvolvimento. 3. ed. Rio de Janeiro, Graal, s/ d, p.59.)

    Sobre o Programa de Metas, no governo Juscelino Kubitschek, é correto afirmar que:

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!