Simulado Prefeitura de Araguaína TO - Direito Tributário - Procurador - 2014

Simulado com 7 questões de Direito Tributário Ensino Superior Banca COPESE. Teste seus Conhecimentos em Provas Online com Gabarito.

  • 25 Resolveram
  • 44% Acertos
  • 3 Gabaritaram
  • barra ótimo 4 Ótimo
  • barra qtd_bom 5 Bom
  • barra ruim10 Ruim
  • barra péssimo6 Péssimo
  • 1 - Questão 28348.   Direito Tributário - Nível Superior - Procurador - Prefeitura de Araguaína TO - COPESE - 2014
  • Sobre a medida cautelar fiscal, assinale a alternativa INCORRETA.
  • 2 - Questão 28349.   Direito Tributário - Nível Superior - Procurador - Prefeitura de Araguaína TO - COPESE - 2014
  • Nos termos do Código Tributário Nacional, NÃO suspende a exigibilidade do crédito tributário.
  • 3 - Questão 28350.   Direito Tributário - Nível Superior - Procurador - Prefeitura de Araguaína TO - COPESE - 2014
  • Considerando as normas do Código Tributário Nacional, a lei NÃO será aplicada a ato ou fato pretérito quando:
  • 6 - Questão 28353.   Direito Tributário - Nível Superior - Procurador - Prefeitura de Araguaína TO - COPESE - 2014
  • Existindo simultaneamente dois ou mais débitos vencidos do mesmo sujeito passivo para com a mesma pessoa jurídica de direito público, relativos ao mesmo ou a diferentes tributos ou provenientes de penalidade pecuniária ou juros de mora, a autoridade administrativa competente para receber o pagamento determinará a respectiva imputação.

    Neste sentido, segundo preceitua o Código Tributário Nacional, assinale a alternativa que contém ordem de imputação INCORRETA.
  • 7 - Questão 28354.   Direito Tributário - Nível Superior - Procurador - Prefeitura de Araguaína TO - COPESE - 2014
  • Em relação ao processo administrativo tributário, assinale a alternativa que contém afirmação INCORRETA.

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.