Simulado: Exercícios sobre (Senão ou Se não) com Gabarito - Português

10 questões Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Responda as 10 questões do simulado abaixo (Exercícios sobre (Senão ou Se não) com Gabarito - Português). Ao terminar a prova, clique em corrigir para ver o gabarito.

243 resolveram
43% acertos
Difícil
3 gabaritaram
31 ótimo
75 bom
111 regular
26 péssimo
Dados estatísticos de usuários que resolveram este simulado.

1Questão 55558. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

O emprego de “se não” na frase “Se não vierem todos, como será a festa?” está correto.

As opções a seguir mostram frases em que o emprego de “se não” está correto, à exceção de uma. Assinale-a. 

2Questão 55559. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Assinale a alternativa escrita corretamente, de acordo com a norma padrão da língua.

3Questão 55560. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Considere os seguintes enunciados:

I. Não lhe restaram se não uns poucos reais no bolso.
II. Não lhe restaram senão uns poucos reais no bolso.

Considerando a escrita padrão, moldada nos preceitos da gramática normativa prescritiva, analise os termos sublinhados nas sentenças acima e assinale a alternativa adequada:

4Questão 55561. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Observando a grafia, o uso de homônimos ou parônimos, a regência, o emprego (presença ou ausência) do “acento” indicativo de crase, a coesão e a concordância, assinale a alternativa que completa corretamente as lacunas do texto a seguir: _______ de se evitar uma invasão desenfreada de palavras estrangeiras em uma língua, é preciso que se _______ critérios, ________ o primeiro deve ser _____: __ adoção de estrangeirismos deve corresponder __ falta, no vocabulário dessa língua, de termos perfeitamente adequados __ expressão de conceitos novos. _______, corre-se o risco de _______ da identidade linguística.

5Questão 55562. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Escolha uma das expressões indicadas entre parênteses de modo a completar adequadamente os períodos. 

I. Necessitamos urgentemente desvendar as fontes geradoras da violência, _______ sabermos como despertar as fontes geradoras de paz. (a fim de/afim de)
II. Projetos de tese ________ promoção da cultura de paz no país vêm sendo desenvolvidos por diferentes segmentos da sociedade. (a cerca da/acerca da) 
III. O governo deve investir em segurança, _______ a população começará a fazer justiça com as próprias mãos. (se não/senão) 
IV. Segurança pública é um direito de __________ cidadão e é requisito de exercício da cidadania. (todo/todo o)

A sequência que completa correta e respectivamente as lacunas dos períodos é

6Questão 55563. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Assinale a proposição em que o segmento sublinhado está correto:

7Questão 55564. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Está de acordo com a norma culta da língua portuguesa apenas o exposto em:

8Questão 55565. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Assinale a frase em que a forma destacada está corretamente grafada. 

9Questão 55566. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

A frase cuja grafia do vocábulo sublinhado está correta é: 

10Questão 55567. Português, Senão ou Se não, Ensino Médio

Notícia de jornal

Leio no jornal a notícia de que um homem morreu de fome. Um homem de cor branca, trinta anos presumíveis, pobremente vestido, morreu de fome, sem socorros, em pleno centro da cidade, permanecendo deitado na calçada durante 72 horas, para finalmente morrer de fome. 
Morreu de fome. Depois de insistentes pedidos e comentários, uma ambulância do Pronto-Socorro e uma radiopatrulha foram ao local, mas regressaram sem prestar auxílio ao homem, que acabou morrendo de fome. 
Um homem que morreu de fome. O comissário de plantão (um homem) afirmou que o caso (morrer de fome) era da alçada da Delegacia de Mendicância, especialista em homens que morrem de fome. E o homem morreu de fome. 
O corpo do homem que morreu de fome foi recolhido ao Instituto Anatômico sem ser identificado. Nada se sabe dele, senão que morreu de fome. 
Um homem morre de fome em plena rua, entre centenas de passantes. Um homem caído na rua. Um bêbado. Um vagabundo. Um mendigo, um anormal, um tarado, um pária, um marginal, um proscrito, um bicho, uma coisa – não é homem. E os outros homens cumprem seu destino de passantes, que é o de passar. Durante setenta e duas horas todos passam, ao lado do homem que morre de fome, com um olhar de nojo, desdém, inquietação e até mesmo piedade, ou sem olhar nenhum. Passam, e o homem continua morrendo de fome, sozinho, isolado, perdido entre os homens, sem socorro e sem perdão.  
Não é da alçada do comissário, nem do hospital, nem da radiopatrulha, por que haveria de ser da minha alçada? Que é que eu tenho com isso? Deixa o homem morrer de fome. 
E o homem morre de fome. De 30 anos presumíveis. Pobremente vestido. Morreu de fome, diz o jornal. Louve-se a insistência dos comerciantes, que jamais morrerão de fome, pedindo providências às autoridades. As autoridades nada mais puderam fazer senão remover o corpo do homem. Deviam deixar que apodrecesse, para escarmento dos outros homens. Nada mais puderam fazer senão esperar que morresse de fome. 
E ontem, depois de setenta e duas horas de inanição, tombado em plena rua, no centro mais movimentado da cidade do Rio de Janeiro, Estado da Guanabara, um homem morreu de fome. 
Morreu de fome.

Analise as afirmativas a seguir, a respeito do quarto parágrafo. 

I. A preposição SEM, no contexto, é um elemento de composição de palavras que indica privação ou negação.
II. A palavra SENÃO estabelece ideia de condição.
III. A preposição DE que antecede a palavra fome, nas duas ocorrências, estabelece sentido de causa. 

Está(ão) correta(s) somente a(s) afirmativa(s):