Simulado Instituto Rio Branco - Direito Constitucional - Diplomata - 2017

Publicado: 24/09/2017 | Questões: 7 | Disciplina: Direito Constitucional | Ensino: Superior | Banca: CESPE

  • 9 Gabaritaram
  • Regular
  • 89 Resolveram
  • barra ótimo 28 Ótimo
  • barra qtd_bom 46 Bom
  • barra ruim13 Ruim
  • barra péssimo2 Péssimo

Para corrigir este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples, fácil e grátis!

  • 1 - Questão 45226.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Considerando as disposições constitucionais sobre o processo legislativo brasileiro e as competências da União e dos estados, julgue (C ou E) o item a seguir.
     
    Os projetos de lei de iniciativa do presidente da República, em particular os que versem sobre questões orçamentárias, não podem receber emendas parlamentares que ensejem aumento de despesa pública.
  • 2 - Questão 45227.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Acerca das características do Estado, do sistema de governo e da organização dos poderes na ordem jurídico-constitucional brasileira, julgue (Cou E) o item subsequente.
     
    Cabe ao Congresso Nacional, por meio de decreto legislativo, a aprovação de tratados, acordos e atos internacionais que acarretem encargos ou compromissos gravosos ao patrimônio nacional.
  • 3 - Questão 45228.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Acerca das características do Estado, do sistema de governo e da organização dos poderes na ordem jurídico-constitucional brasileira, julgue (C ou E) o item subsequente.
     
    Ausentando-se do Brasil por período superior a quinze dias sem autorização do Congresso Nacional, o presidente da República poderá sofrer, como reprimenda mais gravosa, censura pelo Poder Legislativo.
  • 4 - Questão 45229.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Acerca das características do Estado, do sistema de governo e da organização dos poderes na ordem jurídico-constitucional brasileira, julgue (C ou E) o item subsequente.
     
    Com fundamento na indissolubilidade do pacto federativo, que veda o direito de secessão, o presidente da República poderá decretar intervenção federal em estado-membro onde esteja em curso processo que vise a sua separação da Federação brasileira.
  • 5 - Questão 45230.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Com relação à classificação da Constituição Federal de 1988, ao controle de constitucionalidade e à atividade administrativa do Estado brasileiro, julgue (C ou E) o item que se segue.
     
    O sistema de controle de constitucionalidade brasileiro não admite que pessoas privadas figurem no polo passivo de ação direta de inconstitucionalidade.
  • 6 - Questão 45231.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Com relação à classificação da Constituição Federal de 1988, ao controle de constitucionalidade e à atividade administrativa do Estado brasileiro, julgue (C ou E) o item que se segue.
     
    O princípio da impessoalidade, que consagra a ideia de que o poder público deve dispensar tratamento isonômico e impessoal aos particulares, deve ser entendido de forma absoluta, já que não comporta exceções ou tratamentos diferenciados pela administração.
  • 7 - Questão 45232.   Direito Constitucional - Nível Superior - Diplomata - Instituto Rio Branco - CESPE - 2017
  • Com relação à classificação da Constituição Federal de 1988, ao controle de constitucionalidade e à atividade administrativa do Estado brasileiro, julgue (C ou E) o item que se segue.
     
    A Constituição Federal de 1988 é classificada, quanto à extensão, como sintética, pois suas matérias foram dispostas em um instrumento único e exaustivo de seu conteúdo.

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Entrar ou Cadastrar-se. É simples e rápido!

Não elaboramos as questões, apenas as transcrevemos de provas já aplicadas em concursos públicos anteriores.