Simulado DPE PB - Direito Civil - Defensor Público - 2014

Simulado para Defensor Público - DPE PB com 7 Questões de Direito Civil. Prova com Exercícios de Ensino Superior da Banca FCC com Gabarito.

  • 25 Resolveram
  • 52% Acertos
  • 1 Gabaritaram
  • barra ótimo 5 Ótimo
  • barra qtd_bom 7 Bom
  • barra ruim10 Regular
  • barra péssimo3 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Q33941.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Durante partida de futebol, Filipe envolveu-se em uma briga e passou, abruptamente, a desferir pontapés em todos a seu redor, atingindo inclusive o árbitro, Mário, que tentava separar a contenda. Muito ferido, Mário ajuizou ação de indenização contra Filipe. Por sua vez, este fez prova de que não teve a intenção de acertar Mário. O pedido deverá ser julgado
  • 2 - Q33942.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Aos 12 anos, João foi violentamente espancado por Reginaldo, vizinho de seus pais, o qual lhe desferiu golpes de vara e chicotadas, que deram causa a danos morais e estéticos. Seis anos depois, ajuizou ação compensatória contra Reginaldo. Este, por sua vez, alegou prescrição. A alegação de Reginaldo
  • 3 - Q33943.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Ângela firmou contrato com Ana Lúcia obrigando-se a entregar-lhe um vestido. Antes da tradição, porém, utilizou o vestido em uma festa e derrubou vinho sobre o tecido, causando manchas no bem. Ana Lúcia poderá
  • 4 - Q33944.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Arnaldo contratou, por telefone, serviço de TV a cabo por meio do qual recebeu, em comodato, aparelho de recepção de sinal. Passado algum tempo, informou, também por telefone, que desejava realizar distrato, além de ser indenizado pelo que gastou nas despesas com o uso da coisa, consistentes em aquisição de televisor compatível com a tecnologia do aparelho de recepção de sinal. A prestadora de serviço informou que, para realização do distrato, Arnaldo deveria assinar um instrumento escrito. Além disto, recusou-se a indenizar Arnaldo e exigiu de volta o aparelho de recepção de sinal. A prestadora de serviço
  • 5 - Q33945.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Fernanda viajava de ônibus operado pela PPC Transportes quando um caminhão invadiu a pista e abalroou o veículo. A batida causou danos à integridade física de Fernanda e à sua bagagem. Fernanda ajuizou ação contra a PPC Transportes, postulando compensação por danos morais, em razão dos danos físicos que experimentou, bem como indenização por danos materiais, em razão do perecimento de sua bagagem. Tal ação deverá ser julgada
  • 6 - Q33946.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Ronaldo doou um imóvel a Renato e resguardou para si usufruto vitalício sobre o bem. O contrato foi firmado por escritura pública e registrado no Cartório de Registro de Imóveis. Passado algum tempo, Ronaldo resolveu ceder o exercício do usufruto a João, a título oneroso, enquanto Renato houve por bem vender o imóvel a Daniela. Esta venda é
  • 7 - Q33947.   Direito Civil - Nível Superior - Defensor Público - DPE PB - FCC - 2014
  • Silvana tem 4 filhos, Rafael, Joaquim, Manoel e Serafim. Em grave situação financeira, sem saúde para trabalhar e já não possuindo mais ascendentes, pediu que seus filhos a auxiliassem a se manter. No entanto, seus filhos se negaram, afirmando tratar-se de pessoa maior de idade e casada em segundas núpcias com Gabriel, que vive em situação semelhante à dela. Não se conformando, Silvana ajuizou ação contra o filho mais velho, Rafael, que

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!