MCT - Economia - Tecnologista Pleno - 2012

Responda as 22 questões abaixo (MCT - Economia - Tecnologista Pleno - 2012). Ao terminar, clique no botão para ver sua nota e o gabarito. Boa prova!

22 questões Economia, Tecnologista Pleno, MCT, CESPE, Superior

15 resolveram
65% média
Regular
0 gabaritaram
2 Ótimo
13 Bom
0 Regular
0 Péssimo
Julgue os próximos itens, acerca do Estado e suas possíveis interferências nos mercados.

A razão econômica para os investimentos e subsídios públicos no setor de ciência e tecnologia é a geração de externalidades positivas nesse setor.
Julgue os próximos itens, acerca do Estado e suas possíveis interferências nos mercados.

Uma produção será eficiente no sentido de Pareto se o seu preço e o custo social marginal por ela acarretado forem iguais.
Julgue os próximos itens, acerca do Estado e suas possíveis interferências nos mercados.

Devem ser providos pelo Estado os bens que têm rivalidade no seu consumo e que excluem os consumidores que não pagam por eles.
Julgue os próximos itens, acerca do Estado e suas possíveis interferências nos mercados.

Bens produzem externalidades positivas nos casos em que os benefícios sociais marginais ultrapassam os benefícios marginais privados.
Nos dias atuais, ainda se verificam os efeitos da crise financeira internacional de 2008. Com relação a esse assunto, julgue os itens que se seguem.

O fluxo de capitais para países emergentes tem provocado uma desvalorização cambial. Isso se deve às más notícias das economias desenvolvidas.
Nos dias atuais, ainda se verificam os efeitos da crise financeira internacional de 2008. Com relação a esse assunto, julgue os itens que se seguem.

Devido aos riscos de aumentos inflacionários, o governo brasileiro tem utilizado políticas monetárias e fiscais contracionistas para enfrentar os efeitos dessa crise.
Nos dias atuais, ainda se verificam os efeitos da crise financeira internacional de 2008. Com relação a esse assunto, julgue os itens que se seguem.

O custo Brasil e a falta de uma política agressiva de investimentos públicos em infraestrutura são argumentos empresariais para os baixos níveis de investimento privado na economia.
Nos dias atuais, ainda se verificam os efeitos da crise financeira internacional de 2008. Com relação a esse assunto, julgue os itens que se seguem.

Em termos econômicos, a situação pela qual o Brasil passa atualmente é o ônus da globalização dos mercados internacionais e seus desdobramentos.
Acerca da viabilidade socioeconômica de projetos, julgue os itens subsequentes

Um projeto que apresenta taxa interna de retorno inferior à taxa mínima de atratividade é viável economicamente.
Acerca da viabilidade socioeconômica de projetos, julgue os itens subsequentes

Quanto maior for a diversificação de investimentos menor será o risco, visto que retornos de diferentes investimentos não possuem alterações de valor em um mesmo sentido.
Acerca da viabilidade socioeconômica de projetos, julgue os itens subsequentes

Nos estudos de mercado de um bem preço-inelástico, a projeção de aumento de receita com a venda desse bem no curto prazo é feita a partir da redução do preço desse bem.
Acerca da viabilidade socioeconômica de projetos, julgue os itens subsequentes

Em termos práticos, o valor presente líquido de um projeto equivale ao total de recursos financeiros que permanecem nas mãos da empresa ao final de toda a sua vida útil.
      O recente ciclo de desenvolvimento brasileiro vem sendo impulsionado por políticas públicas inovadoras que combinam crescimento econômico com redução das desigualdades sociais e regionais. Essas políticas têm um elemento comum: a recuperação da capacidade estatal de planejar e agir visando, sobretudo, garantir os direitos dos que mais precisam.
Plano Plurianual 2012–2015, Apresentação, p. 11.
 
Tendo o texto acima como referência inicial e considerando os aspectos característicos do processo de desenvolvimento brasileiro, bem como as políticas de infraestrutura contidas no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, julgue os itens seguintes.

