Simulado Câmara dos Deputados - Direito Processual Penal - Técnico Legislativo - 2014

Simulado para Técnico Legislativo - Câmara dos Deputados com 5 Questões de Direito Processual Penal. Prova com Exercícios de Ensino Médio da Banca CESPE com Gabarito.

  • 258 Resolveram
  • 66% Acertos
  • 38 Gabaritaram
  • barra ótimo 117 Ótimo
  • barra qtd_bom 81 Bom
  • barra ruim59 Regular
  • barra péssimo1 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Questão 26961.   Direito Processual Penal - Nível Médio - Técnico Legislativo - Câmara dos Deputados - CESPE - 2014
  • Paulo e João foram surpreendidos nas dependências da Câmara dos Deputados quando subtraíam carteiras e celulares dos casacos e bolsas de pessoas que ali transitavam. Paulo tem dezessete anos e teve acesso ao local por intermédio de João, que é servidor da Casa.

    Com base nessa situação hipotética, julgue o item a seguir.

    Tendo sido surpreendidos em situação de flagrante impróprio, Paulo e João devem ser encaminhados à autoridade policial para a lavratura do auto de prisão, devendo o juiz ser comunicado, no prazo de 24 horas, para, se presentes os requisitos legais, convertê-la em prisão preventiva.
  • 2 - Questão 26962.   Direito Processual Penal - Nível Médio - Técnico Legislativo - Câmara dos Deputados - CESPE - 2014
  • Paulo e João foram surpreendidos nas dependências da Câmara dos Deputados quando subtraíam carteiras e celulares dos casacos e bolsas de pessoas que ali transitavam. Paulo tem dezessete anos e teve acesso ao local por intermédio de João, que é servidor da Casa.

    Com base nessa situação hipotética, julgue o item a seguir.

    As medidas socioeducativas aplicáveis a Paulo incluem a advertência, a obrigação de reparar o dano e a prestação de serviços a comunidade.
  • 3 - Questão 26963.   Direito Processual Penal - Nível Médio - Técnico Legislativo - Câmara dos Deputados - CESPE - 2014
  • Durante uma passeata na Esplanada dos Ministérios, um manifestante, logo após ter sido alertado por um agente da polícia legislativa de que deveria se afastar do local, arremessou pedras em direção ao Congresso Nacional, o que resultou na quebra de vidraças da Câmara dos Deputados. O manifestante foi preso em flagrante e, na delegacia, confessou a prática do delito.

    Com base na situação hipotética acima, julgue os itens seguintes, relativos à prova, à prisão preventiva e aos crimes previstos na parte especial do Código Penal.

    Dada a confissão do manifestante perante a autoridade policial, a realização da prova pericial torna-se prescindível.
  • 4 - Questão 26964.   Direito Processual Penal - Nível Médio - Técnico Legislativo - Câmara dos Deputados - CESPE - 2014
  • Durante uma passeata na Esplanada dos Ministérios, um manifestante, logo após ter sido alertado por um agente da polícia legislativa de que deveria se afastar do local, arremessou pedras em direção ao Congresso Nacional, o que resultou na quebra de vidraças da Câmara dos Deputados. O manifestante foi preso em flagrante e, na delegacia, confessou a prática do delito.

    Com base na situação hipotética acima, julgue os itens seguintes, relativos à prova, à prisão preventiva e aos crimes previstos na parte especial do Código Penal.

    Por ter acarretado a quebra das vidraças, o manifestante deve responder pela prática do crime de dano qualificado, uma vez que o crime foi praticado contra o patrimônio da União, sendo a ação penal, nesse caso, pública incondicionada.

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!