CGE PI - Controle Externo - Auditor Governamental - 2015

Responda as 3 questões do simulado abaixo (CGE PI - Controle Externo - Auditor Governamental - 2015). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

3 questões Conhecimentos Específicos , Controle Externo, Auditor Governamental, CGE PI, CESPE, Ensino Superior

19 resolveram
56% acertos
Médio
2 gabaritaram
2 ótimo
10 bom
6 regular
1 péssimo

1Questão 24128. Conhecimentos Específicos, Controle Externo, Auditor Governamental, CGE PI, CESPE, Ensino Superior, 2015

Texto associado.
Julgue o próximo item, referente a estrutura organizacional, objetivos e componentes que fundamentam o controle interno.
Caso esteja estruturado formalmente, o controle interno de uma instituição pode ser representado sob a forma de um cubo. Nessa representação, as categorias de objetivos relacionam-se indiretamente com os componentes, em que pese estarem no mesmo plano; diferentemente da estrutura organizacional, que está em outra dimensão.

2Questão 24129. Conhecimentos Específicos, Controle Externo, Auditor Governamental, CGE PI, CESPE, Ensino Superior, 2015

Texto associado.
Julgue o próximo item, referente a estrutura organizacional, objetivos e componentes que fundamentam o controle interno.
Na avaliação de riscos, que é uma categoria de objetivos do controle interno, uma condição prévia é apurar o nível de impacto de possíveis mudanças no resultado decorrente dos componentes, já que os insumos se originam em diferentes níveis da entidade.

3Questão 24130. Conhecimentos Específicos, Controle Externo, Auditor Governamental, CGE PI, CESPE, Ensino Superior, 2015

Texto associado.
Julgue o próximo item, referente a estrutura organizacional, objetivos e componentes que fundamentam o controle interno.
Um dos objetivos precípuos do controle interno na área pública é o de ele funcionar como instrumento de proteção do cidadão, o que é obtido quando as ações dos agentes públicos, por privilegiarem a economia, a eficiência e a eficácia, mostram-se contrárias ao desperdício dos recursos públicos, ou seja, contrárias a abuso, erros, fraudes e quaisquer atos inquinados com participação comprovada desses agentes.