Delegado de Polícia Substituto - Polícia Civil MG - Direito Constitucional

Responda as 10 questões abaixo (Delegado de Polícia Substituto - Polícia Civil MG - Direito Constitucional). Ao terminar, clique no botão para ver sua nota e o gabarito. Boa prova!

10 questões Direito Constitucional, Delegado de Polícia Substituto, Polícia Civil MG, FUMARC, Superior

40 resolveram
41% média
Difícil
0 gabaritaram
1 Ótimo
13 Bom
25 Regular
1 Péssimo
João, candidato ao cargo de Delegado de Polícia do Estado de Minas Gerais, inconformado com sua reprovação no certame, impetrou ação mandamental argumentando a existência de ilegalidade decorrente da formulação de questões com base em legislação não prevista no edital. Sobre o caso, NÃO é correto afirmar:
Sobre o regime constitucional atribuído à polícia civil e aos policiais civis, é CORRETO afirmar:
A partir de julgamentos de mandados de injunção coletivos, em 2007, entre eles o MI 708, o Supremo Tribunal Federal alterou seu entendimento acerca dos efeitos e da abrangência da decisão. Corresponde a essa mudança:
NÃO constitui cargo privativo de brasileiro nato:
É imunidade extensível aos vereadores:
A competência para a explorar diretamente, ou mediante concessão, os serviços locais de gás canalizado é do
É da competência exclusiva do Congresso Nacional, que independe da sanção do Presidente da República:
A Emenda Constitucional n. 80, de 4 de junho de 2014, foi responsável por alterar dispositivos do Capítulo IV - Das Funções Essenciais à Justiça, do Título IV - Da Organização dos Poderes. Em relação à Defensoria Pública, esta emenda
Segundo entendimento do Supremo Tribunal Federal proferido em Ação Direta de Inconstitucionalidade julgada em 2017, no que tange a ações penais ajuizadas em face de Governador de Estado, é CORRETO afirmar:
Segundo precedentes do Supremo Tribunal Federal, a comprovação da relação de pertinência temática em ação direta de inconstitucionalidade e ação declaratória de constitucionalidade NÃO é exigida para