Ao listar políticas e prioridades, o PPA parte do pressuposto de que garantir os direitos dos que mais precisam é tarefa inalienável de competência exclusiva do Estado. Assim, construir caminhos que democratizem as oportunidades é tarefa do poder público, razão pela qual se torna irrelevante a presença da iniciativa privada nos eixos estruturantes do Plano.
      O recente ciclo de desenvolvimento brasileiro vem sendo impulsionado por políticas públicas inovadoras que combinam crescimento econômico com redução das desigualdades sociais e regionais. Essas políticas têm um elemento comum: a recuperação da capacidade estatal de planejar e agir visando, sobretudo, garantir os direitos dos que mais precisam.
Plano Plurianual 2012–2015, Apresentação, p. 11.
 
Tendo o texto acima como referência inicial e considerando os aspectos característicos do processo de desenvolvimento brasileiro, bem como as políticas de infraestrutura contidas no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, julgue os itens seguintes.

No âmbito das políticas de infraestrutura, o PPA incorpora um conceito estritamente técnico do tema, definido como reducionista por alguns analistas, pois, centrado no trinômio energia-transporte - telecomunicações, distancia-se de outros elementos que compõem o conjunto de estruturas e atividades básicas da economia, como o saneamento.
      O recente ciclo de desenvolvimento brasileiro vem sendo impulsionado por políticas públicas inovadoras que combinam crescimento econômico com redução das desigualdades sociais e regionais. Essas políticas têm um elemento comum: a recuperação da capacidade estatal de planejar e agir visando, sobretudo, garantir os direitos dos que mais precisam.
Plano Plurianual 2012–2015, Apresentação, p. 11.
 
Tendo o texto acima como referência inicial e considerando os aspectos característicos do processo de desenvolvimento brasileiro, bem como as políticas de infraestrutura contidas no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, julgue os itens seguintes.

Ao falar em “capacidade estatal de planejar e agir”, o texto também retoma a experiência vivida pelo Brasil a partir da Era Vargas, que continuou nos anos JK e que foi revigorada no contexto do regime militar, qual seja, o papel exercido pelo poder público como protagonista e indutor do desenvolvimento nacional.
      O recente ciclo de desenvolvimento brasileiro vem sendo impulsionado por políticas públicas inovadoras que combinam crescimento econômico com redução das desigualdades sociais e regionais. Essas políticas têm um elemento comum: a recuperação da capacidade estatal de planejar e agir visando, sobretudo, garantir os direitos dos que mais precisam.
Plano Plurianual 2012–2015, Apresentação, p. 11.
 
Tendo o texto acima como referência inicial e considerando os aspectos característicos do processo de desenvolvimento brasileiro, bem como as políticas de infraestrutura contidas no Plano Plurianual (PPA) 2012-2015, julgue os itens seguintes.

Superado o período inflacionário, que desequilibrava as finanças e desarticulava o sistema produtivo, o Brasil se vê diante do desafio de combinar crescimento econômico com redução das desigualdades sociais e regionais. Na perspectiva defendida pelo PPA, a consecução desse objetivo requer um Estado indutor e promotor de mudanças.
Julgue o item seguinte, relativos à economia brasileira. 

Entre outros fatores, o Plano Real acarretou forte endividamento dos estados e municípios.
Julgue o item seguinte, relativos à economia brasileira. 

O Programa de Ação Econômica do Governo (PAEG) foi criado com o objetivo de controlar o processo inflacionário. Mesmo não tendo alcançado seu objetivo, o PAEG destacou-se pelas reformas estruturais e pela reestruturação institucional no Brasil. 
Julgue o item seguinte, relativos à economia brasileira. 

O governo Collor foi caracterizado, entre outros aspectos, pelo questionamento dos pilares do modelo de desenvolvimento embasado na substituição de importações, protecionismo e forte intervenção do Estado na economia.
Julgue o item seguinte, relativos à economia brasileira. 

O sucesso do Plano Real deveu-se, basicamente, à eliminação do imposto inflacionário associado ao controle do déficit público.
Acerca da macroeconomia, julgue o item subsequente.

Uma economia fechada e sem governo que apresenta nível de investimento igual a 40 e uma função de consumo dada por C = 100 + 0,6y, em que y é o nível de produção (renda), terá, na produção de equilíbrio, uma poupança igual a 60.
Acerca da macroeconomia, julgue o item subsequente.

Para uma propensão marginal a consumir igual a 0,6, o multiplicador keynesiano de impostos será igual a -1,5.

Veja também...