Simulado: DETRAN MT - Português - Auxiliar do Serviço de Trânsito - 2015

4 questões | Português, Auxiliar do Serviço de Trânsito, Detran MT, CEV UFMT, Ensino Fundamental | Comentar (0)

Responda as 4 questões do simulado abaixo (DETRAN MT - Português - Auxiliar do Serviço de Trânsito - 2015). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

243 resolveram
42% acertos
Difícil
10 gabaritaram
10 ótimo
123 bom
85 regular
25 péssimo
Dados estatísticos de usuários que resolveram este simulado.

1 Questão 32231 | Português, Auxiliar do Serviço de Trânsito, Detran MT, CEV UFMT, Ensino Fundamental, 2015

Texto associado.
[...] todas as vezes que intentamos ler os sinais dos tempos na realidade atual, é conveniente ouvir os jovens e os idosos. Tanto uns como outros são a esperança dos povos. Os idosos fornecem a memória e a sabedoria da experiência, que convidam a não repetir tontamente os mesmos erros do passado. Os jovens chamam-nos a despertar e a aumentar a esperança, porque trazem consigo as novas tendências da humanidade e abrem-nos ao futuro, de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes que já não são fonte de vida no mundo atual.

Os desafios existem para ser superados. Sejamos realistas, mas sem perder a alegria, a audácia e a dedicação cheia de esperança. Não deixemos que nos roubem a força missionária.

(PAPA FRANCISCO. Evangelii Gaudium. São Paulo: Paulus e Loyola, 2013.)
O Papa Francisco dirige-se ao episcopado, ao clero e aos fiéis leigos para anunciar o Evangelho no mundo atual. Sobre esse trecho do anúncio, assinale a afirmativa correta.

2 Questão 32232 | Português, Auxiliar do Serviço de Trânsito, Detran MT, CEV UFMT, Ensino Fundamental, 2015

Texto associado.
[...] todas as vezes que intentamos ler os sinais dos tempos na realidade atual, é conveniente ouvir os jovens e os idosos. Tanto uns como outros são a esperança dos povos. Os idosos fornecem a memória e a sabedoria da experiência, que convidam a não repetir tontamente os mesmos erros do passado. Os jovens chamam-nos a despertar e a aumentar a esperança, porque trazem consigo as novas tendências da humanidade e abrem-nos ao futuro, de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes que já não são fonte de vida no mundo atual.

Os desafios existem para ser superados. Sejamos realistas, mas sem perder a alegria, a audácia e a dedicação cheia de esperança. Não deixemos que nos roubem a força missionária.

(PAPA FRANCISCO. Evangelii Gaudium. São Paulo: Paulus e Loyola, 2013.)
Releia o fragmento: Os jovens chamam-nos a despertar e a aumentar a esperança, porque trazem consigo as novas tendências da humanidade e abrem-nos ao futuro, de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes que já não são fonte de vida no mundo atual. Nele, a oração de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes expressa uma consequência do fato anterior.

Conservando esse sentido, a locução conjuntiva pode ser substituída por

3 Questão 32233 | Português, Auxiliar do Serviço de Trânsito, Detran MT, CEV UFMT, Ensino Fundamental, 2015

Texto associado.
[...] todas as vezes que intentamos ler os sinais dos tempos na realidade atual, é conveniente ouvir os jovens e os idosos. Tanto uns como outros são a esperança dos povos. Os idosos fornecem a memória e a sabedoria da experiência, que convidam a não repetir tontamente os mesmos erros do passado. Os jovens chamam-nos a despertar e a aumentar a esperança, porque trazem consigo as novas tendências da humanidade e abrem-nos ao futuro, de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes que já não são fonte de vida no mundo atual.

Os desafios existem para ser superados. Sejamos realistas, mas sem perder a alegria, a audácia e a dedicação cheia de esperança. Não deixemos que nos roubem a força missionária.

(PAPA FRANCISCO. Evangelii Gaudium. São Paulo: Paulus e Loyola, 2013.)
Assinale o trecho em que a palavra que NÃO está empregada como pronome relativo, mas como conjunção integrante.

4 Questão 32234 | Português, Auxiliar do Serviço de Trânsito, Detran MT, CEV UFMT, Ensino Fundamental, 2015

Texto associado.
[...] todas as vezes que intentamos ler os sinais dos tempos na realidade atual, é conveniente ouvir os jovens e os idosos. Tanto uns como outros são a esperança dos povos. Os idosos fornecem a memória e a sabedoria da experiência, que convidam a não repetir tontamente os mesmos erros do passado. Os jovens chamam-nos a despertar e a aumentar a esperança, porque trazem consigo as novas tendências da humanidade e abrem-nos ao futuro, de modo que não fiquemos encalhados na nostalgia de estruturas e costumes que já não são fonte de vida no mundo atual.

Os desafios existem para ser superados. Sejamos realistas, mas sem perder a alegria, a audácia e a dedicação cheia de esperança. Não deixemos que nos roubem a força missionária.

(PAPA FRANCISCO. Evangelii Gaudium. São Paulo: Paulus e Loyola, 2013.)
Em relação ao uso de tempos verbais no texto, analise as afirmativas.

I - Por expressarem uma atitude de conselho, as formas verbais sejamos e deixemos estão no modo subjuntivo.
II - Chamam e trazem, formas verbais no modo indicativo, revelam uma atitude de certeza do falante em relação ao fato tratado.
III - No trecho de modo que não fiquemos encalhados, a forma verbal está no subjuntivo, pois o falante expressa atitude de suposição.
IV - As formas verbais despertar e aumentar, precedidas da preposição a, estão no imperativo, tanto que indicam uma atitude de mando ou pedido do falante.

Estão corretas as afirmativas

Deixe seu comentário (0)

Seja o primeiro a comentar!