Simulado Exercícios de Gêneros Textuais com Gabarito - Português

Simulado com 10 Questões de Português (Gêneros Textuais). Prova com Exercícios de Ensino Médio com Gabarito.

  • 317 Resolveram
  • 43% Acertos
  • 0 Gabaritaram
  • barra ótimo 12 Ótimo
  • barra qtd_bom 122 Bom
  • barra ruim167 Regular
  • barra péssimo16 Ruim

Para corrigir este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!

  • 1 - Questão 55598.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • Leia atentamente o seguinte texto:
    Receita do amor

    Ingredientes:
    • 4 xícaras de carinho
    • 2 xícaras de atenção
    • 2 colheres de suspiros
    • 8 pedaços de saudades
    • 3 colheres de respeito
    • Amor, sorrisos bobos, pimenta e ciúmes a gosto

    Modo de preparo:
    – Misture 8 pedaços de saudade com 2 xícaras de atenção em uma panela até virar uma mistura onde qualquer momento seja especial. Acrescente sorrisos bobos até ficar homogêneo;
    – Junte todo o carinho na forma e caramelize com suspiros de paixão, ao sentir o cheiro de sonhos se espalhando no ambiente retire do fogo e acrescente uma pitada de pimenta para sentirmos a intensidade dentro de nós sempre que provarmos;
    – Misture bem todos os ingredientes anteriores;
    – Para não virar rotina, acrescente muito amor e uma colher de ciúmes. Para dar um pequeno sabor de dedicação, adicione 3 colheres de respeito. (Caso erre na medida de ciúmes coloque respeito a gosto).
    (...)
    Rendimento: Duas porções
    Dica de acompanhamento: Aprecie com abraços e músicas.

    Diêgo Cabó

    Fonte:https://www.pensador.com/frase/MTgyMjExMg/. Acesso em 08/09/2018.

    O critério que impera na determinação interpretativa do gênero apresentado é
  • 2 - Questão 55599.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • Os gêneros permitem o tratamento da intrigante e difícil questão que indaga: Por que os membros de comunidades discursivas específicas usam a língua da maneira como fazem? Atente às respostas para esse questionamento apresentadas a seguir e assinale a que for INCORRETA.
  • 3 - Questão 55600.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • Considerando que os gêneros estão agrupados em cinco modalidades retóricas correspondentes aos tipos textuais, assinale a opção em que a correspondência dos exemplos e as respectivas modalidades está correta. 
  • 4 - Questão 55601.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • Ciao

    (...) Nasceu (...), na velha Belo Horizonte dos anos 20, um cronista que ainda hoje, com a graça de Deus e com ou sem assunto, comete as suas croniquices.
    Comete é tempo errado de verbo. Melhor dizer: cometia. Pois chegou o momento deste contumaz rabiscador de letras pendurar as chuteiras (que na prática jamais calçou) e dizer aos leitores um ciao-adeus sem melancolia, mas oportuno.
    (...) Procurou extrair de cada coisa não uma lição, mas um traço que comovesse ou distraísse o leitor, fazendo-o sorrir, se não do acontecimento, pelo menos do próprio cronista, que às vezes se torna cronista do seu umbigo, ironizando-se a si mesmo antes que outros o façam.
    Crônica tem essa vantagem: não obriga ao paletó--e-gravata do editorialista, forçado a definir uma posição correta diante dos grandes problemas; não exige de quem a faz o nervosismo saltitante do repórter, responsável pela apuração do fato na hora mesma em que ele acontece; dispensa a especialização suada em economia, finanças, política nacional e internacional, esporte, religião e o mais que imaginar se possa. (...) O que lhe pedimos é uma espécie de loucura mansa, que desenvolva determinado ponto de vista não ortodoxo e não trivial e desperte em nós a inclinação para o jogo da fantasia, o absurdo e a vadiação de espírito. Claro que ele deve ser um cara confiável, ainda na divagação. Não se compreende, ou não compreendo, cronista faccioso, que sirva a interesse pessoal ou de grupo, porque a crônica é território livre da imaginação, empenhada em circular entre os acontecimentos do dia, sem procurar influir neles. Fazer mais do que isso seria pretensão descabida de sua parte. Ele sabe que seu prazo de atuação é limitado: minutos no café da manhã ou à espera do coletivo.
    (...) Foi o que esse outrora-rapaz fez ou tentou fazer em mais de seis décadas. (...) Em certo período, consagrou mais tempo a tarefas burocráticas do que ao jornalismo, porém jamais deixou de ser homem de jornal, leitor implacável de jornais, interessado em seguir não apenas o desdobrar das notícias como as diferentes maneiras de apresentá-las ao público. Uma página bem diagramada causava-lhe prazer estético; a charge, a foto, a reportagem, a legenda bem feitas, o estilo particular de cada diário ou revista eram para ele (e são) motivos de alegria profissional. (...) A duas grandes casas do jornalismo brasileiro ele se orgulha de ter pertencido ― o extinto Correio da Manhã (...) e o Jornal do Brasil (...). Quinze anos de atividade no primeiro e mais 15, atuais, no segundo, alimentarão as melhores lembranças do velho jornalista. E é por admitir esta noção de velho, consciente e alegremente, que ele hoje se despede da crônica (...) Aos leitores, gratidão, essa palavra-tudo.

    ANDRADE, Carlos Drummond de. Ciao. Jornal do Brasil, São Paulo, 29 set. 1984.

    A partir da leitura do texto, para Drummond, a crônica deve ser:
  • 5 - Questão 55602.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • SOLIDARIEDADE

    O gesto não precisa ser grandioso nem público, não é necessário pertencer a uma ONG ou fazer uma campanha. Sobretudo, convém não aparecer.
    O gesto primeiro devia ser natural, e não decorrer de nenhum lema ou imposição, nem convite nem sugestão vinda de fora.
    Assim devíamos ser habitualmente, e não somos, ou geralmente não somos: cuidar do que está do nosso lado. Cuidar não só na doença ou na pobreza, mas no cotidiano, em que tantas vezes falta a delicadeza, a gentileza, a compreensão; esquecidos os pequenos rituais de respeito, de preservação do mistério, e igualmente da superação das barreiras estéreis entre pessoas da mesma casa, da família, das amizades mais próximas.
    Dentro de casa, onde tudo deveria começar, onde se deveria fazer todo dia o aprendizado do belo, do generoso, do delicado, do respeitoso, do agradável e do acolhedor, mal passamos, correndo, tangidos pelas obrigações. Tão fácil atualmente desculpar-se com a pressa: o trânsito, o patrão, o banco, a conta, a hora extra... Tudo isso é real, tudo isso acontece e nos enreda e nos paralisa.
    Mas, por outro lado, se a gente parasse (mas parar pra pensar pode ser tão ameaçador...) e fizesse um pequeno cálculo, talvez metade ou boa parte desses deveres aparecesse como supérfluo, frívolo, dispensável.
    Uma hora a mais em casa não para se trancar no quarto, mas para conviver. Não com obrigação, sermos felizes com hora marcada e prazo pra terminar, mas promover desde sempre a casa como o lugar do encontro, não da passagem; a mesa como lugar do diálogo, não do engolir quieto e apressado; o quarto como o lugar do afeto, não do cansaço.
    Pois se ainda não começamos a ser solidários dentro de nós mesmos e dentro de nossa casa ou do nosso círculo de amigos, como querer fazer campanhas, como pretender desfraldar bandeiras, como desejar salvar o mundo − se estamos perdidos no nosso cotidiano?
    Como dizer a palavra certa se estamos mudos, como escutar se estamos surdos, como abraçar se estamos congelados?
    Para mim, a solidariedade precisa ser antes de tudo o aprendizado da humanidade pessoal.
    Depois de sermos gente, podemos − e devemos − sair dos muros e tentar melhorar o mundo. Que anda tão, tão precisado.
    LUFT Lya

    Pelas características predominantes do texto, assinale a alternativa que indique a tipologia textual a que ele pertence: 
  • 6 - Questão 55603.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • O trabalho com a disciplina língua portuguesa deve levar o aluno a compreender que diferentes intenções comunicativas geram diferentes usos sociais que, por sua vez, determinam 
  • 7 - Questão 55604.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • Uma possível definição de gênero textual é a seguinte:
  • 8 - Questão 55605.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • São exemplos de gêneros considerados multimodais que podem ser estudados nas aulas de língua portuguesa
  • 9 - Questão 55606.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • No que diz respeito ao meio de produção e à concepção discursiva, respectivamente, a notícia de TV é um gênero
  • 10 - Questão 55607.   Português - Gêneros Textuais - Nível Médio
  • O estudo de diferentes gêneros discursivos e dos modos como se articulam deve incluir os gêneros literários para

Comentar Simulado

Para comentar este simulado é preciso Cadastrar-se. É simples, rápido e grátis!