SES MG - Direito Sanitário - Médico Veterinário - 2015

Responda as 9 questões do simulado abaixo (SES MG - Direito Sanitário - Médico Veterinário - 2015). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

9 questões Direito Sanitário, Médico Veterinário, SES MG, FUNCAB, Ensino Superior

18 resolveram
40% acertos
Difícil
0 gabaritaram
1 ótimo
3 bom
12 regular
2 péssimo
Órgãos colegiados são instâncias de diálogo, debate e proposição de ações e políticas públicas, assim como de fiscalização, que atuam de forma articulada e transversal, tanto com entidades do Governo quanto com representantes da sociedade civil. No âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS, a instância de articulação e pactuação na esfera estadual é denominada:
A Lei Orgânica de Saúde define as atribuições e competências da União, do Distrito Federal, dos Estados e dos Municípios. É competência dos Municípios:
A gestão do fundo de saúde se faz sob a supervisão:
As razões que sugerem a necessidade da atuação do Estado no setor de saúde são:
É um objetivo específico da implantação dos complexos reguladores:
Quanto à incorporação, uso e monitoramento da tecnologia no âmbito do SUS, cabe ao Ministério da Saúde:
A ação inovadora do Pacto pela Saúde, que efetiva a articulação permanente e contínua entre todos os Municípios e o Estado, na região de saúde na qual está inserido, foi a criação:
Os indicadores são utilizados para mensurar resultados desejáveis em saúde, a serem alcançados por meio de ações convergentes nas três esferas de governo. O “Número de consultas médicas (SUS) por habitante” é considerado um indicador:
A vigilância em saúde tem por objetivo a observação e análise permanentes da situação de saúde da população, garantindo a integralidade da atenção, o que inclui tanto a abordagem individual como coletiva dos problemas de saúde. O conceito de vigilância em saúde NÃO abrange: