HUB - Gastroenterologia - Médico Infectologista - 2010

Responda as 4 questões do simulado abaixo (HUB - Gastroenterologia - Médico Infectologista - 2010). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

4 questões Medicina, Gastroenterologia, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Ensino Superior

39 resolveram
67% acertos
Médio
9 gabaritaram
9 ótimo
23 bom
7 regular
0 péssimo

1Questão 44261. Medicina, Gastroenterologia, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Ensino Superior, 2010

Acerca das diversas causas que podem levar à colelitíase ou à icterícia obstrutiva, julgue os itens subsequentes. 

A ressecção do íleo terminal e a perda ponderal rápida são alguns dos fatores de risco para o desenvolvimento de cálculos biliares.

2Questão 44262. Medicina, Gastroenterologia, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Ensino Superior, 2010

Acerca das diversas causas que podem levar à colelitíase ou à icterícia obstrutiva, julgue os itens subsequentes. 

A colangite esclerosante primária tem forte associação com a retocolite ulcerativa, mas isso não aumenta o risco de esses pacientes desenvolverem colangiocarcinoma, quando comparados à população em geral, ou seja, os que não tenham essa doença.

3Questão 44263. Medicina, Gastroenterologia, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Ensino Superior, 2010

Acerca das diversas causas que podem levar à colelitíase ou à icterícia obstrutiva, julgue os itens subsequentes. 

A icterícia é o sinal ou sintoma mais comum da colecistite calculosa aguda.

4Questão 44264. Medicina, Gastroenterologia, Médico Infectologista, HUB, CESPE, Ensino Superior, 2010

Julgue o item a seguir, referente a diarreia.

No Brasil, as causas mais prevalentes de diarreia crônica são enteroparasitoses, desnutrição proteico-energética primária, alergia à proteína do leite de vaca, doença celíaca e síndrome do intestino irritável.