Simulado DPE PB - Parte Geral - Defensor Público - 2014

Simulado para Defensor Público - DPE PB com 5 Questões de Direito Civil (Parte Geral). Prova com Exercícios de Ensino Superior da Banca FCC com Gabarito.

  • 36 Resolveram
  • 38% Acertos
  • 2 Gabaritaram
  • barra ótimo 4 Ótimo
  • barra qtd_bom 4 Bom
  • barra ruim26 Regular
  • barra péssimo2 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Questão 33936.   Direito Civil - Parte Geral - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Cláudio firmou com seu filho Lucas contrato de doação por meio do qual lhe transferiria a propriedade de imóvel no dia de seu trigésimo aniversário. Em caso de conflito de leis no tempo, considerar-se-á que Lucas possui
  • 2 - Questão 33937.   Direito Civil - Parte Geral - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Carlos emprestou R$ 1.000,00 a Pedro, sócio da "Construtora Bertolai Ltda.", empresa de grande porte. O contrato foi formalizado em instrumento subscrito por duas testemunhas. Na data em que o dinheiro deveria ser devolvido, Pedro negou-se ao pagamento, afirmando insuficiência de recursos. Diante do inadimplemento, Carlos ajuizou execução de título executivo extrajudicial, contra a qual não foram opostos embargos. Na fase de indicação de bens à penhora, constatou-se somente que Pedro não possuía bens penhoráveis. Por esta razão, Carlos requereu desconsideração inversa da personalidade jurídica, a qual deverá ser
  • 3 - Questão 33938.   Direito Civil - Parte Geral - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Sob premente necessidade financeira, João vende a Luís imóvel por um terço do valor de mercado. Tal negócio é
  • 4 - Questão 33939.   Direito Civil - Parte Geral - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Aos 15 anos de idade, Mateus adquiriu pacote turístico para Porto de Galinhas, declarando-se maior no ato da aquisição. Vendo-se impossibilitado de realizar o pagamento, ajuizou ação desconstitutiva, alegando incapacidade quando da celebração do negócio. Tal pretensão
  • 5 - Questão 33940.   Direito Civil - Parte Geral - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Sônia é proprietária de uma pousada. Marina, sua, vizinha, cria codornas. Segundo Sônia, o forte cheiro das codornas atrapalharia seu negócio. Por tal razão, com a intenção de afugentar as codornas, mas também imaginando que poderia entreter seus clientes, passou, com autorização do órgão ambiental, a criar corujas, as quais acabaram por dizimar as codornas. Sônia cometeu ato

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!