Câmara de Descalvado SP - Português - Secretário Administrativo - 2015

Responda as 3 questões abaixo (Câmara de Descalvado SP - Português - Secretário Administrativo - 2015). Ao terminar, clique no botão para ver sua nota e o gabarito. Boa prova!

3 questões Português, Secretário Administrativo, Câmara de Descalvado SP, VUNESP, Superior

303 resolveram
53% média
Regular
38 gabaritaram
38 Ótimo
132 Bom
100 Regular
33 Péssimo
Texto associado.

Padeiros tiram férias e deixam Paris sem baguetes

     A tentativa da França de fazer uma reforma no mercado de trabalho gerou algumas consequências inesperadas neste verão: está mais difícil conseguir uma baguete decente em Paris.
     Pela primeira vez em 50 anos, os padeiros, considerados um serviço semipúblico na França, não têm mais as férias de verão reguladas pela prefeitura de Paris e podem tirar quanto tempo de folga quiserem em julho e agosto.
     Anteriormente, os padeiros eram informados pela prefeitura sobre as semanas em que estavam autorizados a folgar, sistema que assegurava que cada área da cidade tivesse uma padaria aberta no verão.
     Estima-se que atualmente 75% das padarias estejam fechadas em comparação com o habitual, que era a metade desse número.
     Os padeiros, porém, ainda são instruídos pela prefeitura sobre o dia da semana em que podem tirar folga, de modo que todos os estabelecimentos não fechem juntos.
     Desde que a escassez de comida ajudou a alimentar a Revolução Francesa, em 1789, os padeiros tiveram de declarar seu tempo de folga e, somente em 1986, o preço do pão deixou de ser fixado pelo governo.

(Financial Times. Publicado pela Folha de S.Paulo em 28.08.2015. Adaptado)

Pelas informações do texto, é correto concluir que as novas regras do governo
Texto associado.

Padeiros tiram férias e deixam Paris sem baguetes

     A tentativa da França de fazer uma reforma no mercado de trabalho gerou algumas consequências inesperadas neste verão: está mais difícil conseguir uma baguete decente em Paris.
     Pela primeira vez em 50 anos, os padeiros, considerados um serviço semipúblico na França, não têm mais as férias de verão reguladas pela prefeitura de Paris e podem tirar quanto tempo de folga quiserem em julho e agosto.
     Anteriormente, os padeiros eram informados pela prefeitura sobre as semanas em que estavam autorizados a folgar, sistema que assegurava que cada área da cidade tivesse uma padaria aberta no verão.
     Estima-se que atualmente 75% das padarias estejam fechadas em comparação com o habitual, que era a metade desse número.
     Os padeiros, porém, ainda são instruídos pela prefeitura sobre o dia da semana em que podem tirar folga, de modo que todos os estabelecimentos não fechem juntos.
     Desde que a escassez de comida ajudou a alimentar a Revolução Francesa, em 1789, os padeiros tiveram de declarar seu tempo de folga e, somente em 1986, o preço do pão deixou de ser fixado pelo governo.

(Financial Times. Publicado pela Folha de S.Paulo em 28.08.2015. Adaptado)

Assinale a alternativa em que o trecho reescrito, a partir das ideias do terceiro parágrafo, mantém o sentido do texto e apresenta a relação correta entre os tempos verbais.
Texto associado.

Padeiros tiram férias e deixam Paris sem baguetes

     A tentativa da França de fazer uma reforma no mercado de trabalho gerou algumas consequências inesperadas neste verão: está mais difícil conseguir uma baguete decente em Paris.
     Pela primeira vez em 50 anos, os padeiros, considerados um serviço semipúblico na França, não têm mais as férias de verão reguladas pela prefeitura de Paris e podem tirar quanto tempo de folga quiserem em julho e agosto.
     Anteriormente, os padeiros eram informados pela prefeitura sobre as semanas em que estavam autorizados a folgar, sistema que assegurava que cada área da cidade tivesse uma padaria aberta no verão.
     Estima-se que atualmente 75% das padarias estejam fechadas em comparação com o habitual, que era a metade desse número.
     Os padeiros, porém, ainda são instruídos pela prefeitura sobre o dia da semana em que podem tirar folga, de modo que todos os estabelecimentos não fechem juntos.
     Desde que a escassez de comida ajudou a alimentar a Revolução Francesa, em 1789, os padeiros tiveram de declarar seu tempo de folga e, somente em 1986, o preço do pão deixou de ser fixado pelo governo.

(Financial Times. Publicado pela Folha de S.Paulo em 28.08.2015. Adaptado)

Supondo que as alternativas reproduzam as frases impressas em cartazes afixados nas paredes de uma padaria, é correto afirmar que a frase em conformidade com a norma-padrão da língua portuguesa encontra-se em: