Simulado TRF 1ª REGIÃO - Direito Internacional Público - Juiz Federal Substituto - 2015

Simulado para Juiz Federal Substituto - TRF 1a com 8 Questões de Direito Internacional. Prova com Exercícios de Ensino Superior da Banca CESPE com Gabarito.

  • 12 Resolveram
  • 27% Acertos
  • 0 Gabaritaram
  • barra ótimo 0 Ótimo
  • barra qtd_bom 2 Bom
  • barra ruim7 Regular
  • barra péssimo3 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Questão 44482.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  • A respeito do direito dos tratados, assinale a opção correta.
  • 2 - Questão 44483.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  •    Raul, nacional do Estado X, solicitou asilo diplomático na embaixada do Estado Y, localizada no território do Estado Z, alegando que tem sofrido perseguição política por ação conjunta dos Estados X e Z. O asilo diplomático foi concedido pelo Estado Y, que reconhece como norma de direito internacional costumeiro o asilo diplomático, ao passo que o Estado Z alega que nunca reconheceu tal norma como válida e obrigatória para si. 

    Nessa situação hipotética,
  • 3 - Questão 44484.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  • Assinale a opção correta com relação ao estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses.
  • 4 - Questão 44485.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  • Com referência à proteção internacional dos direitos humanos, assinale a opção correta.
  • 5 - Questão 44486.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  • No que se refere à regulação internacional do espaço aéreo e do espaço extra-atmosférico, assinale a opção correta.
  • 6 - Questão 44487.   Direito Internacional - Nível Superior - Juiz Federal Substituto - TRF 1a - CESPE - 2015
  •    Ao realizar um cruzeiro turístico, uma embarcação de pavilhão do Estado A parou em área situada na zona econômica exclusiva do Estado B e lá permaneceu. Após dez dias, autoridades do Estado B apreenderam a embarcação sob a alegação de que esta deveria ter informado que permaneceria parada naquela área, sendo a ausência de informação motivo para suspeitar de seu engajamento em atividade ilícita. 

    Nessa situação hipotética, a atitude do Estado B violou

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!