EsFCEx - Teologia - Capelão Evangélico - 2016

Responda as 16 questões do simulado abaixo (EsFCEx - Teologia - Capelão Evangélico - 2016). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

16 questões Teologia, Capelão Evangélico, EsFCEx, EB, Superior

29 resolveram
35% média
Difícil
2 gabaritaram
2 Ótimo
3 Bom
15 Regular
9 Péssimo
Sobre o significado de aliança segundo Eichrodt pode-se afirmar:
Analise as afirmativas sobre a Missão nos testamentos (Antigo e Novo) bíblicos, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

( ) No Antigo Testamento, não há indícios de que os israelitas, enquanto grupo chamado, teriam sido enviados a irromper barreiras culturais e geográficas, a fim de apregoar e converter pessoas de outras crenças para a fé em Yahweh.
( ) Segundo David Bosch, a importância do Antigo Testamento para a compreensão da missão do Novo Testamento, diz respeito ao fato de que este expressa um tipo de fé não hierofanica por natureza, mas soteriológica; tendo como paradigma a convicção de que Deus libertou os antepassados israelitas do Egito, ressaltando a importância da intervenção divina.
( ) A compaixão de Yahweh se estende a outros povos. Isso deixa clara a preocupação divina também com outras nações, não somente com Israel. 
Para Goppelt, de acordo com o credo mais antigo da Igreja Palestinense, Jesus: 
Analise as afirmativas, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa. No meio católico o conceito de catequese é o que melhor expressa o papel da Igreja no ministério do ensino cristão. O teólogo Católico C. Floristan identifica três naturezas da catequese:

( ) Como iniciação à fé e educação da fé.
( ) Como dissociada da evangelização.
( ) Como distinta do ensino religioso escolar. 
O surgimento da Reforma radical no século XVI e, a seguir, das igrejas batista na Inglaterra, no século XVII, testemunhou uma rejeição da tradicional prática do batismo infantil. Benajah Harvey Carroll (1843-1914), uma importante figura na vida da denominação batista do sul, no estado do Texas, alegava que para o batismo ser válido eram necessárias quatro condições: 
Assinale a alternativa que completa adequadamente a lacuna abaixo.
Conforme menciona Harpprecht, para Martinho Lutero “A famosa definição dos______________ , aconselhamento pastoral é o ‘mutuum colloquium et consolado fratrum’. 
A “Quadriga”, esquema proposto por Nicolau de Lira, tomou-se o método padrão de interpretação da Bíblia na Idade Média. Conhecida também como o “Método de Interpretação dos quatro lados”. Na Idade Média, os estudiosos da Bíblia achavam que o texto bíblico tinha pelo menos quatro sentidos. Associe a segunda coluna de acordo com a primeira e, a seguir, assinale a alternativa com a sequência correta. 

1. Tropológico
2. Anagógico
3. Literal
4. Indutivo
5. Analítico
6. Devocional
7. Alegórico 

( ) O sentido pelo qual o texto bíblico poderia ser tomado por seu valor aparente.
( ) Interpretava certas passagens bíblicas com a finalidade de criar declarações doutrinárias. Essas passagens tinham a tendência de ser obscuras ou de possuir um sentido literal que, por razões teológicas, era inaceitável aos olhos dos seus leitores. 
( ) Interpretava as passagens com a finalidade de gerar uma orientação ética para a conduta cristã.
( ) Interpretava as passagens com o objetivo de indicar os fundamentos da esperança cristã, apontando na direção do futuro cumprimento das promessas divinas na Nova Jerusalém.
Analise as afirmativas, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

O “Romantismo", movimento artístico, político e filosófico do século XVIII, surgiu como:

( ) Uma reação favorável aos temas centrais do Iluminismo.
( ) Desejo de apelar à imaginação humana, admitindo o senso de mistério.
( ) Uma insatisfação às tradicionais doutrinas cristãs e aos chavões éticos-morais do Iluminismo. 
A obra Proslogion foi escrita por volta de 1079. Essa obra notável expõe o desejo do seu autor: propor a formulação de um argumento que levaria à crença na existência e no caráter de Deus como o "bem supremo". O autor dessa obra é: 
Sobre o sentido de pecado nas religiões e em Israel, podemos afirmar: 
Assinale a alternativa que completa adequadamente as lacunas abaixo.

"___________redescobrira Paulo para o século V; Lutero o fez para o século XVI E, para ele, o cerne da teologia paulina se encontrava em Romanos 1. 16, onde se descreve o evangelho como "o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê" [...] Seus estudos teológicos e sua estada___________ haviam instilado nele a convicção de que deveria aplacar um Deus irado por meio da __________ e da incessante prática de boas obras. Somente anos mais tarde ele compreendeu que a justiça de Deus não significava a punição e a ira justas de Deus, mas sua dádiva de__________ e misericórdia."

(BOSCH, David. Missão Transformadora: mudanças de paradigma na teologia da missão. São Leopoldo: Sinodal, 2002. p. 294) 
Podemos afirmar sobre as estruturas políticas de poder, familiares e religiosas de Judá durante o período Persa: 
Analise as afirmativas sobre as mudanças da estrutura escatológica após o ensino de Cristo sobre o Reino de Deus como atestadas por George Ladd, colocando entre parênteses a letra V, quando se tratar de afirmativa verdadeira, e a letra F, quando se tratar de afirmativa falsa. A seguir, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.

( ) Enquanto que o judaísmo do Antigo Testamento ansiava pelo Dia do Senhor, momento singular em que Yahweh estabelecería o seu Reino sobre na terra, há dois momentos em que o Reino é estabelecido: na primeira e na segunda vinda de Cristo.
( ) No futuro, ou seja, na parousia, os céus se separam definitivamente da Terra, sendo este lugar de delícias, sem dor e sofrimento; um paraíso no qual os santos habitarão pelos tempos eternos.
( ) O Reino de Deus passa a ser compreendido como inativo durante o Antigo Testamento, sendo estabelecido na Vinda de Cristo e reafirmado na Segunda Vinda, com o estabelecimento do período milenar, no qual ele reinará com os reis e sacerdotes redimidos. 
Analise os itens que podem ser considerados problemas antropológicos e que dificultam a relação dos preceitos do Antigo Testamento com os dias de hoje. A seguir, assinale a alternativa que apresenta as proposições corretas.

I. Não se pode fazer paralelos entre os Estados Teocrático e Monárquico do Antigo Testamento e os sistemas da maioria dos Estados contemporâneos, onde o sistema de leis submete tanto os governantes quanto o povo a um pacto social laico e não a uma regula religiosa, nem tampouco elegendo pessoas tabu (ungidas por Deus).
II. E difícil relacionar o modelo vetero-testamentário tanto da versão javista quanto sacerdotal da criação com a exigência atual de igualdade entre os sexos.
III. No Antigo Testamento a questão da individualidade não tinha tanto valor quanto na dualidade. Diferente dos tempos atuais, nos quais o vínculo familiar e o senso de coletividade parecem não possuir tanta importância na identificação e situação social do indivíduo.
IV. Os paralelos entre o contexto político e as relações dos homens da polis vetero-testamentária com os dias de hoje são de valia plena, posto que o homem continua o mesmo, independente do ambiente em que vive. 
Para Goppelt, “Lei (nomos, Tora), não é apenas um coletivo que designa a totalidade dos mandamentos, mas um conceito teológico que expressa uma concepção genérica a respeito dos mandamentos. A quem é atribuído o ensino, conforme Goppelt, deste princípio: “Não faças ao teu próximo o que não te agrada. Isso é toda a Tora, o mais é sua interpretação”. 
A ideia de Logos no Evangelho de João ocupa uma posição importante na Teologia Bíblica do Novo Testamento. Durante a História da Igreja muitas interpretações foram dadas por teólogos cristãos, objetivando chegar a uma visão mais clara do “conteúdo teológico e filosófico” dessa palavra. Alguns entenderam que não seria possível interpretar adequadamente essa expressão sem recorrer à filosofia. Um judeu, conforme afirma Ladd, empreendeu a tarefa de “casar a religião judaica com a filosofia helenística”. O nome dele é: 

Conteúdo recomendado...