Simulado: Prefeitura de Carnaíba PE - Português - Agente Comunitário de Saúde - 2013

5 questões Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental

Responda as 5 questões do simulado abaixo (Prefeitura de Carnaíba PE - Português - Agente Comunitário de Saúde - 2013). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

500 resolveram
39% acertos
Difícil
13 gabaritaram
65 ótimo
83 bom
302 regular
50 péssimo
Dados estatísticos de usuários que resolveram este simulado.

1Questão 51827. Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental, 2013

Texto associado.
                               Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés onde Iara, mãe d"água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra planeta água... Terra planeta água
Terra planeta água.

                                                         ARANTES, Guilherme. Planeta Água.
           Disponível em: http://letras.terra.com.br/guilhermearantes/46315/.
                                                                            Acesso em: 24 fev. 2009. 
Das afirmações seguintes:

I- Através dos versos 6 e 8 é possível afirmar que as águas do rio representam a vida para muitas pessoas, pois fertilizam o sertão e matam a sede da população.
II- No texto o autor descreve o caminho percorrido pela água desde o seu nascimento.
III- O texto faz referência apenas ao movimento das águas. 

2Questão 51828. Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental, 2013

Texto associado.
                               Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés onde Iara, mãe d"água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra planeta água... Terra planeta água
Terra planeta água.

                                                         ARANTES, Guilherme. Planeta Água.
           Disponível em: http://letras.terra.com.br/guilhermearantes/46315/.
                                                                            Acesso em: 24 fev. 2009. 
Das afirmações seguintes:

I- Em algumas passagens do texto, o compositor atribui a seres não humanos características próprias de seres humanos.
II- Os verbos que aparecem no texto estão no pretérito perfeito do indicativo, pois indicam fatos em curso, em pleno desenvolvimento.
III- Para expressar que as inundações trazem destruição, tristeza e choro, o autor usou o verso 21.

3Questão 51829. Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental, 2013

Texto associado.
                               Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés onde Iara, mãe d"água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra planeta água... Terra planeta água
Terra planeta água.

                                                         ARANTES, Guilherme. Planeta Água.
           Disponível em: http://letras.terra.com.br/guilhermearantes/46315/.
                                                                            Acesso em: 24 fev. 2009. 
No verso “Água que nasce na fonte serena do mundo”, o termo destacado assume a função sintática de: 

4Questão 51830. Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental, 2013

Texto associado.
                               Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés onde Iara, mãe d"água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra planeta água... Terra planeta água
Terra planeta água.

                                                         ARANTES, Guilherme. Planeta Água.
           Disponível em: http://letras.terra.com.br/guilhermearantes/46315/.
                                                                            Acesso em: 24 fev. 2009. 
Nos versos “Água que o sol evapora / pro céu vai embora”, o sujeito de evapora e o seu complemento são, respectivamente: 

5Questão 51831. Português, Agente Comunitário de Saúde, Prefeitura de Carnaíba PE, CONPASS, Ensino Fundamental, 2013

Texto associado.
                               Planeta Água

Água que nasce na fonte serena do mundo
E que abre um profundo grotão
Água que faz inocente riacho e deságua
Na corrente do ribeirão
Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população
Águas que caem das pedras
No véu das cascatas ronco de trovão
E depois dormem tranquilas
No leito dos lagos, no leito dos lagos
Água dos igarapés onde Iara, mãe d"água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão
Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes são lágrimas na inundação
Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra, pro fundo da terra
Terra planeta água... Terra planeta água
Terra planeta água.

                                                         ARANTES, Guilherme. Planeta Água.
           Disponível em: http://letras.terra.com.br/guilhermearantes/46315/.
                                                                            Acesso em: 24 fev. 2009. 
Fazem parte da mesma regra de acentuação gráfica o seguinte par: